Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Mais arquivos você lê em http://blogdopolli.zip.net

BLOG 12-DEZ-2017

No Conselho

A denúncia feita na internet pelo ex-secretário de esportes Albert Mareca, a respeito de um suposto superfaturamento no aluguel de peças para enfeites de Natal em contratação feita pela DMED junto a empresa Luz e Forma, será um dos assuntos que serão colocados em pauta para ser analisado pelo Conselho de Administração do grupo DME, a pedido do conselheiro Marcelo Salles. A reunião está marcada para esta terça-feira e os conselheiros devem solicitar que a direção da distribuidora apure os fatos e. se a denúncia não for verdadeira, que exija retratação pública por parte do denunciante.

Termoelétrica

A Alcoa que não continua deixar nada sem resposta, ainda não se manifestou a respeito do projeto de construção de uma usina termoelétrica na sua antiga fábrica de alumínio. O projeto consta do anuário de 2017 distribuído pela Fiemg sobre novos projetos industriais no Estado. Ainda não se tem notícia de quando a usina será construída e nem qual o combustível que será utilizado, se o carvão mineral, gás natural ou petróleo.

Se chover...

A Secretaria de Obras está com um tremendo abacaxi para resolver na Av. Mansur Frahya, onde a calha do rio vinha sendo alargada com a retirada de parte da encosta. Uma enorme máquina retroescavadeira hidráulica, que fazia o serviço de desassoreamento do ribeirão acabou sendo sugada pelas águas e parte do barranco do lado esquerdo desmoronou. Agora o trabalho está sendo feito em ritmo mais lento por uma máquina menor. Em caso de uma chuva forte ninguém sabe o que pode acontecer. É melhor prevenir oferecendo alguns ovos para a Santa Clara pedindo para que ela segure a chuva pelo menos por mais uma semana. Por coincidência, o acidente ocorreu alguns metros abaixo de onde, no governo Paulo Tadeu, o mesmo serviço estava sendo feito e um descuido acabou derrubando parte da estrutura de concreto do monotrilho. Até hoje a pendenga judicial se arrasta no Judiciário, sem solução. 

Carnaval

Nem mesmo passou a época de Natal e a secretaria de turismo já pensa no carnaval de 2018 que tudo leva a crer, continuará sem o desfile das escolas de samba. O diário oficial publica nesta terça-feira, um chamamento da secretaria convidando os artistas em geral a apresentarem propostas para compor parte da programação artística para o evento.

Governo caloteiro (I)

A situação dos municípios mineiros está cada dia pior com a falta de recursos, aliada ao calote do Governo do Estado que, das dez parcelas mensais de 2017 do transporte escolar, ainda falta o depósito de cinco, estimado em R$ 160 milhões. Em relação aos repasses para a manutenção dos serviços de saúde, segundo levantamento do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais, a dívida chega a R$ 2,5 bilhões. Já sobre o repasse do ICMS aos municípios, que deve ser realizado todas as terças-feiras, a Associação dos Municípios Mineiros diz que a dívida é de cerca de R$ 780 milhões.

Governo caloteiro (II)

Mas o que já está ruim pode ficar ainda pior. Falta de repasse aos municípios, remunerações de servidores parceladas e pagas com atraso, dívidas com fornecedores e vários outros problemas financeiros. Esse é o cenário de Minas Gerais, que pelos próximos dois anos vai ter que apertar ainda mais os cintos e economizar para evitar que o crescimento das despesas superem a inflação acumulada em 2018 e 2019. Isso é o que prevê a contrapartida do Plano de Auxílio aos Estados. Na prática, isso autoriza a administração estadual a alongar em 20 anos o prazo de pagamento de sua dívida com o governo federal, com aumento gradativo das prestações.

Café com a imprensa

A Unimed promove esta tarde, a partir das 15 horas, um café com a imprensa para comemorar os 26 anos da Cooperativa e o Balanço Oficial da 1ª. Corrida Unimed Poços que foi um sucesso. Agradecemos o convite e vamos marcar presença.

No Canal Aberto

Márcio de Oliveira, que está deixando o cargo de presidente da Associação Comercial, esteve ontem no Canal Aberto da TV Poços. Declarou que vai deixar de ser presidente da ACIA em 31 de janeiro, mas continuará na presidência do sindicato do comércio varejista e adiantou que pelo menos três comerciantes (Medri, do Café Sá Rosa, Rubens, da Agropecuária e Vanil, da Padaria), estão na lista para sucedê-lo na direção da entidade de classe.

BLOG 11-dez-2017

Eleições na Coopoços

O mandato da atual diretoria da Coopoços, cooperativa dos servidores municipais, termina no dia 31 deste mês e segundo o que se houve na rádio pião (comunicação boca-a-boca entre os servidores), uma chapa de oposição está sendo articulada para disputar o comando da cooperativa que presta um bom serviço aos seus cooperados, tendo na presidência há muitos anos o servidor municipal e agora prefeito, Sérgio Azevedo.

Em Belo Horizonte

Por falar no prefeito, ele viaja nesta segunda-feira para Belo Horizonte em companhia dos secretários Carlos Mosconi e Celso Donato. Na capital mineira o trio que representa o PSDB sulfuroso vai participar da reunião supra partidária durante um jantar na badalada Churrascaria Porcão. O encontro será para ouvir os pré-candidatos ao governo Diniz Pinheiro (PP), Rodrigo Pacheco (PMDB) e Márcio Lacerda (PSB). A presença do senador Aécio Neves não foi confirmada, e diante da sonora vaia que o senador ouviu no sábado, durante a convenção nacional do partido, pode ser que não de o ar da graça.

É preciso esclarecer

A administração municipal não costuma responder as críticas formuladas por oposicionistas nas redes sociais e muitas, nem merecem respostas. No entanto, é preciso que a direção do Departamento Municipal de Eletricidade esclareça denúncia formulada na página do ex-secretário de esportes, Albert Mareca, sobre a contratação da empresa Luz e Forma e o preço cobrado pelo aluguel das peças utilizadas na decoração natalina. A acusação feita por ele é grave e com certeza será motivo de questionamento também na Câmara Municipal por parte dos vereadores de oposição.

Sucesso

Questão do preço à parte, a verdade é que os enfeites natalinos alugados e colocados na praça do xadrez estão fazendo o maior sucesso entre a garotada e seus pais. A disputa pelos brinquedos e pelo melhor ângulo para fotografias está levando até a praça muita gente. Durante todo o final de semana a praça se tornou pequena para tanta gente, numa prova que a comissão nomeada para cuidar dos enfeites natalinos acertou na escolha.

Trocando as bolas

Já dissemos neste mesmo espaço que uma das coisas que surpreendeu alguns empresários da ACIA durante uma reunião com o prefeito, foi a sua capacidade de programar o futuro da administração. Talvez seja este o motivo que levou o chefe do executivo a trocar as bolas na noite de sexta-feira, durante sua fala na abertura da parada de Natal e acionamento da iluminação decorativa. Ao se referir a festa o prefeito trocou Natal por Carnaval, mas logo corrigiu a falha. Com certeza já está matutando sobre o próximo evento a ser organizado pela prefeitura.

Cirurgias eletivas

Do alto da sua longa experiência ligado a área de saúde, o Dr. Azer Zenun, que já respondeu pela secretaria municipal de saúde e foi chefe de gabinete do deputado Geraldo Thadeu, por três mandatos, contesta  o Conselho Federal de Medicina quando afirma que a saúde está um caos no país, ao divulgar estatística que aponta mais de 900 mil pacientes à espera de cirurgias eletivas, isso em apenas 16 estados e 9 capitais. Para Azer, os procedimentos cirúrgicos jamais poderiam aguardar cinco oito ou dez até dez anos e sugere ao Conselho que reunisse um grupo de médicos e fizesse vários mutirões para reavaliar a necessidade real dessas cirurgias e a partir dai, através de mutirões realizasse as cirurgias realmente necessárias.

Parceria

Na opinião do Dr. Azer, o Conselho Federal de Medica tem recurso suficiente para fazer esta reavaliação e através de parceria com o Ministério da Saúde poderia sim, realizar esses mutirões, mas, esclarece, apenas nos pacientes cujas cirurgias fossem realmente comprovadas, porque na opinião do ex-secretário, muitos médicos recomendam o procedimento sem que ele seja necessário.

Redução de salários

Nesta terça-feira, a Câmara Municipal de Pará de Minas, na região Central de Minas Gerais, vai votar em reunião extraordinária projetos que pretendem cortar em até 50% os salários de agentes políticos. O presidente do Legislativo, Mário Justino (PRB), foi quem apresentou duas proposições na Casa. A primeira pretende cortar pela metade os vencimentos dos 17 vereadores, que são de R$ 8.588,54, e a segunda matéria quer reduzir também em 50% as remunerações do prefeito, do vice-prefeito e dos cinco secretários municipais. Os salários deles são de R$ 18,3 mil, R$ 9.175,72 e R$ 8.504,31, respectivamente. Pelas contas de Justino, a economia anual seria de R$ 2,5 milhões. Os textos vão ser apreciados na terça-feira já em primeiro e em segundo turno. Nas comissões permanentes do legislativo em Poços de Caldas tramita projeto de lei de iniciativa popular semelhante ao de Pará de Minas que tudo indica, deverá receber parecer pelo arquivamento nas comissões.

Tenha você também a sua rádio