Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Mais arquivos você lê em http://blogdopolli.zip.net

BLOG 22-JUN-2018

Sinduscon vai defender empréstimo

            A discussão em torno do projeto de lei de autoria do executivo que autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito junto ao Banco do Brasil, para financiar a compra de máquina, veículos e softwares a Secretaria de Planejamento possa efetuar o recadastramento dos imóveis e com isso levantar aqueles que estão em situação irregular, parece ter virado uma disputa entre sindicatos.

            Enquanto o Sintracon (Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil) se posiciona contra a aprovação do empréstimo e provocou a audiência pública que será realizada esta tarde na Câmara Municipal para discutir o projeto de lei, o Sinduscon, que reúne empresários da construção civil se coloca a favor do empréstimo por entender que ele vai trazer benefícios para o município.

            Sem encontrar alguém dentro ou fora da própria equipe que voluntariamente se dispusesse a participar como orador na audiência desta sexta-feira, e falar em defesa da sua proposta, o prefeito Sérgio Azevedo apelou para o jovem empresário Rodrigo Batista, presidente do Sinduscon e um dos principais apoiadores durante a sua campanha eleitoral.

            Rodrigo não só aceitou o convite como inscreveu também para usar a tribuna e defender o projeto do executivo outros empresários do ramo, Kiko Junqueira, Orivaldo Prézzia e Fábio Bressane. Os empresários devem defender a proposta do prefeito alegando que ele não vai provocar aumento na cobrança do IPTU, como a oposição, erroneamente, tenta passar para a população. Esse empréstimo será destinado apenas para a compra de máquinas para as secretarias de serviços públicos e obras, além da aquisição de softwares para que o setor de planejamento seja equipada, reunindo condições de executar o recadastramento dos imóveis em toda a cidade.

            Rodrigo Batista esclarece (o que a administração não teve capacidade para fazer), que uma coisa não tem nada a ver com a outra. Para alterar a planta genérica de valores dos imóveis (valor venal), será preciso um segundo projeto de lei, específico para essa alteração, como determina a Constituição Federal em seu artigo 150.

            Para defender a não aprovação do projeto e tentar convencer os vereadores de que se trata de proposta para reajuste do IPTU, estão inscritos os oposicionistas Beto Loco, Albert Mareca, Geraldo Laier, mais Lucas Rafael Chianello e Renato Franco dos Reis.

            A expectativa é de que após a audiência pública, o empréstimo seja aprovado na reunião do legislativo da próxima terça-feira. Na próxima semana, o prefeito Sérgio Azevedo também deve desengavetar ofício endereçado ao chefe do executivo pela ASEA (Associação Sul Mineira de Engenharia e Arquitetura) que propõe uma série de alterações no trâmite de projetos em análise na Secretaria de Planejamento.

Saia justa

Pelo andar da carruagem, o deputado federal pelo DEM, Rodrigo Pacheco não vai desistir da sua candidatura ao governo do estado em favor do seu amigo, Anastasia. Inclusive uma festa para o lançamento da candidatura do democrata está sendo preparada para os próximos dias no Triângulo Mineiro.

Com Rodrigo candidato, quem entra numa saia justa é o presidente do DEM, vereador Antonio Carlos Pereira, assim como os outros dois vereadores do partido (Lígia e Pastor Wilson), que pela lógica terão que apoiar o candidato do partido, em prejuízo do senador tucano.

Contrato renovado

Felizmente o bom sendo prevaleceu e a Secretaria de Cultura renovou o contrato com a Banda Municipal Maestro Azevedo, que este ano completa 103 anos de atividade. A banda possui atualmente 27 músicos e a regência, há 17 anos, é de Miguel Francisco de Brito (Miguelzinho). As apresentações são sempre aos domingos, das 8h ao meio-dia. Durante o programa Canal Aberto, apresentado pelo vereador Antonio Carlos Pereira foi levantado o risco de a prefeitura não efetuar a renovação do contrato, o que, felizmente, acabou não acontecendo.

Greve dos prefeitos

Cerca de 600 prefeituras em Minas devem entrar em “estado parcial de greve”, a partir da próxima semana, para cobrar do Estado o repasse de R$ 5,9 bilhões em verbas atrasadas. O anúncio foi feito pelo presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Julvan Lacerda, no último dia do Congresso Mineiro de Municípios, realizado no Mineirão. De acordo com a AMM, a paralisação dos serviços deve começar pela educação e pela assistência social.

A entidade já havia feito representações ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), ao Supremo Tribunal Federal e à Justiça de várias comarcas mineiras denunciando a falta de repasses de verbas e cobrando uma ação dos órgãos.

O prefeito de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo, ainda não se pronunciou se vai aderir ao movimento dos seus colegas descontentes com o desgoverno do caloteiro Fernando Pimentel.

Na bronca

Segundo confidências em off, não é aconselhável convidar para o mesmo café os vereadores Paulo Tadeu (PT) e Carlos Roberto de Oliveira Costa (PSC). Um desentendimento por motivo desconhecido afastou de vez os dois vereadores e Carlos Roberto até admite votar toda e qualquer proposição que seja apoiada pelo petista. Huuum!!!

Mudanças nas Águas Minerais

Roberto Menezes, diretor do DMAE esteve ontem no Canal Aberto, da TV Poços. Falou sobre as inúmeras intervenções que a autarquia está procedendo em vários pontos da cidade com objetivo de melhorar a qualidade e o abastecimento de água e anunciou que nos próximos dias deverá ser realizada algumas alterações na empresa de Águas Minerais, na busca de alternativas que possam tornar a empresa menos deficitária.

Em alta

O Caged referente ao mês de maio trouxe uma ótima notícia para o prefeito Sérgio Azevedo que já pode gravar novo vídeo para as redes sociais enaltecendo o trabalho do seu governo na geração de empregos. Além de sair do vermelho, os índices do Caged indicam que a queda na geração de empregos que marcou a administração do seu antecessor, Eloisio Loureno, foi estagnada e voltou a crescer.

Dilma no lugar de Pimentel?

Lideranças do PT mineiro admitem a possibilidade de substituir o governador Fernando Pimentel, pré-candidato à reeleição, pela presidente cassada Dilma Rousseff na disputa pelo governo do Estado. A proposta é tratada nos bastidores do partido, que já fez sondagens com membros de legendas aliadas, mas sofre resistência da ex-presidente. Por ora, Dilma rejeita a ideia de assumir a candidatura a governadora. Ela é pré-candidata a senadora.

Com o Bispo

Ao lado do irmão Elias, o pré-candidato a deputado estadual pelo PTB, Ulisses Guimarães, aproveitou o domingo para fazer uma visita ao Arcebispo Dom José Luiz Majella e ouvir dele alguns sábios conselhos.

Morreu Jéfinho

Faleceu ontem e será sepultado na manhã de hoje (9 horas), no cemitério Parque, Jeferson Ribeiro da Silva. “Jefinho” como era conhecido foi peça importante no setor gráfico e publicitário para a criação dos jornais Mantiqueira e Jornal da Cidade. Nossas condolências à família.

Rodapé

Quem reapareceu e deu o ar da graça na audiência pública sobre os animais foi a “saudosa” rainha do caviar, Maria Luisa, ex-secretária de administração.

BLOG 21-JUN-2018

Emprego: Poços sai do vermelho

Os números do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), referentes ao mês de maio foram altamente positivos para Poços de Caldas com a abertura de 215 novos postos de trabalho. O setor de Agropecuária (159), Construção Civil (103) e Administração Pública (62) foram destaques na abertura de novas vagas, enquanto que a Indústria de Transformação registrou o pior desempenho, com saldo negativo de 83 vagas. Em 2018 o saldo deixou de ser negativo e registra agora um saldo positivo de 126 vagas. Nos últimos doze meses, Poços abriu 589 novos postos de trabalho, revertendo uma tendência negativa que eliminou centenas de empregos com carteira assinada no governo anterior.

ACIA é contra o empréstimo

A oposição ganhou ontem um reforço de peso na tentativa de barrar o projeto de lei que autoriza a prefeitura a fazer operação de crédito junto ao Banco do Brasil para empréstimo de R$ 10 milhões, destinados a aquisição de máquinas para as secretarias de serviços públicos e obras, veículos para a saúde e compra de ferramenta de informática para atualizar a planta genérica de valores dos imóveis, com reflexo no futuro cálculo de cobrança do IPTU.

A principal entidade de classe do município protocolou na secretaria do legislativo ofício assinado pelo seu presidente onde manifesta total discordância com a aprovação do empréstimo. O ofício será lido na audiência pública marcada para amanhã, sexta-feira, quando estará em discussão o projeto que fala sobre o empréstimo. A entidade é a segunda a se manifestar contrária ao empréstimo, a primeira foi o Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil.

Ontem o prefeito Sérgio Azevedo publicou vídeo nas redes sociais com um resumo da entrevista concedida por ele ao programa Canal Aberto, da TV Poços, onde explica os motivos do empréstimo e de que forma o dinheiro será aplicado pelo governo municipal.

O chefe do executivo classifica como politica de baixo nível a tentativa de opositores em tentar barrar o projeto.

Disputa entre ex-universitários.

A disputa por vaga na Assembleia Legislativa entre candidatos considerados da terra poderá reviver antigas disputas registradas entre diretórios acadêmicos da PUC, campus de Poços. Isto porque o vereador Lucas Arruda, do Rede Sustentabilidade, ex-presidente do Diretório Acadêmico. do curso de Administração e também do Diretório Central daquela Universidade trabalha nos bastidores com as bênçãos do vice-prefeito Flávio Faria, para se candidatar a deputado estadual.

Se a candidatura do vereador for concretizada, ele vai concorrer com Ulisses Guimarães, do PTB, ex-presidente do Diretório Acadêmico do curso de Medicina Veterinária, na mesma época e na mesma universidade.

As duas candidaturas teriam o aval do prefeito Sérgio Azevedo a quem interessa apenas reunir o maior apoio possível para a eleição do ex-secretário de Saúde, Carlos Mosconi que tenta voltar para a Câmara Federal.

O problema é que a disputa poderá provocar um racha na base do governo municipal e também desagradar o senador Antonio Anastasia, uma vez que sendo do Rede Sustentabilidade, o vereador terá que obrigatoriamente pedir votos para o candidato do seu partido, professor João Batista dos Mares Guia.

Desarticulada

A discussão em plenário de requerimento onde o vereador do PSDB, Pedro Magalhães, sugeria que fosse feito um convite para que representantes do Conselho Tutelar explicassem detalhes da ocorrência sobre a agressão que resultou na morte de uma menina de três anos mostrou mais uma vez que a bancada da situação continua desarticulada e carece de uma liderança mais firme.

Mais uma vez os dois vereadores de oposição mostraram competência para derrubar o requerimento que nada mais era que apenas um convite feito pelo vereador da base atendendo inclusive aos anseios daqueles que querem ouvir as justificativas para a atitude tomada pelo Conselho Tutelar após o registro da queixa formulada pela coordenação da creche onde a criança estava estudando.

Com inteligência os dois vereadores oposicionistas envolveram a administração municipal no episódio por meio da Secretaria de Promoção Social e o vereador foi aconselhado a retirar o requerimento de pauta, marcando mais um gol contra a bancada situacionista.

Há que se registrar também a fala infeliz do autor do requerimento que demonstrando certo rancor por já ter se envolvido em problemas com o Conselho Tutelar. Deu clara demonstração de querer ir à forra contra os conselheiros, levando o presidente da Casa, Antonio Carlos Pereira, a sugerir a retirada do requerimento.

Se o autor não tivesse usado a palavra para justificar o convite, este, com certeza, seria aprovado por unanimidade.

Foi derrotado por ter falado demais.

Equipe B

Aos poucos vai sendo criado no governo municipal uma espécie de secretariado B com a nomeação de secretários adjuntos na tentativa de melhorar o desempenho daqueles que não estão se dando bem no comando das respectivas pastas.

No início do governo o chefe do executivo não era muito simpático a sugestão dada pelo sindicato dos construtores que bancou a indicação de Tiago Cavelagna para a Secretaria de Planejamento. Para reforçar a direção da secretaria foi nomeado como adjunto o engenheiro Antonio Carlos Alvisi, amigo em quem o prefeito deposita total confiança.

Na secretaria de obras o preferido para comandar a pasta era o também engenheiro civil Paulo Milton. Diante da sua recusa foi nomeado Luiz Cortezano, mas quem conhece sabe que Paulo Milton é quem dá as cartas na secretaria.

Agora o prefeito nomeou mais dois adjuntos para as secretarias de Educação e Turismo, onde os titulares das duas pastas apresentam um desempenho abaixo do esperado. Com isso já são quatro os integrantes da equipe B que na verdade manda mais que a equipe A.

Recomeço

Reconhecendo que cometeu alguns erros no passado, a ex-presidente da Câmara Municipal, Regina Cioffi, agora filiada ao PHS – Partido Humanista da Solidariedade – está empenhada nesta campanha em mostrar que ainda pode ser muito útil para a sociedade poços-caldense e inaugura neste sábado seu escritório politico com vistas a candidatura a deputada estadual. Enquanto vereadora, Regina apresentou bons projetos e sempre esteve atenda as necessidades da população.

Fearpo volta a pauta

De autoria do vereador Antonio Carlos Pereira, foi aprovado na reunião de terça-feira, requerimento solicitando do executivo informações sobre a Feira de Arte e Artesanato (Fearpo), que é realizada nos finais de semana e feriados na Praça dos Macacos.

O autor do requerimento tem recebido várias reclamações denunciando a venda de material industrializado na feirinha, cuja fiscalização está a cargo da secretaria de turismo, mas que assim como outras coisas nesta secretaria, não funciona.

Pereira pensa em propor a realização de uma audiência pública para tratar do assunto, iniciativa que seria bem vinda uma vez que a feira de artesanato há muito reclama por uma completa reformulação e fiscalização mais rigorosa em benefício daqueles que realmente trabalham com artesanato.

Bondinho

O vereador Joaquim Alves quer saber do prefeito informações em relação ao funicular (bondinho) que liga o edifício Maria Antonia, no centro da cidade, ao Complexo Santa Cruz, um elevador criado pelo português Avelino Esteves que construiu os prédios do complexo. A geringonça nunca funcionou e a intenção do antigo proprietário ela facilitar a subida de quem estava nos prédios de apartamentos, construídos inicialmente para ser um complexo de lazer, até o alto do morro onde estão localizadas as antigas piscinas cobertas, que eram abastecidas com água sulfurosa.

Como a intenção do prefeito é vender a parte do complexo que pertence ao município, adquirida na primeira gestão do prefeito Sebastião Navarro, não existe, pelo menos por ora, interesse da prefeitura em tentar colocar o elevador externo em funcionamento.

Mosconi no Canal Aberto

Quem esteve ontem no Canal Aberto foi o ex-secretário de saúde e pré-candidato a deputado federal, Carlos Mosconi. Entre outras coisas disse que há muito tempo não mantém contato com o senador Aécio Neves e que o melhor que o ex-presidente do PSDB nacional faz é se manter afastado da próxima eleição. Mosconi lamentou a prisão do ex-governador Eduardo Azeredo, uma pessoa de boa índole e que, segundo ele, deve estar sofrendo muito na prisão.

Em relação ao pré-candidato a presidente, Geraldo Alckmin, Mosconi disse que confia na sua vitória. “Falam que ele não decola, mas já foi eleito duas vezes governador de São Paulo”, disse. Ao se referir a possíveis denuncias contra Alckmin, o ex-deputado afirmou que falam mas nunca foi aberto nenhum processo contra o ex-governador paulista.

Sobre a eleição de governador em Minas, Mosconi afirmou que confia na vitória do senador Anastasia e entende que Rodrigo Pacheco, do DEM, não deve mesmo aderir a candidatura do tucano. Criticou com veemência o governo do petista Fernando Pimentel.

Perguntado sobre sua campanha, Mosconi afirmou que está trabalhando em 100 cidades da região e acredita em uma boa votação em Poços com ajuda do prefeito municipal.

Rodapé

O mão de veludo continua agindo nas sombras.

BLOG 20-JUN-2018

Conselho Tutelar: vereador volta atrás

O vereador Pedro Gonçalves Magalhães Júnior apresentou ontem, durante a reunião ordinária da Câmara, requerimento convidando representantes do Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente a respeito da ocorrência que envolveu a morte da menor Ana Lívia Lopes da Silva, que faleceu em consequência de agressões praticadas pelo padrasto.

O vereador desejava saber qual foi a conduta dos conselheiros diante de denúncia feita pela coordenação da creche onde a criança estudava sobre as constantes agressões que a menor vinha sofrendo do padrasto. Segundo informações, o Conselho Tutelar não se aprofundou na denúncia para averiguar a gravidade da denúncia formulada pela direção da creche.

O requerimento acabou originando debate em plenário entre o vereador proponente e os vereadores de oposição, Ciça e Paulo Tadeu que envolveram no debate a Secretaria de Promoção Social. Foi quando o líder da bancada da situação, Alvaro Cagnani pediu cinco minutos de intervalo.

Na volta o autor retirou o requerimento cujo conteúdo nada mais era que um convite aos conselheiros para explicar a ocorrência.

Na muda

Faz um bom tempo que o ex-prefeito Luiz Antonio Batista não se manifesta nas redes sociais, nem mesmo no grupo fechado de whatsapp da Folha Popular, sobre assuntos que envolvem a administração municipal. Depois de uma conversa ácida com Sérgio Azevedo, o ex-prefeito preferiu ficar na muda e aguardar os acontecimentos. Luiz Antonio sugeriu ao prefeito a troca de pelo menos cinco secretários.

Nos últimos dias o chefe do executivo nomeou dois secretários adjuntos (Educação e Turismo), duas das secretarias cujo desempenho dos titulares foi criticado pelo ex-prefeito. Há quem diga que as nomeações, sem as demissões dos titulares é um prêmio a incompetência e um ato de teimosia do prefeito que não quer dar o braço a torcer.

Gestora da folha...

Tudo leva a crer que a Câmara acabará aprovando o projeto de lei encaminhado pelo executivo que permite a prefeitura realizar operação de crédito junto ao Banco do Brasil no valor de R$ 10 milhões, para a compra de máquinas e equipamento de informática que vai permitir a atualização da planta genérica de valores para a cobrança do IPTU.

Esta atualização, segundo consta na justificativa do referido projeto vai permitir a prefeitura um aumento de R$ 18 milhões, ou seja, 50% do total arrecadado com o imposto no primeiro ano, ou algo em torno de R$ 72 milhões nos próximos três anos.

Só para lembrar, em 2017, primeiro ano do atual governo, o prefeito concedeu reajuste ao funcionalismo de 9,2%, o que significou um gasto extra com a folha de R$ 25 milhões por ano.

Ou seja, o reajuste ainda será insuficiente para cobrir o reajuste do funcionalismo e a administração continuará sem recursos para novos investimentos, se transformando apenas em gestora da folha de pagamento.

Nervosinho...

O ex-amigo Albert Mareca ficou nervosinho com a citação no blog de ontem afirmando que ele está bronqueado com o prefeito porque não foi nomeado secretário de esportes. Pela enésima vez, repetiu que nunca pediu emprego ao seu então amigo Sérgio Azevedo. Disse que está magoado sim, pelo tratamento que recebeu do prefeito eleito, mas que isso são águas passadas, hoje cumpre apenas o papel de crítico por entender que como administrador o ex-amigo está enfiando os pés pelas mãos. Não concorda com o excessivo aumento que o prefeito está tentando impor aos proprietários de imóveis através de reajuste no IPTU.

Escritório politico

Nos próximos dias a ex-vereadora Regina Cioffi inaugura seu escritório politico que irá se transformar em comitê durante a campanha eleitoral quando ela, pela segunda vez, vai tentar se eleger deputada estadual. A insuguração contará com a presença do deputado federal Marcelo Aro, presidente do PHS nacional, partido ao qual a ex-vereadora está filiada.

Prioridade

O chefe do executivo anda focado na venda de ativos da prefeitura, entre eles o complexo Santa Cruz, para com esse dinheiro construir o Centro Administrativo na zona sul. Faria melhor se reunisse esse recurso para dar início, conforme previsto no Plano Diretor, da via estrutural que liga o centro da cidade, a partir da antiga estação ferroviária, aproveitando o leito do trem, até a Rodovia do Contorno, obra que marcaria a sua administração. A construção do Centro Administrativo se iguala a redução da jornada de trabalho de oito para seis horas dos servidores, inventada pelo seu antecessor Paulinho Courominas e aos 9,2% que concedeu de aumento para o funcionalismo em 2017.

Da série governador caloteiro

O deputado estadual Thiago Costa, do MDB apresentou na Assembleia Legislativa projeto para ajudar os prefeitos mineiros nesta fase em que o desgoverno de Fernando Pimentel não vem repassando os recursos destinados aos municípios para pagar o transporte escolar. Sem os recursos os prefeitos não tem como pagar aqueles que fazem o transporte, porque a verba é carimbada.

Se a proposta do deputado emedebista for aprovada, as prefeituras poderão pagar com recuso próprio o transporte e quando houver o repasse do dinheiro por parte do governo do Estado estarão livres para aplicar o recurso onde achar mais conveniente.

Os demissíveis

Durante conversa em uma extensa roda formada por observadores da cena politica sulfurosa em um café da Praça Pedro Sanches, ontem à tarde, foram listados os secretários municipais menos eficientes e que deveriam ser substituídos pelo prefeito: Ricardo Fonseca (turismo), Marcos Sansão (defesa social), Flávia Vivaldi (educação), Flávio Faria (sedet), Luzia Martins (promoção social), Fábio Camargo (procurador geral) e Luiz Cortezano (obras).

Meta alcançada

A pré-candidatura do senador Antonio Anastasia (PSDB) ao Palácio da Liberdade conseguiu atingir a primeira meta estipulada pelo tucano: obter cerca de 25% do total do tempo de propaganda eleitoral.

Com a adesão à pré-candidatura de Anastasia declarada por PSD, PPS, PSC e com o anúncio de apoio do PTB marcado para o próximo dia 26, a chapa do PSDB conseguiu o objetivo. Ao todo são nove minutos de propaganda eleitoral para os candidatos ao governo; com os partidos que já anunciaram apoio ao nosso projeto, o PSDB terá aproximadamente dois minutos e 20 segundos de espaço no rádio e na televisão.

Fiscalização da FEARPO

Uma das deficiências da secretaria de turismo nesta gestão está sendo a fiscalização da Feira de Arte e Artesanato, realizada aos sábados, domingos e feriados na Praça dos Macacos. Expositores que se sentem prejudicados pela falta de fiscalização procuraram o vereador Antonio Carlos Pereira para reclamar da situação.

Em resposta o vereador protocolou e teve aprovado requerimento onde solicita informações sobre a atuação dos fiscais encarregados da fiscalização da feirinha.

No rodeio de Palmeiral

Dando continuidade a maratona de visitas as lideranças politicas da região, o pré-candidato a deputado estadual Ulisses Guimarães (PTB), esteve no final de semana participando, ao lado do prefeito de Botelhos, Eduardo José de Oliveira, e alguns amigos, do tradicional rodeio realizado anualmente no distrito de Palmeiral.

Rodapé

Polícia apura furto de 22 cabeças de gado no Jardim das Hortências. Realmente, a cidade já não é mais a mesma de antes.

BLOG 19-JUN-2018

Continuam as críticas...

Nas redes sociais continuam sendo publicadas mensagens criticando, com razão, a atuação do Conselho Tutelar no caso da garotinha de três anos que vinha sendo espancada pelo padrasto com conhecimento da mãe já há algum tempo e que acabou resultando na sua morte. A conselheira que atendeu a ocorrência após queixa prestada pela coordenação da creche onde a menina estudava se limitou apenas a fazer uma visita à residência da garota e perguntar a sua mãe (conivente com as agressões), se estava tudo bem.

Não aprofundou as investigações, não realizou exame de corpo de delito na menina e também não ouviu o testemunho de vizinhos para saber se a mãe estava mentindo. As críticas são merecidas e precisam ser apuradas com rigor pelas autoridades responsáveis pelo Conselho Tutelar.

O direito de cada um...

Tudo bem, a cidade agradece a propaganda que o filme da Turma da Mônica, vai fazer da estância. Mas há que se lembrar sobre o direito de cada no caso do tumulto que as filmagens estão provocando na área central.

Se a produção necessita impedir o trânsito e até mesmo barrar a ida e vinda de pedestres em pleno dia de semana a pergunta que fica é essa: quem paga o prejuízo dos comerciantes, taxistas e de todos aqueles que estão impedidos de exercer seu direito de ir e vir e também o de trabalhar?

As reclamações nas redes sociais são muitas e toda com fundamento. Uma filmagem que à primeira vista era simpática a população virou alvo de reclamações e protestos inclusive contra a administração municipal que está se omitindo sobre o problema e permite até que seguranças impeçam ruas, praças e até controle o trânsito.

Ao que parece, o secretário tranca ruas se uniu a turma da Mônica, do Cebolinha, do Cascão e por ai vai...

Deu mancada...

A Secretaria de Cultura deu uma tremenda mancada na programação da Juhofest deste ano ao contratar para abrir os shows da temporada de férias o cantor Ed Motta que andou falando mal dos brasileiros considerado por ele como ignorantes. Em sua turnê na Europa Ed Motta disse que não iria se pronunciar em português e também que não queria a presença de fans brasileiros “simplórios” em seus shows. Depois dessas declarações seu cachê desabou e mesmo assim não consegue mais ser contratado para shows.

Sem grana

A falta de recurso financeiro para a campanha está deixando apavorados alguns candidatos a deputado que contavam com uma ajuda do partido através do fundo partidário e que irão receber bem menos do que estavam imaginando para tocar a campanha. Como as doações de empresas estão proibidas e muita gente está de olho principalmente naquelas que prestam serviço para órgãos públicos a situação é complicada e os candidatos sem mandato terão que usar da criatividade e do corpo-a-corpo para divulgar suas candidaturas.

Prefeito no Canal Aberto

Para falar sobre o projeto de lei que está em tramitação no legislativo autorizando a prefeitura a emprestar do Banco do Brasil R$ 10 milhões, para a compra de máquinas para as secretarias de serviços públicos e obras, além de ferramenta de internet para recadastramento imobiliário, esteve ontem no programa Canal Aberto, da TV Poços, o prefeito Sérgio Azevedo. O chefe do executivo explicou que o software que será utilizado no geoprocessamento é necessário inclusive para o levantamento de áreas que pertencem ao município, além de servir para a atualização da planta de valores do IPTU, mas desmentiu as afirmações de oposicionistas que estão divulgando que o imposto municipal será reajustado em índices as astronômicos.

Quanto pior...

Pelo menos dois dos inscritos pela oposição para falar sobre o empréstimo de R$ 10 milhões, na audiência programada para esta terça-feira, deixa claro que a tentativa de barrar o projeto é politica, numa aposta do quanto pior melhor. Um deles está magoado por não ter sido convidado pelo prefeito para ser o secretário de esportes e o outro é conhecido pela sua atuação nas redes sociais onde atua apenas visando interesse financeiro.

Plano B

Por falar nisso, já antevendo que a audiência não vai mudar coisa alguma, os oposicionistas se preparam para atuar no pregão eletrônico que será feito para a compra dos softwares ao preço de 4,5 milhões de reais. A intenção é inscrever no pregão empresas que comercializam este tipo de ferramenta tecnológica para tentar melar a licitação.

Eleição na Caldense

Nos bastidores da Associação Atlética Caldense teve inicio a movimentação com vistas a escolha da nova diretoria. Um dos nomes que está despontando como provável candidato a sucessão do presidente Antonio Bento Gonçalves é o do vice-presidente Rovilson Ribeiro, sócio antigo do clube e que já mostrou competência como principal auxiliar do atual presidente. Rovilson tem a simpatia da maior parte dos conselheiros e também dos associados que querem ver o clube cada vez melhor.

Mais um...

Depois de preencher o cargo de secretária adjunta na Educação, o prefeito Sérgio Azevedo, por meio de decreto publicado hoje no diário oficial decidiu preencher também o cargo de Diretor de Turismo. Exonerou Israel Souza Pereira que vinha respondendo pela gerência da seção de equipamentos esportivos para assumir o posto na secretaria de turismo.

Assim como fez na área da Educação onde a secretária Flávia Vivaldi não vem correspondendo aos anseios da administração, ao que parece o prefeito repete a mesma estratégia na secretaria de turismo onde o titular da pasta até agora não disse a que veio. Com essas alterações, o prefeito evita demitir ocupantes de cargos de primeiro escalão, porém, onera a folha de pagamento mais um pouco, contrariando sua promessa de campanha que era de enxugar cargos de confiança.

Afinando a orquestra

No final da tarde de ontem o prefeito reuniu em seu gabinete os vereadores da base de sustentação do governo na Câmara para não só organizar a linguagem sobre assuntos de interesse do executivo que estão em análise na Câmara, mas também para esclarecer os vereadores sobre os vários projetos que serão levados a plenário. Para a reunião desta terça-feira não se espera muitas novidades e a expectativa maior fica por conta da audiência pública marcada para a próxima sexta-feira quando estará em discussão o projeto de lei sobre o empréstimo de R$ 10 milhões.

Deputado presta contas...

Para quem anda dizendo que o deputado Odair Cunha, que na eleição passada levou do eleitorado local dez mil votos, encaminhou uma lista de benefícios que a cidade conseguiu por meio de sua intervenção. São eles:

• Asfalto – foram 14 milhões no total sendo uma linha de crédito no valor de R$ 7,5 milhões com o BDMG, um convênio no valor de R$ 4.537.459,63 com o Governo do Estado para pavimentação de uma área total de 365.124,38 m2 e R$ 2 milhões, para intervenções em mais 150 mil m2 de via. Foram feitas ruas e avenidas como Wenceslau Brás, Mário de Paiva, Cel Virgílio Silva, avenida Bianucci, avenida Pau Brasil, Av Marechal Castelo Branco, rua Pernambuco, avenida Champagnat, rua Assis Figueiredo, rua Prefeito Chagas, rua Maracanâ, Ruas dos bairros Maria Imaculada, Aparecida, D. Bosco, Ipê, São Bento, Esperança, Flores, etc.

• Aproximadamente 700 mil reais em patrocínios conseguidos junto à Furnas, Gasmig e Codemig para a sinfonia das águas;

• Obras de drenagem do Dom Bosco. na Praça Ayrton Senna (quando parte do muro e uma quadra cederam) R$ 914.014,86. Convênio com a Segov;

• Projeto de Sinalização turística. R$ 543 mil reais emenda do Ministério do turismo.

• 10 milhões de reais - Projeto do Trem turístico - convênio assinado com a Codemig e que foi descartado pela atual administração;

• Recursos do Ministério da Saúde R$ 2.560.000,00 para a construção de cinco Unidades Básicas de Saúde (UBS). Foram construídas cinco UBS nos bairros: Kennedy I, Kennedy II, Santa Rosália, Country Club e Jardim Itamaraty, além duas reformas das UBS Santa Augusta e Quissisana;

• R$ 500 mil. Para a Nova Pista de Skate do Parque Municipal Antônio Molinari. área construída de 1.312 m2 de obras;

• 14 novos veículos foram destinados para diversos serviços de saúde do município, como SAMU, Consultório na Rua, Melhor em Casa, CAPS, Cerest, Tratamento Fora de Domicílio, Vigilância Sanitária e Atenção Básica, R$ 788 mil, por meio de emendas parlamentares do dep Odair Cunha;

• Emenda parlamentar de R$ 1,5 milhão enviada para a Universidade Federal de Alfenas (Unifal) - Campus Poços para a construção de um auditório com 345 lugares (já pronto).

Festa em Poço Fundo

O final de semana foi de muita correria para o poços-caldense pré-candidato a deputado estadual Ulisses Guimarães que começou visitando a cidade de Poço Fundo onde participou do terço de louvor a Santo Antonio na tradicional festa rural da Cachoeira Grande. Ulisses fez questão de atender o convite do amigo e líder comunitário José Pereira (Zé do Zito).

BLOG 18-JUN-2018

Conselho (I)

Durante encontro realizado na cidade de Tiradentes neste final de semana, o senador e pré-candidato ao governo de Minas, Antonio Anastasia, disse que é preciso um choque de gestão no Estado para equilibrar as finanças e recolocar Minas nos trilhos. Anastasia falou em reduzir despesas para poder pagar os servidores em dia e também que os servidores precisam ser mais valorizados pelo governo. Até parece que andou conversando com o prefeito de Poços, ouvindo dele essas sugestões.

Conselho (II)

Na segunda fala do seu discurso, Anastasia afirmou que é preciso estender uma bandeira branca para amenizar o clima de antagonismo pelo qual passa o país. “O Brasil vive um momento de grande antagonismo, vive um momento que chega às raias da raiva, do ódio, e isso não é bom de acontecer. No grito da revolta e do ressentimento, nós não vamos conseguir consertar nada. Precisamos ter no Brasil uma bandeira branca, um princípio de paz, não tanto entre partidos, mas entre as pessoas”, disse o senador que defendeu ainda o enxugamento da máquina pública com a redução de secretarias e cargos de confiança. Essa segunda parte, com certeza não foi conselho do prefeito.

É preciso apurar...

A cidade foi destaque na imprensa regional e até nacional na semana passada por causa do crime bárbaro cometido pelo padrasto que agrediu uma garotinha de 3 anos resultando na sua morte. A informação de que as agressões do pai a menina eram constantes e que queixa nesse sentido já havia sido registrada no Conselho Tutelar pela direção da creche onde ela estuda.

A mãe da criança teria dito apenas que isso não era grave e que estava tudo bem. A representante do Conselho Tutelar não se aprofundou nas investigações que poderia ter evitado novos espancamentos e até a morte da criança.

O mínimo que se espera é a exoneração e a substituição dos conselheiros envolvidos na ocorrência.

Ela vem aí...

A direção estadual do Partido dos Trabalhadores já dá como certa a candidatura ao Senado da ex-presidente Dilma Rousseff. E já traça um roteiro de visitas da candidata a partir de julho pelas cidades do interior, começando pelo norte de Minas. O Sul de Minas com certeza Poços de Caldas também será incluída no roteiro de visitas. Uma boa oportunidade para cobrar da ex-presidente o calote que ela deu na prefeitura quando aqui esteve durante o seu governo para entrega de máquinas agrícolas aos municípios com até 50 mil habitantes. A estrutura para a festa da presidente custou R$ 200 mil que a União ficou de reembolsar e até hoje não se viu a cor desse dinheiro.

É bom ficar alerta

É aconselhável ao prefeito Sérgio Azevedo acompanhar com lupa as tratativas entre a prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento e Trabalho, e os dirigentes da cervejaria Estrella Galícia, que está se instalando no distrito industrial. Os espanhóis estão preocupados com a demora nas obras para abastecimento de água e também com os atrasos na liberação do licenciamento ambiental, tanto do distrito como da empresa. Nunca é demais lembrar o triste episódio durante as tratativas entre o município e o Estado, quando o titular da secretaria desprezava os e-mails que recebia sobre o assunto deixando a impressão de que não estava interessado na instalação da indústria.

Na liderança

Rola na oposição uma pesquisa interna, fechada nessa semana no Estado pela Multidados, com simulação de cenários sem os candidatos Marcio Lacerda (PSB) e Rodrigo Pacheco (DEM). Duas conclusões ficam evidentes para quem tem acesso ao levantamento, que não foi registrado para publicação. Primeira: na ausência do socialista e do democrata, seus votos se dividem proporcionalmente entre os demais candidatos. E a segunda: Anastasia venceria Pimentel no primeiro turno, embora por margem estreita. De acordo com a Mutidados, a redução de competidores e a polarização da disputa entre PT e PSDB no primeiro turno seria hoje mais benéfica ao tucano do que ao petista. (O Tempo).

Mais atrapalha...

Pelo que se viu até agora, os representantes do Rede Sustentabilidade que ocupam cargos de primeiro escalão no governo municipal mais atrapalham do que ajudam. O Procurador Geral (Fábio Camargo) tem aconselhado mal o chefe do executivo nas questões jurídicas; a Secretária de Educação (Flávia Vivaldi) só arruma confusão na sua pasta e o titular da Sedet (Fávio Faria), não dá o apoio necessário para as empresas que estão se instalando no distrito industrial. Na área da Cultura (Hudson Vilas Boas), não mostra nada de novo enquanto que o ex-titular do cargo, professor João Alexandre dá um verdadeiro show, revolucionando o setor de cultura na cidade de Machado.

Bola nas costas

A saída encontrada pela oposição para viabilizar a realização da audiência pública para discussão do empréstimo de R$ 10 milhões revela que mais uma vez a situação foi surpreendida com bola nas costas e se não melhorar a marcação em cima dos vereadores de oposição, em especial do ex-prefeito Paulo Tadeu, vai amargar outras derrotas. No caso da Instrução Normativa, que alterou o cálculo do ITBI, uma invenção da sua assessoria jurídica, o prefeito ainda corre o risco de ter que responder ação civil pública acusado de improbidade administrativa. Uma simples consulta no Google mostra que a alteração sem aprovação legislativa não é legal.

Salvação da lavoura

Cada vez mais a administração municipal depende, para o seu sucesso, da vitória do candidato do partido, Antonio Anastasia, na eleição de outubro. Só com um governador alinhado ao governo municipal haverá esperança de realização de obras de maior porte. Mesmo assim não será fácil. O primeiro ano de governo servirá apenas para arrumar a casa e depois liberar verbas para os municípios.

Na Unifenas

Durante encontro promovido pela Unifenas na manhã de sábado, estiveram presentes e receberam certificados de colaboradores da Universidade os pré-candidatos a deputado Carlos Mosconi e Ulisses Guimarães, mais o prefeito Sérgio Azevedo e o vereador Gustavo Bonafé.

Rodapé

A semana começou triste com a morte do professor de educação física José Eduardo Cassaro. Bom caráter, excelente profissional e bom pai de família. Nossa solidariedade a família.

BLOG 16-JUN-2018

Vereadores decidem formato para audiência pública

A mesa diretora da Câmara Municipal, presidida pelo vereador Antonio Carlos Pereira, mais alguns vereadores representantes de partidos, se reuniu na tarde de ontem, para decidir o formato a ser adotado na audiência pública agendada para o dia 22, sexta-feira, às 15 horas, a pedido do SINTRACON (Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores nas Indústrias de Construção Civil e Mobiliário do Sul de Minas), para discussão do projeto de lei que autoriza o município a contrair financiamento junto ao Banco do Brasil no valor de R$ 10 milhões.

Segundo o que foi acordado, será aceita a inscrição de dez oradores, sendo cinco para defesa e outros cinco para crítica ao processado em tramitação na casa legislativa. Não será permitido aos oradores em hipótese alguma, desviar o foco da discussão para outros assuntos e cada orador terá um tempo de dez minutos para uso da tribuna.

A polêmica sobre o ITBI

Segundo comentário do nosso colaborador Orlando Rodrigues, no caso do ITBI, (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis), foi baixada pelo executivo uma Instrução Normativa, um eufemismo para o desgastado “decreto”, preservando a alíquota, mas alterando a base cálculo (valor do imóvel), conversei com alguns advogados, e são unânimes em afirmar que, salvo melhor juízo, o município não pode alterar a base de cálculo do imóvel sem aprovação legislativa.

Como existe dúvida se o “decreto” está juridicamente correto ou não, e diante desse contencioso, os despachantes imobiliários dizem que os seus clientes não estão “escriturando” os imóveis que estão comprando nesse período.

Como vemos, uma medida que visa aumentar a arrecadação, pode ter efeito contrário, porque se na continuação esse fato se confirmar, menos pessoas estarão escriturando os imóveis adquiridos. Mas, o maior problema é a insegurança jurídica que a medida pode acarretar.

É evidente que o geoprocessamento e a planta genérica de valores já passou da hora de feito, as distorções e atualização dos valores, até por uma questão de justiça tributária não pode esperar mais tempo, porém para evitar atropelos de toda ordem, seria positivo que o processo fosse revestido de todas ás formalidades legais.

Porém, não consigo entender que a administração municipal deixe “escorrer” 18 meses de governo e não seja capaz de fazer um programa de melhorias para atualizar os valores do IPTU a ser arrecadado, e diante da dificuldade de caixa, crie uma Instrução Normativa, que está fadada a diminuir o número de negócios imobiliários no município, além de causar um enorme desgaste político.

Como estamos em ano eleitoral, a oposição deve estar comemorando a edição desse decreto.

Sem água...

Uma postagem ontem no facebook chamou a atenção dos internautas. A professora Maria José Scassiotti reclamando que está faltando água há dois dias na Rua Reinaldo Amarante. Ex-vereadora e suplente do PSDB nesta legislatura, “Zezé”, como é conhecida, integra o atual governo como conselheira do grupo DME. Como bem disse a Tereza Navarro, em seu comentário, se ela não está conseguindo resposta para a sua pergunta, imagine um simples mortal, consumidor do DMAE.

Anastasia lidera

Anastasia tem mais um argumento para atrair apoio de outros partidos para a sua candidatura. Uma nova pesquisa Multidados que mostra o tucano  liderando em todos os cenários e o democrata Rodrigo Pacheco estacionado entre os últimos. A pesquisa deve elevar a pressão pela desistência de Pacheco.

Perdemos mais uma...

Sem representante na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal e por esse motivo, enfraquecida politicamente, Poços de Caldas está perdendo para Pouso Alegre a Delegacia da Policia Rodoviária Federal. A informação foi confirmada pelo policial Ricardo Macedo da PRF. A delegacia foi extinta e virou posto da Delegacia PRF de Pouso Alegre. Com isso, quase metade do efetivo, provavelmente, será remanejado para trabalhar na Fernão Dias. E com a redução contínua de efetivo, futuramente o posto de Poços poderá ser fechado definitivamente.

Divergências políticas...

O empresário Waldir Miguel, presidente de honra do PTB e o médico João Batista Cioffi, vice-presidente do partido estão dando apoio ao candidato Ulisses Guimarães, que disputa uma vaga na Assembleia mineira. Apesar da boa convivência familiar, no campo da política esta não é a primeira vez que o ex-vereador João Cioffi deixa de dar apoio à irmã e também ex-vereadora Regina Cioffi (ex-PPS, depois PSC e agora PHS).  Essa divergência política vem desde o tempo em que João Cioffi perdeu as eleições para a Câmara em 2008. Para complicar a situação da candidata existe no ar dúvidas se conseguirá habilitar e registrar sua candidatura  ao pleito de outubro próximo. Complicado! 

Serviço mal feito

O secretário de obras adjunto da administração passada, Carlos Lúcio, de triste memória em sua passagem pela prefeitura, além, de estar condenado por improbidade administrativa junto como ex-prefeito Eloisio, no caso da contratação da empresa Projeta, corre também o risco de ter que prestar contas sobre as obras de revitalização da Rua Marechal Deodoro, onde, além de fiscal do governo era também o responsável técnico.

Na reunião ordinária de terça-feira o vereador Mauro Ivan apresentou requerimento solicitando informações do executivo sobre os defeitos que estão surgindo nas calçadas daquela rua, por sinal, muito mal feitas e questionadas durante a execução da obra.

Mauro Ivan pede no requerimento que o executivo proceda a uma análise do serviço e se necessário acione a empreiteira e por extensão o responsável técnico para prestar esclarecimentos.

Nervosinha...

Como estava previsto, o vice-prefeito Flávio Faria, participou na quinta-feira do programa “Boca Boa”, da Master Web Rádio, para se defender das críticas feitas pela presidente do Sindicato dos Servidores, Marieta Carneiro, no mesmo programa, sobre sua atuação nas negociações do acordo coletivo.

O vice-prefeito se defendeu da acusação de ter sido omisso durante as negociações, dizendo que a presidente do Sindserv deveria estar nervosa por algum outro motivo quando fez a acusação, uma vez que na reunião em que ela disse que o vice esteve presente apenas como “figurante”, não caberia mais nenhuma tratativa porque foi convocada apenas para assinar o que havia sido acordado entre as partes.

 Sobre a polêmica causada pela Instrução Normativa que muda o cálculo para cobrança do ITBI, Flávio disse que a medida é legal e quanto a compra de equipamento de informática para atualizar o valor venal dos imóveis, o vice afirmou que “isso não significa que o IPTU terá reajuste, trata-se apenas de uma atualização”.

Então, tá, né?

Promessa cumprida

O poços-caldense Ulisses Guimarães, ex-prefeito de Caldas e pré-candidato a deputado estadual, lembra em suas postagens no facebook, que uma de suas obras importantes no comando do executivo da vizinha cidade foi a que facilitou a vida das pessoas que se colocavam em risco todos os dias para transitar entre os bairros Terra Preta e Serra do paraíso, divididos pelo Rio Pardo. O ex-prefeito lembra que a obra foi uma após muito empenho para reunir R$ 900 mil para executar a obra em tempo recorde, uma conquista que em administrações anteriores nunca passou de promessa não cumprida.

Rodapé

Neste sábado, as 11 horas, com muita alegria, estaremos no campus da Unifenas para receber homenagem pelas nobres ações frente a imprensa local e regional. 

BLOG 15-JUN-2018

Câmara vai realizar audiência sobre empréstimo

Durou pouco a alegria dos vereadores que integram a bancada da situação e do próprio prefeito com a rejeição da proposta de audiência pública feita pela oposição para analisar e discutir o projeto de lei que autoriza o executivo a contrair empréstimo junto ao Banco do Brasil para financiar a compra de máquinas e equipamentos de informática para a atualização do valor venal dos imóveis com foco na cobrança do IPTU.

Na tarde de ontem o presidente da Câmara, Antonio Carlos Pereira, foi surpreendido pela entrega de um ofício do SINTRACON (Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil), solicitando a realização de uma audiência pública para tratar do mesmo assunto.

Após consultar os assessores legislativos, o presidente da Casa foi informado que teria que acatar a solicitação por se tratar de uma entidade, não sendo necessária a votação em plenário. Após uma reunião com a maioria dos vereadores (faltaram apenas Alvaro Cagnani, Joaquim Alves e Mauro Ivan), ficou decidido que a audiência pública será realizada às 15 horas do dia 22, ficando a votação do referido projeto de lei agendada para a reunião ordinária na terça-feira seguinte, dia 26.

Mesmo com a definição de que a audiência será realizada, os vereadores que votaram contra a primeira proposta de audiência, foram categóricos em afirmar que não irão ceder a pressão e que os votos necessários para aprovação do empréstimo estão garantidos. É esperar para conferir.

Não está descartada também a apresentação de outro ofício da mesma entidade ou de outra, solicitando audiência pública para discussão da Instrução Normativa sobre o ITBI.

Mudanças na CFEM...

A nova regra da mineração, assinada pelo presidente Michel Temer não foi boa para Poços de Caldas. Os municípios mineradores terão o valor da CFEM - Compensação Financeira Sobre Exploração Mineral – reduzido de 65% para 60%. A União e os estados reduzem a sua participação que, em tese, prejudica ainda mais os Municípios mineradores.

Os prefeitos de Poços – e principalmente os Secretários da Fazenda – nunca deram o devido valor a CFEM. De acordo com estudos já realizados em épocas passadas deixou-se de recolher, aqui em Poços, mais de 70 milhões que, na atual conjuntura, seria de grande valia para o prefeito Sérgio a fim de atenuar o déficit nas contas públicas.

Um extenso relatório realizado no período do prefeito Paulo Cesar Silva desapareceu das prateleiras da prefeitura constatando a existência desses valores a serem cobrados das empresas mineradoras aqui instaladas. Parte desses valores já está prescrito e com isso o município perdeu alguns bons milhões. É um caso típico de improbidade administrativa que daria muita dor de cabeça aos nossos gestores.

É ver onde anda esse relatório e cobrar. Apenas isso!

E os cartões de crédito?

A Câmara que tem como uma de suas atribuições fiscalizar os atos da administração e deveria questionar como estão os estudos para o recolhimento do ISSQN referente aos cartões de crédito. Pelos estudos realizados (mais um...) deixa-se de arrecadar, só aqui na santa terrinha, mais de 10 milhões por ano. Será que os nobres vereadores sabiam disso?

Candidato da Rede já tem vice

Eduardo Lucas (Rede) é o pré-candidato a vice-governador ao Palácio da Liberdade na chapa do pré-candidato do mesmo partido, João Batista Mares Guia. Eduardo Lucas afirmou que sua colocação na chapa começou a ser construída quando ele aceitou o convite para integrar a legenda. Lucas é empresário e urbanista e disputou as eleições de 2016 como candidato a vice-prefeito de Juiz de Fora pelo PPS. Mares Guia foi o primeiro, entre os pré-candidatos ao governo de Minas, a lançar o nome de seu vice em um evento, em Juiz de Fora.

Fim dos canudinhos?

Os canudinhos de plástico estão com os dias contados nos quiosques, bares e restaurantes do Rio. A Câmara dos Vereadores aprovou uma lei que obriga os comerciantes a substituí-los por um similar, feito de papel biodegradável. Agora, falta apenas a aprovação do prefeito.

Outros municípios estão seguindo a iniciativa dos cariocas. Pegando carona em projeto aprovado no Rio, o deputado Dalmo Ribeiro apresentou na Assembleia Legislativa proposta que proíbe a comercialização e distribuição de canudos plásticos em bares, restaurantes e similares. Um bom tema para o vereador Gustavo Bonafé, nosso Suplicy Sulfuroso, grande defensor do meio ambiente.

Acendendo velas

Condenado em primeira instância por improbidade administrativa, em ação civil pública aberta pelo Ministério Publico por causa da contratação por R$ 5,7 milhões, da empresa de engenharia Projeta, sem licitação e tendo como base em ata de contratação feita pela prefeitura de Mariana da mesma empresa, o ex-prefeito Eloisio Lourenço reza e acende velas para que o Tribunal de Justiça do Estado não julgue recurso da ação antes do dia 15 de agosto, data limite para o registro de candidatura.

Caso o TJMG julgue a ação procedente e mantenha a condenação do ex-prefeito antes do registro da sua candidatura ele será considerado ficha suja, ficando impedido de se candidatar a deputado.

Haja coração para aguentar tanto suspense.

Menos escrituras

A polêmica em torno da legalidade ou não da Instrução Normativa que altera o cálculo para cobrança do ITBI - Imposto de Transmissões de Bens Imóveis – está provocando redução considerável no número de escrituras lavradas no Cartório do Registro de Imóveis. Diante de um quadro incerto e da cobrança sobre o valor venal do imóvel atualizado, segundo alguns corretores, muitos estão preferindo o chamado contrato de gaveta, aguardando o desfecho da polêmica para saber como ficará o assunto. Alguns já pensam em depositar o valor na justiça para contestar a cobrança.

Burocracia pode atrasar indústria

Uma fonte que merece crédito informou que a empresa cervejeira espanhola Estrella Garcia poderá suspender temporariamente os investimentos na indústria que está sendo implantada no distrito industrial por causa de atraso na liberação do licenciamento ambiental e outros tramites legais, entre eles a chegada das redes de água e esgoto.

Quem acompanhou as tratativas entre a prefeitura e a direção da empresa viu que o prefeito Sérgio Azevedo não mediu esforços para viabilizar a vinda desta importante indústria para o município. Viajou inclusive para a Espanha onde está localizada a matriz da empresa. No entanto, é preciso que a prefeitura, dentro das suas possibilidades acelere os compromissos que cabem ao município e que constam do protocolo de intenções e que também auxilie os empresários no que for possível para a obtenção das licenças que o empreendimento necessita para dar andamento ao cronograma da obra.

Segundo informação do secretário de planejamento Tiago Cavelagna o projeto de edificação está em fase final de aprovação, o licenciamento do Distrito Industrial está em andamento e o licenciamento ambiental da fábrica cabe à própria empresa.

Ajudando a APAE

Atitude das mais simpáticas e que demonstra espírito de solidariedade humana foi tomada pela jovem empresária Janaina Molinari, proprietária de loja de roupas infantis na Rua Assis Figueiredo que de forma espontânea promoveu um desfile nas dependências do Pálace Hotel e aproveitou o evento para arrecadar alimento para os assistidos da APAE - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais -, contabilizou mais de 1.500 litros que foram entregues a instituição.

Agora vai?

O grupo responsável pelo estudo e elaboração do Plano Municipal de Mobilidade Urbana, a cargo da Universidade Federal de Itajubá (campus de Itabira), fez sua primeira visita para conhecer a cidade e seus problemas no que diz respeito a mobilidade urbana, que são muitos e de difícil solução.

Esta foi a primeira visita do grupo a Poços, com a promessa de no mês de agosto apresentar os primeiros resultados desse estudo, passando então a discutir com o executivo, legislativo e representantes de classes ligadas a construção civil, transporte e demais segmentos da sociedade interessadas os detalhes do plano.

Uma coisa parece certa, sem a execução de obras viárias de médio e grande porte, que exige investimentos, dificilmente o plano terá sucesso uma vez que a cidade possui gargalos nas três principais vias que ligam o centro da cidade as zonas leste, oeste e sul.

Mesmo que o plano seja aprovado até o final do ano, as intervenções que serão necessárias ainda vão depender de projetos e da busca de recursos externos uma vez que o município não reúne condições financeiras para executar as obras.

Rodapé

Pelo visto os vereadores de oposição utilizaram a estratégia do laço húngaro (vencer sem enfrentar) para alcançar o objetivo.

BLOG 14-JUN-2018

Vitória de Pirro...

Para o vereador Paulo Tadeu, a comemorada vitória obtida pela bancada do prefeito na votação do requerimento que propunha a realização de audiência pública para discutir o empréstimo junto ao Banco do Brasil, e a ilegalidade da Instrução Normativa que alterou o cálculo para cobrança do ITBI foi um grande erro.

O vereador petista alerta para o tamanho do erro cometido pelos seus companheiros de legislativo e na audiência pública sobre a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), realizada ontem, fez duras críticas a Instrução Normativa, deixando o secretário da Fazenda, Alexandre Lino, com a pulga atrás da orelha.

Se constatada que realmente a Instrução Normativa do ITBI é ilegal, pode sobrar uma ação judicial e até mesmo uma indenização por improbidade administrativa para o secretário que é servidor de carreira na prefeitura.

Ao final da Audiência o secretário deixou a Câmara demonstrando estar bastante preocupado com o problema que deve voltar a pauta do legislativo na próxima reunião ordinária.

Atrasadinho...

O prefeito Sérgio Azevedo não costuma chegar atrasado aos compromissos oficiais, mas ontem pela manhã foi o último a dar o ar da graça na solenidade comemorativa da Policia Militar. realizada no Hotel Nacional. Seus colegas prefeitos da região já estavam todos a postos quando ele chegou. Consequência, talvez, da comemoração da vitória na Câmara na noite anterior. Deve ter aberto um Skol litro super gelada para festejar.

Ninguém segura

A vereadora Maria Cecilia Opipari (Ciça) mão esconde a satisfação por ter garantido legenda para se candidatar a deputada federal. Durante a campanha terá direito inclusive a vídeo especial gravado pela ex-presidente Dilma Rousseff pedindo votos para a candidata. O ex-prefeito Eloisio, que já foi elogiado pela ex-presidente como sendo uma das maravilhas da cidade deve morrer de inveja.

Acordou?

Ao que parece o vice-prefeito Flávio Faria decidiu reagir às críticas feitas pela presidente do sindicato dos servidores que o acusou de ter se omitido nas negociações que envolvem o sindicato e a administração municipal.

Como a acuação da dirigente sindical foi feita no programa “Boca Boa”, da Master Web Rádio, Flávio pediu espaço no programa que vai ao hoje das 17 às 18 horas, para rebater a presidente do sindicato. Segundo Silas Lafaiete, apresentador do programa, Flávio não aceita a acusação de que foi apenas um figurante em todas as reuniões que trataram do assunto.

Cobrando a fatura

Os nove vereadores que votaram a favor do governo e contra a oposição na terça-feira já podem cobrar a fatura. Por determinação do chefe do executivo eles terão prioridade no atendimento de suas reivindicações. Os demais vão passar a pão e água daqui prá frente.

No prejuízo

A nova regra da mineração, assinada pelo presidente Michel Temer esta semana não foi nada boa para Poços de Caldas Os municípios mineradores terão o valor da CFEM - Compensação Financeira Sobre Produtos Minerais – reduzido de 65% para 60%. A União passa de 12% para 10%, os municípios não produtores, mas que sofrem impacto da mineração de zero para 15% e os estados de 25% para 15%.

Sem resposta

Durante entrevista no Boca Boa, na Master Web Rádio, programa apresentado por Silas Lafaiete, o secretário de saúde Flávio Togni de Lima e Silva disse que o Estado já deve aos hospitais Santa Lúcia e Santa Casa, mais de R$ 22 milhões e que o prefeito Sérgio Azevedo protocolou junto a assessoria do governador Fernando Pimentel, em agosto do ano passado, solicitação de audiência para tratar do assunto. É aconselhável esperar sentado para não cansar.

Entusiasmo

A vitória diante da oposição na votação do projeto de lei sobre o requerimento que propunha audiência pública para tratar do empréstimo do Banco do Brasil deixou os vereadores da base entusiasmados. Descobriram que Juntos, Podem Mais. É cedo ainda para medir até onde vai este clima de euforia, afinal de contas, o ex-amigo Albert Mareca, porta voz da oposição já deu início a campanha contra os vereadores que rejeitaram a proposta. Resta saber até onde eles vão resistir a pressão daqueles que não querem nem ouvir falar em aumento de impostos.

No turismo

Uma fonte ligada ao governo municipal disse ontem em off que a estratégia de colocar o suplente de vereador Marcos Sansão na Câmara continua em análise na casa amarela. O primeiro suplente tucano assumiria no lugar do vereador Bonafé, que seria deslocado para a secretaria de turismo onde o titular da pasta não vem correspondendo. Para o lugar de Santão na Secretaria de Defesa Social a intenção é abrigar um dos quatro integrantes que serão demitidos do Conselho de Administração do DME.

Muitos elogios

O dinâmico Secretário de Serviços, Públicos Thiago Biagioni, esteve ontem mais uma vez no Canal Aberto, programa da TV Poços, para falar sobre as atividades da sua pasta e responder as perguntas dos telespectadores. Como sempre, foi muito elogiado pelos telespectadores e anunciou que a secretaria está adquirindo novos brinquedos para substituir os antigos nos diversos parquinhos infantis espalhados pela cidade.

A fonte vai secar

O sentimento nos meios publicitários mineiros é de desânimo e prostração. As agências estão sem perspectivas: o mercado privado parou de investir em publicidade, e o setor público não poderá contratar durante a campanha eleitoral. O prazo limite para contratação e divulgação de propaganda institucional dos governos estaduais e da União será 30 de junho. Para piorar, os débitos do governo estadual com as empresas se acumulam. Os próximos meses de anunciam de seca histórica no setor.

As mordomias do governador

O governo de Minas Gerais vai gastar quase R$ 900 mil para abastecer as cozinhas de três palácios oficiais: das Mangabeiras, residência do governador Fernando Pimentel (PT); Tiradentes, gabinete do petista dentro da sede oficial do governo; e da Liberdade, museu fechado ao público por Pimentel no início de sua gestão e utilizado para reuniões da equipe de governo e recepção de autoridades. Os itens que compõem a licitação chamam atenção pelo requinte. As cozinhas dos palácios da Liberdade, Mangabeiras e Tiradentes serão abastecidas com 28 tipos de queijos e seis requeijões nacionais e importados.

No item "carne e pescados", serão adquiridos camarões GGG (35 quilos por R$ 7.700), camarão rosa (35 quilos por R$ 5.950), bacalhau (120 quilos por R$ 10.560), salmão (320 quilos por R$ 25.536), salmão defumado (25 quilos por R$ 4.999), badejo (90 quilos por R$ 7.650), além de ossobuco de carne bovina (100 quilos por R$ 4.303).

Os gastos com "frios" preveem a aquisição de itens como queijo parmegiano reggiano (7 quilos por R$ 2.170), queijo pecorino (10 quilos por R$ 3.260), queijo grana padano (10 quilos por R$ 2.050) e presunto parma (200 quilos por R$ 7.200,00).

O problema está na lei

A construção de prédios de apartamentos no bairro Elvira Dias e de maneira geral por toda a cidade voltou a pauta da Câmara de Vereadores que querem informações do executivo a respeito desta verticalização. Simples, se o construtor apresenta projeto para construção de um edifício e o projeto cumpre todas as normas estabelecidas para a construção, não há como a Secretaria de Planejamento negar autorização. O problema não está na prefeitura, mas sim, nas leis que os próprios vereadores aprovaram. Se quiserem corrigir algum problema, basta mudar a lei. Simples assim.  Certo, excelências?

Presidente do PTB apoia Ulisses

O empresário Waldir Miguel, presidente de honra do PTB, aproveitou o intervalo da solenidade comemorativa ao aniversário da Policia Militar ontem, para abraçar e mais uma vez declarar apoio a candidatura de Ulisses Guimarães, filiado ao partido. Estava acompanhado do vice-presidente da Caldense, Marcelo Salles. Ulisses que é pré-candidato a uma vaga na Assembleia Legislativa, já tem o apoio do pré-candidato a deputado federal Carlos Mosconi e também do prefeito Sérgio Azevedo que espera contar nos dois anos finais do seu mandato com representação na Assembleia e na Câmara Federal.

Rodapé

Vice-prefeito x presidente do sindicato. Essa chapa vai esquentar.

BLOG 13-JUN-2018

Vereadores da base impõem derrota a oposição

O governo municipal obteve ontem significativa vitória contra os vereadores de oposição que tentavam, através de um requerimento propondo a realização de audiência pública, prorrogar o prazo com a finalidade de inviabilizar o financiamento de R$ 10 milhões oferecidos pelo Banco do Brasil, para a compra de máquinas para equipar as secretarias de obras e serviços públicos, ambulâncias para a saúde e também ferramenta de informática para o recadastramento de imóveis em todo o município.

Através do requerimento número 563, o vereador oposicionista Paulo Tadeu propunha a realização de audiência pública para análise do processado legislativo que contém projeto de Decreto Legislativo que “susta a aplicação da Instrução Normativa que dispõe sobre guias de ITBI – Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis”.

Na mesma audiência o vereador solicitava que fosse incluído o processado legislativo que contém “projeto de lei que autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito com o banco do Brasil”.

No dia anterior a reunião da Câmara o prefeito reuniu os vereadores da base para unificar a linguagem na defesa dos projetos de interesse do governo e deixou claro que a proposta de audiência legislativa feita pela oposição não tinha outro objetivo a não ser atrasar o processo até inviabilizar o empréstimo junto ao banco.

A derrota do requerimento por 9 a 5 é um indicativo de que a administração acordou para o fato de que a base do governo estava dividida no legislativo, e faltava diálogo e comunicação para aprovar os projetos de interesse do executivo.

A rejeição ao pedido de audiências significa meio caminho andado para a aprovação do projeto de lei que trata do financiamento junto ao Banco do Brasil.

Bonafé mostra liderança

Na reunião ordinária de ontem, o vereador Gustavo Bonafé (PSDB), deu mostra de que reúne melhores condições para assumir a liderança da bancada da situação que o atual líder, Alvaro Cagnani. Segundo informações de bastidores, Bonafé está buscando se credenciar junto ao comando da administração e aos seus colegas para assumir futuramente a presidência da Casa.

Secretário esclarece situação de indústria

Sempre atento as notícias que dizem respeito a Secretaria de Planejamento, o titular da pasta, Tiago Cavelagna esclarece nota publicada no blog na edição de ontem sobre a instalação da indústria cervejeira Estrella Galícia no distrito industrial. Segundo informação do secretário, o projeto de edificação da indústria espanhola está em fase final de aprovação na sua pasta.

Quanto ao licenciamento ambiental, o secretário esclarece que isso é de responsabilidade da própria empresa. Já no que diz respeito ao licenciamento ambiental, segundo Tiago, o projeto está em andamento, mas isso em nada impede a continuidade da instalação da empresa no distrito industrial.

Quanto a implantação de redes de água e esgoto, segundo informou o secretário, são obras que estão á cargo do DMAE.

Contra os pombos

Um requerimento de autoria do vereador Carlos Roberto e Oliveira Costa, apresentado durante o expediente dos vereadores na reunião de ontem à tarde na Câmara sobre melhorias na Escola Vitalina Rossi, resultou em discussão sobre a necessidade de elaboração de uma lei municipal que impeça os pombos de invadir os telhados e outras dependências dos prédios públicos.

Assim como em São Paulo, onde uma lei aprovada recentemente, que proíbe alimentar ou abrigar pombos na cidade de São Paulo, de autoria do vereador Gilberto Natalini (PV), e que foi sancionada pelo prefeito Bruno Covas, estipulando multa de R$ 200 em caso de descumprimento da norma, os vereadores de Poços pretendem elaborar um anteprojeto de lei com a mesma proibição.

A partir desta lei, os proprietários de imóveis na capital paulista em que houve infestação de pombos estão obrigados a usar redes ou outros obstáculos para impedir o acesso das aves. Também foi proibida a venda de “alimentos para pombos” nas vias públicas da capital paulista.

Durante a discussão do requerimento, o vereador Gustavo Bonafé disse que dias atrás, quando pilotava sua bicicleta pelas ruas centrais, foi “premiado” com uma descarga intestinal involuntária de uma dessas aves. Mesmo atingido, se manteve firme na direção da bicicleta.

Nomeação

O diário oficial do município trouxe em sua edição de ontem o Decreto de número 12.643, onde o prefeito Sérgio Azevedo nomeia para exercer o cargo de função gratificada de Assessora de Gabinete do Procurador Geral a servidora Renata de Oliveira Cunha, que por quatro administrações seguidas vem demonstrando competência para ocupar cargos de confiança no setor jurídico da prefeitura.

Mais encrenca

Depois de protestar contra a administração por não cumprir cláusula do acordo coletivo, o sindicato dos servidores ameaça agora com ações na justiça reclamar contra a não regulamentação da Guarda Municipal, mais a alteração no cálculo do divisor de horas extras e já convocou assembleia dos médicos que atuam no sistema público de saúde para reclamar sobre a carga horária, valorização dos profissionais e deliberações para a categoria. Isso porque o prefeito em seu discurso de posse disse que os servidores talvez não tivessem uma segunda oportunidade de ter um servidor como prefeito. É... dá para perceber.

Imprensa menos confiável

O jornalismo não escapa à crise confiança no país. O Datafolha mostra um rombo na credibilidade da imprensa, hoje muito confiável apenas para 16% e nada confiável para um enorme contingente: 37% dos brasileiros. A desconfiança é mais que o dobro da confiança. Considerando os 45% que confiam pouco, tem-se uma maioria esmagadora de 82% acompanhando o noticiário com uma pulga atrás da orelha. Em junho de 2017, no mesmo Datafolha, as notícias tinham muita confiabilidade para 22% e nenhuma para 28%. De lá para cá, portanto, a confiança na imprensa desabou seis pontos percentuais. E a desconfiança disparou nove.

Mais apoio

O pré-candidato Ulisses Guimarães (PTB), ganhou significativo reforço a sua campanha para a Assembleia Legislativa com Marcelo Salles, vice-presidente da Associação Atlética Caldense e diretor do Biosalli – Laboratório Clínico além de membro atuante da maçonaria.

Por falar...

Em Marcelo, o ex-presidente do Partido Verde (PV), foi um dos primeiros a declarar apoio ao prefeito Sérgio Azevedo, tendo participado ativamente da campanha pela sua eleição. No final deste mês Marcelo deixa o Conselho de Administração do Grupo DME e faz por merecer uma oportunidade no primeiro escalão do governo.

Rodapé

Bonafé logo após ser atingido pela “descarga” de um pombo: que tiro foi esse?

BLOG 12-JUN-2018

Empréstimo volta à pauta

Na tentativa de aprovar o projeto de lei que autoriza o município a contrair empréstimo de R$ 10 milhões, junto ao Banco do Brasil para a compra de máquinas e equipamentos de informática, o comando do executivo reuniu ontem os vereadores da bancada. Ao final da reunião o clima era de otimismo com a aprovação do projeto com a administração contabilizando como certos oito votos da bancada.

Já pelos lados da oposição um requerimento solicitando a realização de uma audiência pública para tratar do projeto deve ser proposta durante a reunião desta terça-feira. A estratégia da oposição é enrolar e ganhar tempo até o final do mês e depois empurrar o projeto por mais um tempo até inviabilizá-lo pela falta de tempo para ser colocado em prática ainda este ano. Audiência pública neste caso serviria apenas como medida politica para protelar a votação do projeto.

Ao final da reunião com os vereadores ontem, o clima na chefia do executivo era de confiança na aprovação do projeto que marcaria uma nova postura no relacionamento do executivo com os vereadores da bancada.

Último gole

A secretaria de obras aguarda apenas o término do serviço que está sendo executado pelo DMAE na Rua Pernambuco, altura do mercado municipal, para expedir ordem de serviço para que a empreiteira contratada execute o último lote de asfaltamento que consta do financiamento feito na administração passada. A partir daí, asfalto novo só com recurso da própria prefeitura.

Desempregados

Quatro conselheiros que fazem parte do Conselho de Administração do Grupo DME vão engrossar o índice de desempregados a partir do dia 30 deste mês, quando entra em vigor a chamada lei das estatais. Como não preenchem os requisitos constantes da nova lei serão dispensados de suas funções. São eles: Marcelo Salles, Jonei Eiras, Marcus Togni e Maria José Scassiotti. O quarteto passará a integrar a fila que aguarda uma boquinha na administração tucana, que por sinal, é bastante longa.

Desapareceu

Muita gente está a se perguntar por onde anda o vice prefeito Flávio (mão de veludo) Faria nesta fase em que o prefeito anda batendo de frente com os vereadores, sindicato e professores. Como ex-presidente do sindicato dos servidores, ex-vereador e professor da rede municipal, o mínimo que se esperava do vice é que desempenhasse o papel politico do governo intermediando conflitos nas três áreas que interferem diretamente na administração. Dá impressão que o vice adotou o estilo avestruz.

Está faltando água...

Depois de tanta pompa e circunstancia com relação à implantação de uma fábrica de cerveja em nossa cidade parece que a coisa começa a se complicar. Corre pelos corredores da Casa amarela que os investidores espanhóis estão preocupados com a falta de iniciativa das nossas autoridades que até  presente momento não conseguiram levar agua para as instalações e não existe o licenciamento ambiental do empreendimento. Essas eram duas das obrigações da prefeitura na assinatura do acordo com a empresa espanhola.  Os investimentos deverão ser paralisados e as contratações suspensas até que a Secretaria de Planejamento tome as medidas necessárias.

No Canal Aberto

O entrevistado de ontem no Canal Aberto, programa que vai ao ar diariamente pela TV Poços, apresentado por Antonio Carlos Pereira em parceria com a jornalista Ivonete Door, foi o secretário de saúde Flávio Togni de Lima e Silva que por sinal, vem correspondendo de maneira satisfatória à frente do cargo que assumiu no lugar de Carlos Mosconi. Flávio recebeu muitos telefonemas com perguntas e elogios ao seu trabalho.

Ofensa aos servidores

O diretor do Museu da prefeitura, Yuri Almeida (Rede), ofendeu os servidores municipais em uma postagem nas redes sociais, quando disse que se o projeto de lei que está tramitando no Senado for aprovado vai permitir a demissão de servidores públicos estáveis por ineficiência na função. Segundo Yuri, nesse caso voaria pena na prefeitura, “ô lugar prá ter servidor gente ruim”. A afirmação do ocupante de cargo de confiança merece uma resposta do sindicato da classe e da própria administração, a não ser que o prefeito tenha a mesma opinião que o subordinado. Se fosse para dispensar gente ruim de serviço, com certeza Yuri seria o primeiro da fila.

Torcida

Os vereadores petistas Paulo Tadeu e “Ciça” rezam e acendem velas para que o ex-prefeito Eloisio seja eleito deputado estadual para tirá-lo do caminho na próxima eleição municipal. Ou que pelo menos Pimentel seja reeleito para arrumar algum cargo no governo para o ex-prefeito. Se nenhuma das duas coisas der certo, Eloisio dificilmente abrirá mão de ser o candidato a prefeito em 2020.

 Grana curta

Quem está acostumado a prestar serviço em campanhas eleitorais terá dificuldade em ser contratado nesta eleição por qualquer um dos candidatos. A grana do fundo partidário além de curta é bem vigiada e nenhum empresário está a fim de burlar a lei fazendo doações por fora aos candidatos. Anastasia já avisou que a campanha será pobre e até recusou indicações de Andreia Neves para contratações. Por aqui, Mosconi, Eloisio, Ulisses, Marcos Eduardo, Regina Cioffi e Mauro Tramonte também já sinalizaram que suas campanhas tem pouco recurso. Nenhum deles quer fazer loucuras para não contabilizar dívidas após a eleição.

Novo líder?

Ainda que de maneira discreta, Gustavo Bonafé vem assumindo o papel de articulador da bancada da situação, auxiliando o líder nas conversas e explicações de projetos de interesse ao governo e que estão tramitando na Casa. Tudo leva a crer que na próxima escolha do líder da bancada Álvaro Cagnani cederá seu lugar para o companheiro de partido.

Ulisses em Congonhal

Convidado pelos prefeitos Augusto, de São Sebastião da Bela Vista, Alexm de Heliodora e André, de Borda da Bata, o pré-candidato a deputado estadual pelo PTB, Ulisses Guimarães eteve na noite de sexta-feira na cidade de Congonhal para prestigiar o rodeio da ACF do Brasil e o show da dupla sertaneja Zé Neto e Cristiano.

Rodapé

Com estilo parecido com o senador, Gustavo Bonafé já está sendo chamado de Suplicy Sulfuroso.

BLOG 11-JUN-2018

Arrumação da base

A semana deve ser de muita conversa entre os vereadores da base aliada e o comando do executivo tendo em vista o envio para a Câmara de projetos de relevância, importantes para os planos da administração tucana a partir do segundo semestre. Entre eles está o que promove alterações na Lei 111, que criou as empresas municipais de energia elétrica e que precisa ser adaptado as novas normas estabelecidas pela lei das estatais.

Faltou explicação

Embora a oposição esteja tentando passar para a população que parte do empréstimo (R$ 4,5 milhões), pleiteados pelo prefeito junto ao Banco do Brasil, para compra de software, e hardware (programas de computador), faltou ao executivo explicar tanto para os vereadores como para a população o que será feito com esse dinheiro que inclui sim a compra da ferramentas tecnológicas, mas também pagamento de pessoal para efetuar o recadastramento dos imóveis.

Se tivesse uma comunicação eficiente e melhor diálogo com os vereadores o prefeito não estaria agora sendo acusado de incoerência por ter prometido uma coisa como vereador e estar fazendo outra como prefeito.

Já foi pior...

Se o prefeito Sérgio Azevedo anda insatisfeito com os vereadores tanto da base, como da oposição, dá para imaginar como seria o seu governo se na Câmara ainda tivesse assento os vereadores Lical, João Cioffi, Montigelli, Rovilson de Lima, Ana Guerra, Paulinho Courominas, Regina Cioffi, todos cascas de ferida que infernizaram a vida dos prefeitos em administrações passadas. Perto deles, hoje no legislativo só tem anjos.

Venda de ativo

O governo municipal continua firme no propósito de selecionar algumas dezenas de imóveis que fazem parte do ativo da prefeitura para vender em leilão. Diariamente vemos a publicação de atos oficiais nomeando comissão para avaliação de terrenos e outros tipos de imóveis que serão leiloados para fazer caixa, junto com a venda do antigo Complexo Santa Cruz. A intenção do é juntar dinheiro para pelo menos dar início a construção do Centro Administrativo em área desapropriada na zona sul.

Por sinal o prefeito esteve visitando o local e ficou entusiasmado com o projeto. Mesmo sendo engenheiro da secretaria de obras, não conhecia detalhes da proposta que nasceu na segunda gestão do prefeito Navarro.

Caso Anastasia saia vitorioso na eleição, com certeza irá cumprir a promessa de liberar recursos para a construção, em área próxima, do tão aguardado Centro de Convenções.

Era uma vez...

Se alguém ainda mantinha alguma esperança de Poços de Caldas ser premiada com uma unidade da rede Walmart, que chegou a dar início a construção em área próxima ao shopping, pode tirar o cavalo da chuva. A rede varejista americana foi vendida para outro grupo e está se retirando do país. Seus novos proprietários não tem plano para expandir as unidades físicas, preferindo investir em vendas pela internet.

Área de lazer

A zona leste está próxima de ganhar uma enorme área de lazer, toda arborizada e iluminada. O projeto em gestação na Secretaria de Serviços Públicos através do secretário Thiago Biagioni (sempre ele), já tem o sinal verde do prefeito. A intenção é aproveitar enorme área verde, propriedade do município, localizada às margens da estrada do Bianucci, próximo ao trevo de acesso ao bairro Azaléia e transformá-la em parque. A inauguração deve ser uma das ações de governo a ser marcada para a semana do aniversário da cidade.

Alterações no DME

A Lei 13.303 de 30-06-2016, conhecida como a lei das estatais, além de requalificar os futuros dirigentes dos conselhos do DME, na Seção VII, Art. 24 e parágrafos, determina a criação Do Comitê de Auditoria Estatutário, que deverá ter no mínimo 03 (três) e, no máximo 05 (cinco) membros, em sua maioria, independentes.

Quanto ao Conselho de Administração, será formado por 07 (sete) membros, sendo que pelo menos 01(um) deverá ser do quadro de funcionários da empresa pública. Dos membros do atual Conselho de Administração, de acordo com a nova Lei das Estatais, apenas o engenheiro Cicero Machado de Morais se qualifica para o cargo.

Detalhe: se até 30-06-2018, a Lei Complementar 111/2010, não estiver sido adaptada, votada, aprovada e sancionada, valerá para o caso a Lei Federal 13.303, de 30-06-2016.

Mosconi esclarece nota

A respeito de nota publicada sábado pelo blog, a assessoria do Dr. Carlos Mosconi, esclarece que nas audiências dos processos que o ex-deputado move contra os internautas Alberto Silva, Pollyanna e Pedro Alencar, “ao contrário do que fora informado pelo Pedro em um vídeo gravado na data de sexta-feira, Mosconi informou previamente a justiça sua ausência nas audiências, devido a compromissos na capital, vez que fora convidado a palestrar no XIX Congresso Mineiro de Urologia. Desta forma, fora requerido o arquivamento do processo para que fosse feita posterior reabertura, o que ocorreu na data de sexta-feira, vez que o juizado não aceita representação da parte em audiência. Quanto ao Alberto e Pollyanna, muito embora tenhamos localizados diversos endereços em processos já existentes, não obtivemos êxito na citação. Desta forma, caso alguém saiba o paradeiro de ambos, ficaríamos satisfeitos com a informação!”.

Seis por meia dúzia

Se a estratégia da administração é levar o suplente Marcos Sansão de volta para a Câmara e com isso melhorar o embate com a oposição, vai perder tempo. O histórico do vereador na Câmara mostra que como oposição ao governo anterior, ele não levou nenhuma vantagem nos embates em plenário com o petista Paulo Tadeu. E quem conhece sabe que defender propostas da situação sempre é mais difícil. Esse talvez seja o motivo pelo qual Sansão prefere continuar como secretário.

Dilma candidata

Na reunião realizada na última sexta-feira em Contagem para o lançamento da candidatura Lula a Presidência, também foi decidido pelo comando do partido que Dilma Rousseff vai mesmo se candidatar ao Senado. A estratégia faz parte do plano do ex-presidente para manutenção do PT. E o que Lula manda ninguém discute.

Sem rumo

Pelo que se lê no noticiário politico dos últimos dias, as candidaturas ao governo do estado de Márcio Lacerda (PSB) e Rodrigo Pacheco (DEM), ainda não estão cem por cento confirmadas e ambas podem naufragar dependendo de acordos na esfera federal. Lacerda não descarta aceitar convite de Ciro Gomes para ser o seu vice, enquanto que aliados de Pimentel se dividem num provável convite ao ex-prefeito de BH para ser vice de Lula.

Quanto a Rodrigo Pacheco, com a candidatura de Rodrigo Maia a presidente naufragando, seu caminho natural será compor chapa com seu padrinho Anastasia na condição de candidato ao Senado. O ex-deputado Diniz Pinheiro já desistiu da corrida ao governo para concorrer a uma vaga no Senado.

Pelo cenário de momento a disputa, mais uma vez, ficará entre o PT de Fernando Pimentel e o PSDB de Antonio Anastasia. Quanto a Dilma Rousseff, embora tenha transferido seu domicilio eleitoral para Minas ainda não se sabe se será candidata a algum cargo eletivo.

Ulisses em Caxambu

Em busca de apoio para a sua candidatura a deputado estadual pelo PTB, o poços-caldense Ulisses Guimarães está visitando mais de 40 cidades da região sul do estado. No sábado esteve em Caxamu onde foi recebido pelo seu amigo Diogo Curi, prefeito daquela cidade e com quem conversou sobre o futuro e as necessidades do município. Em companhia do prefeito, Ulisses visitou a 37ª Exposição Especializada Sociedade Rural do Sul de Minas onde foi abraçado pelos amigos que dirigem a associação. Aproveitou também para rever amigos que com ele cursaram medicina veterinária na PUC-Poços.

Rodapé

Pelo menos dois ocupantes de cargos de primeiro escalão (uma secretária e um secretário), já ganharam o apelido de papagaios de piratas por estar sempre ao lado do prefeito nas fotos.

Tenha você também a sua rádio