Menu

Título

BLOG 18-OUT-2018

Justiça obriga sindicato a retirar propaganda em favor de Haddad

Atendendo a notificação da Dra. Rita Aparecida Nery, Juíza titular da 31ª. Zona Eleitoral, a diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos de Poços de Caldas (Sindserv), retirou do facebook a propaganda em que pedia votos para o candidato a presidente Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores.

A determinação da autoridade judiciária partiu de uma análise de uma denúncia feita através do sistema on-line, pelo qual o denunciante trouxe ao conhecimento da justiça eleitoral uma carta aberta intitulada “Pelos Direitos e Democracia”, assinada pela diretoria do sindicato pedindo votos ao candidato petista.

Na análise do conteúdo da referida carta, a juíza constatou que os dirigentes sindicais se manifestaram de forma clara a cerca de sua posição no certame eleitoral em curso, havendo inclusive pedido de voto violando proibição legal, além, de colocar em risco o equilíbrio do pleito em virtude do alcance que a mensagem pode atingir.

Ao final do seu despacho, a juíza determina ao sindicato dos servidores municipais que se abstenha de repetir a conduta e determina a retirada da postagem no prazo de 48 horas. A diretoria do sindicato atendeu a determinação.

Empréstimo enroscado

A vereadora Ciça esteve ontem no programa Boca Boa, da Master Web Rádio, apresentado pelo repórter Silas Lafaiete. Disse ela que o financiamento dos 10 milhões, solicitado pela Prefeitura junto ao Banco do Brasil e que causou enorme polêmica quando da sua aprovação na Câmara, passados vários meses, ainda não foi liberado.

O dinheiro seria para a compra de máquinas, veículos e equipamentos de informática para que a Secretaria de Planejamento possa promover o recadastramento de todos os imóveis e com isso detectar aqueles que estão em situação irregular.

Segundo a vereadora o financiamento ainda não foi liberado porque a prefeitura está com a sua capacidade de endividamento esgotada. Ou seja, tanto barulho por nada, pelo menos até o momento.

Convite

Na mesma oportunidade a vereadora informou que já foi convidada a trocar de partido para ser candidata a prefeita em 2020. Não revelou de onde partiu o convite, mas garantiu que não foi do PSDB ou DEM, até porque nessas duas legendas ela não teria espaço para a candidatura.

Ciça aproveitou a oportunidade para elogiar a atitude do secretário Thiago Biagioni, que pediu férias e se afastou do cargo para fazer campanha pelos candidatos apoiados pela administração, diferente de outros secretários e ocupantes de cargos de confiança que trabalharam descaradamente usando até a máquina pública para fazer campanha para os candidatos do prefeito.

Polêmica à vista

Estão enganados aqueles que pensam que o Projeto de Lei Complementar que autoriza a Prefeitura Municipal de Poços de Caldas a proceder a regularização do uso, desmembramentos e edificações, aprovado em duas votações por 8 a 6 pela Câmara está sacramentado.

O assunto ainda vai dar muito pano prá manga com uma ação que será ajuizada na Justiça contra a lei pelo advogado e presidente da Sociedade Amigos do Jardim dos Estados, Adrian Cagnani, contrária a ação dos vereadores, além de novas investidas do vereador Paulo Tadeu na Comissão de Justiça por irregularidades no referido projeto. A própria Assessoria Jurídica e Legislativa da Câmara exarou parecer contrário a matéria.

Valendo lembrar ainda que em uma das audiências públicas, o ilustre promotor de justiça, Dr. Sidnei Boccia, fez um alerta dizendo que estava de olho na tramitação do processado.

Posto Ipiranga

Depois de ter coordenado com sucesso (junto com Celso Donato) a campanha dos candidatos a deputados apoiados pela administração, Thiago Biagioni já está sendo chamado de Posto Ipiranga do prefeito Sérgio Azevedo. Foi ele também que topou assumir a administração do terminal rodoviário (Sansão recusou) e agora o lucro do terminal é que vai financiar a compra das novas viaturas para a Guarda.

Desânimo

È indisfarçável o desânimo dos vereadores petistas depois da eleição do primeiro turno em que Pimentel e Eloisio foram derrotados e a vitória de Bolsonaro parece cada dia mais consolidada. Os dois já falam em tentar a reeleição para o legislativo, abrindo mão da candidatura a prefeito para Eloisio caso ele seja absolvido do processo de improbidade administrativa que aguarda julgamento em segunda instância no Tribunal de Justiça do Estado.

Não deu certo...

As derrotas de Carlos Mosconi e Ulisses Guimarães, que apesar da excelente votação obtida em Poços ficaram de fora da lista dos eleitos acabaram frustrando os planos de alguns apoiadores que alimentavam a esperança de ser convidados para ocupar cargos na assessoria parlamentar caso fossem eleitos. O jeito agora é ir se virando como dá até a eleição de 2020.

Patrocínio cultural

Jair Bolsonaro já declarou que se for eleito vai rever a destinação de R$ 1,4 bilhão para patrocínio de eventos culturais. Em época de crise pretende utilizar parte deste recurso em outras áreas. Uma boa sugestão para o prefeito Sérgio Azevedo que deveria passar uma peneira nesse tipo de patrocínio que nos últimos anos virou meio de vida de muita gente e nem sempre com eventos que justifiquem o investimento.

Deputado petista terá que se explicar ao STF

O deputado federal Odair Cunha, do PT, terá que se explicar ao Supremo Tribunal Federal sobre a denúncia do Ministério Público Federal de que ele teria usado recursos de uma entidade sindical. Odair Cunha (foto), que foi reeleito, pediu ao ministro Luiz Fux para ter acesso ao teor da denúncia, que faz parte de uma delação premiada. O ministro negou e agora cobra uma posição do parlamentar. A denúncia foi feita pelo então procurador, Rodrigo Janot e afirma que a CNT teria simulado a prestação de serviços e repassado R$ 150 mil para a campanha de Odair Cunha à presidência do PT em Minas. (Blog do PCO).

Carreata de apoio a Bolsonaro

Animada por um trio elétrico, acontece neste sábado, às 10 hs. mais uma carreata de apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro, com concentração marcada para a área de estacionamento do estádio municipal. A organização é do Ponto de Apoio Bolsonaro Poços que convida os eleitores e simpatizantes da campanha do candidato a presidente pelo PSL a participar.

Zema 66% e Anastasia 34%

Se as eleições fossem hoje, Romeu Zema (Novo) seria eleito governador de Minas com 66% dos votos válidos e Antonio Anastasia (PSDB) ficaria em segundo lugar com 34%, conforme a primeira pesquisa Ibope realizada no segundo turno das eleições, divulgada ontem.

Os votos válidos excluem os brancos e nulos, seguindo a mesma metodologia da Justiça Eleitoral. O candidato que atinge mais de 50% deles vence as eleições.

Quando são contabilizados todos os votos, Zema tem 57%, contra 29% de Anastasia. Os brancos e nulos representam 8% e indecisos têm 6%. Brancos, nulos e indecisos são os votos que costumam movimentar com mais intensidade na reta final das eleições.

O Ibope também analisou a rejeição aos candidatos que disputam o pleito. Dos eleitores entrevistados, 41% não votariam em Antonio Anastasia em hipótese alguma. A rejeição de Romeu Zema é de 13%.

Pimentel

O governo de Fernando Pimentel que ficou em terceiro lugar no primeiro turno, foi avaliado pelo instituto. Dos entrevistados, 50% avaliaram a gestão do petista como ruim ou péssima, 29% como regular, 11% como ótimo ou bom e 10% não souberam responder.

BLOG 17-OUT-2018

Antes que seja tarde...

Depois de anunciar o fechamento da Churrascaria Fogo de Chão, um dos mais badalados e frequentados restaurantes em Belo Horizonte, os jornais da capital mineira estão divulgando agora o fechamento do Othon Pálace Hotel, um símbolo do turismo e marco da capital mineira, um quatro estrelas localizado na Avenida Afonso Pena, no centro da cidade com uma vista panorâmica maravilhosa.

Inaugurado em 1978, o hotel hospedava figuras de projeção da sociedade brasileira que visitavam Belo Horizonte e altas figuras do mundo social e politico, além de celebridades do mundo artístico e empresarial que viajavam até a capital do estado. Nos últimos três anos, nada menos que 23 hotéis fecharam suas portas em Belo Horizonte, agora são 24.

A paralisação das atividades tanto da churrascaria como do hotel, claro que estão ligadas a crise econômica pela qual passa o país, e que pesou também no fechamento de outros estabelecimentos na capital. Um detalhe, no entanto, relatado pelos proprietários e funcionários tanto do hotel como da churrascaria chama a atenção.

A falta de hóspedes no hotel e clientes na churrascaria se deve, principalmente, ao perigo nas ruas, uma situação que colaborou muito para afastar os frequentadores. Isso porque os hóspedes se sentem impedidos de sair às ruas e os clientes do restaurante temem ser vítimas de roubos e assaltos a caminho da churrascaria.

Traçando um paralelo entre o que vem acontecendo na capital e o registro de ocorrências policiais em Poços de Caldas, a situação por aqui também preocupa. No último final de semana, em plena tarde de sábado, quando a cidade recebia um bom número de visitantes, um assalto inusitado foi presenciado por turistas em plena rua Junqueiras. As vítimas foram as atendentes de uma camisaria.

Os turistas tiveram papel importante na ocorrência onde um marginal, armado com uma faca, rendeu as funcionárias e depois de ser trancá-las na cozinha, com ameaça de agressão as obrigou a tirar a roupa e ficar completamente nuas.

Uma das moças, aproveitando um momento de distração do assaltante conseguiu sair até à rua e mesmo despida, pediu ajuda sendo socorrida pelos turistas que acabaram mobilizando o marginal, até a chegada da policia, que por sinal, demorou mais de trinta minutos para atender a ocorrência.

Outra ocorrência foi registrada em um restaurante da rua Barros Cobra onde uma tentativa de assalto assustou famílias, a maioria de turistas, que estavam almoçando no local. A ocorrência envolveu agressão física, ameaça de agressão com faca e até pedradas.

Nos últimos dias, um desses marginais adolescentes invadiu um hotel na área central, sendo desarmado e imobilizado por um dos porteiros que é praticante de lutas marciais. Outro delinquente, antes de ser identificado e preso, chegou a aproveitar o movimento do feriado prolongado para se misturar aos hóspedes e até arriscou uns mergulhos nas piscinas em dois hotéis, antes de ser flagrado furtando a carteira de uma senhora que estava à beira da piscina.

Estes foram apenas alguns dos muitos registros de furtos, roubos e assaltos a que a população de Poços de Caldas vem sendo vítima nos últimos meses, não só na área central, mas também nos bairros onde os moradores, se sentindo ameaçados e reféns dos marginais, permanecem trancados em suas residências, vigiadas por câmeras de segurança e outras medidas que, infelizmente, já não impedem a ação dos marginais.

É preciso que essas ocorrências e o exemplo de Belo Horizonte sejam analisados com firmeza pelas autoridades municipais e medidas enérgicas sejam tomadas para coibir o aumento da violência que prejudica a população e pode causar sérios prejuízos aos empresários e comerciantes, impedidos de continuar com as portas dos seus estabelecimentos abertas por falta de clientes, afastados pelo medo de serem vítimas desses bandidos.

Na semana passada o prefeito Sérgio Azevedo anunciou a compra de novas viaturas, motos, uniformes e equipamentos, além da contratação de mais elementos para ser incorporados à Guarda Municipal, como parte do programa Poços Mais Segura. Segundo anúncio feito pelo prefeito será uma ação visando a melhorar a segurança na cidade, em parceria com as policias civil e militar, comissariado de menores e representantes do Judiciário.

Trata-se de uma ação que é bem vinda e que necessita do apoio da Associação Comercial Industrial e Agropecuária, que precisa acordar do seu imobilismo para ser mais ativa na defesa dos seus associados. Além, claro, de outras entidades de classe.

Vale lembrar que na gestão do prefeito Eloisio Lourenço, ele chegou a reunir para foto em seu gabinete os representantes dos diversos segmentos envolvidos na segurança pública, Chegou até a criar um nome pomposo para a reunião chamada de “Gabinete de Segurança Pública”.

A ação não passou desta reunião e o resultado desta fracassada iniciativa o prefeito colheu na sua frustrada tentativa de reeleição, e agora, na eleição do dia 7 quando amargou uma segunda derrota como candidato a deputado estadual.

Por essas e outras é bom a administração municipal começar a agir de maneira efetiva e decisiva, embora segurança pública seja uma obrigação do Estado que por sua vez, através da Policia Militar também precisa responder à altura e dar uma resposta efetiva a população.

Antes que em Poços se repita o mesmo que vem ocorrendo em Belo Horizonte.

Homenagem aos professores

A Câmara Municipal ficou lotada ontem, após o encerramento do expediente da sessão ordinária, quando os vereadores, em sessão especial, promoveram significativa homenagem aos professores e professoras com a entrega pela primeira vez do Diploma José de Castro Araújo, honraria que tem como finalidade homenagear professores do município. Entre os homenageados está o professor Gaspar Eduardo de Paiva Pereira, conhecido como o mestres do mestres, que recebeu o diploma das mãos do presidente da Casa, Antonio Carlos Pereira, idealizador da homenagem.

Ausência

Muito comentada e lamentada a ausência da Secretária de Educação Flávia Vivaldi, na sessão de homenagem aos professores realizada ontem pelo legislativo com a entrega do Diploma José de Castro Araújo. Outro assunto que mereceu comentários foi a portaria assinada pela secretária, proibindo o uso de telefones celulares nas unidades de ensino da rede municipal, principalmente das redes sociais durante o expediente. A portaria que regulamenta o uso do telefone permite acesso ao aparelho apenas para assuntos referentes as atividades pedagógicas durante o horário de trabalho.

Projeto aprovado

Por 8 votos favoráveis e 6 contrários, os vereadores aprovaram na reunião de ontem, em segunda discussão o processado legislativo de número 79/2018, contendo o projeto de lei complementar que autoriza a Prefeitura a proceder a regularização do uso, desmembramentos e edificações e dá outras providências.

Afinando a orquestra

Passada a eleição, pelo menos para deputados, o prefeito Sérgio Azevedo que pela votação dos seus candidatos, mesmo não sendo eleitos, pode se considerar vitorioso, já planeja a segunda metade do seu governo.

Ontem pela manhã o chefe do executivo reuniu, em dois grupos o secretariado para ouvir de cada um dos ocupantes de cargos de primeiro escalão um relato de como andam os projetos e as ações programadas. Foi enérgico na cobrança e deixou claro que a partir de agora vai exigir resultado de cada secretário.

Há que se dizer que apesar da crise financeira que afeta os municípios e o calote aplicado pelo governador nas prefeituras (até ontem não tinha repassado o ICMS da semana), o prefeito tem feito milagre em manter em funcionamento os serviços essenciais, sem atrasar o pagamento do pessoal como vem acontecendo em muitas prefeituras.

Embora continue repetindo o discurso de que não é politico, na verdade o prefeito está mesmo é de olho na reeleição, tanto que para não perder apoio procura agradar seu vice abrindo espaço em algumas ações do governo para que ele possa sair do ostracismo.

Guarda Mirim

Os vereadores aprovaram na reunião ordinária desta terça-feira, a realização de uma audiência Pública, agendada para o dia 26 deste mês, para análise e discussão em torno da manutenção do projeto da Guarda-Mirim, que vem sendo ameaçado de extinção por conta de exigência feita pelo Ministério Público do Trabalho.

Desmentido

O candidato ao governo de Minas pelo partido Novo, Romeu Zema, negou qualquer envolvimento em um suposto abuso sexual de uma criança, que teria acontecido em 2014. O episódio veio à tona nesta terça-feira após a publicação de uma matéria no jornal O Tempo, segundo o qual o suposto crime teria sido apresentado a eleitores por um instituto durante uma pesquisa de grupo "com o objetivo de encontrar os caminhos que levam um candidato à vitória". A matéria não cita nomes, mas no fim da tarde de ontem Zema negou, em nota, que tenha cometido qualquer crime. “É absurdo o que estão tentando me acusar. Não fiz, nem jamais faria, uma coisa tão repugnante".

Na nota distribuida à imprensa, Romeu Zema afirma ter sido testemunha em um processo de família em que o pai tentava tirar da mãe a guarda da filha. “A informação que tenho é que o pai inventou tantas mentiras que a Justiça o proibiu de permanecer sozinho com sua própria filha”, diz o texto. “Isso é tão revoltante, principalmente por ser pai de dois filhos, que me recuso a continuar esse assunto e entrar nessa baixaria”, afirmou.

BLOG 16-OUT-2018

Sindserv pede votos para Haddad

A direção do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais que tem na presidência Marieta Carneiro, com a justificativa de estar agindo “na defesa dos direitos dos trabalhadores e em defesa da dignidade humana”, aderiu a campanha do candidato a presidente do Partido dos Trabalhadores Fernando Haddad (PT), ao assinar manifesto intitulado Carta Aberta "Pelos Direitos e Democracia".

Segundo o sindicato a carta de apoio ao presidenciável petista trás a assinatura da Frente dos Movimentos Populares pela Democracia, Direitos e Liberdade e repudia “qualquer tentativa de retirar direitos duramente conquistados por brasileiros que em alguns casos pagaram com a própria vida. Não podemos permitir que a voz de defesa seja silenciada por opressores”.

A atitude do sindicato acabou gerando polêmica e desagradou boa parte dos servidores que são contrários ao PT e entende que a entidade de classe deveria sim, defender os direitos dos trabalhadores, porém sem se manifestar em favor do candidato que representa um partido cuja cúpula está envolvida em atos de corrupção que trouxe sérios prejuízos para o país.

Homenagem aos professores

Por iniciativa do presidente da Casa, vereador Antonio Carlos Pereira, endossada pelos demais vereadores, a Câmara Municipal abre espaço na sessão desta terça-feira, para homenagear os professores com a entrega do Diploma José de Castro Araújo. O objetivo da honraria é homenagear e reconhecer o trabalho dos professores do município. O evento será realizado logo após a reunião ordinária.

Neste ano, receberão a homenagem do Legislativo; Ana Maria Brochado Chaves; Ana Maria Piva dos Santos; Clarice Stano Casalinho, Eduardo Vinhas Pereira, Gaspar Eduardo de Paiva Pereira, Gerson Pereira Filho, Maria Aparecida de Lima Maximiro, Maria Auxiliadora Carvalho, Maria Helena Braga, Mariza Teixeira Lima, Marta Alves de Oliveira Pereira, Sérgio Manucci e Maria Inez Viti Agostinho.

Vice do PTB será nome de consenso

A respeito de nota publicada no blog de ontem, em que o ex-vereador Lical afirma que na eleição de 2020 vai exigir que seu nome seja indicado para ser o vice do engenheiro Ércules Tassinari na disputa pela prefeitura, o presidente do partido, Waldir Miguel e o presidente do PTB Jovem, Rodrigo Costa, fazem o seguinte esclarecimento:

1)      O candidato a prefeito na eleição de 2020 será mesmo o engenheiro Ércules Tassinari, nome já indicado através de consenso na última reunião do diretório;

2)      O nome do candidato à vice sairá do próprio partido e será escolhido também através de consenso, não existe nenhum nome escolhido previamente, podendo ser alguém já filiado ou de um futuro filiado

3)      A direção do partido está focada em reforçar sua chapa de candidatos a vereador e para isso trabalha para a filiação de nomes novos na politica, de preferência que ainda não tenham disputado eleição para a Câmara Municipal;

4)      Quanto a eleição para o Governo do Estado, o PTB local continua apoiando Antonio Anastasia e assim irá permanecer até o final da eleição, embora Romeu Zema, do Partido Novo, seja também um candidato que tem a simpatia do partido.

Contra as charretes

A população de Petrópolis, Região Serrana do Rio, decidiu pelo fim da tração animal nas charretes no plebiscito realizado no domingo passado, durante o primeiro turno nas Eleições 2018. Os votos válidos contra o uso dos cavalos na atividade turística representaram 68,57 %, enquanto 31,43 % votaram a favor, segundo a Justiça Eleitoral. Dos 170.781 votos válidos, 117.113 foram contra a atividade e 53.668 a favor. Os votos brancos somaram 8.155, enquanto o total de nulos foi de 5.732. O plebiscito foi convocado pela Câmara de Vereadores e a votação ocorreu nas urnas. Junto com a eleição para presidente, senador, governador e deputados.

Bomba ou armação?

A notícia está na coluna Aparte, do jornal O Tempo, edição de hoje e a ser verdade, o final das eleições para o governo em Minas para poderá ser de fortes emoções. Segundo a nota, um instituto realizou no sábado uma pesquisa qualitativa reunindo um grupo de 40 eleitores, em Belo Horizonte.

Durante a consulta uma pesquisadora apresentou um boletim de ocorrência policial datado de 2012, onde um candidato é acusado do estupro de uma criança de cinco anos. Ao tomar conhecimento do fato, os eleitores deste candidato mudaram o voto.

Quem quiser conferir a nota é só acessar o site do jornal, edição desta terça-feira, na coluna Aparte

O rombo é maior

Dois dias após a derrota do governador Fernando Pimentel no primeiro turno das eleições, o plenário da Assembleia Legislativa recebeu projeto do petista que atualiza os números do orçamento do Estado para 2019. O texto aumenta em 103% a previsão do déficit. Em apenas três meses, a fatura negativa a ser herdada pelo próximo governador passou de R$ 5,6 bilhões para R$ 11,4 bilhões. Na prática, a previsão de gastos do governo aumentou 7,8%, chegando a R$ 111,77 bilhões. Por outro lado, o crescimento da arrecadação não acompanhou esse ritmo, ao estar fixado em R$ 100,33 bilhões.

18 pontos na frente

Na primeira pesquisa para a Presidência feita pelo Ibope para o segundo turno, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, aparece com 59% das intenções de voto e Fernando Haddad com 41%. Os números do levantamento divulgado nesta segunda-feira correspondem aos votos válidos, ou seja, quando são retirados da conta aqueles que pretendem votar em branco ou nulo e quem ainda não sabem.

Os números mostram o distanciamento entre os dois que disputam o Palácio do Planalto, com vantagem para o concorrente do PSL que abriu 18. O petista agora aparece com o percentual de rejeição maior que a do capitão reformado.

As leis absurdas

Ao que parece a intenção de quem faz as leis é a de manter nas ruas, sem ocupação e expostos ao vicio e vagabundagem, os menores de idade que são proibidos de trabalhar antes dos 16 anos. A Guarda-Mirim, uma das melhores coisas já criadas para oferecer trabalho e educação aos menores está próxima de encerrar suas atividades por conta do Ministério Público de Pouso Alegre que pretende obriga-la a se adequar a lei do menor aprendiz que obriga os menores ao estudo durante o dia.

Na Guarda-Mirim os menores de 16 a 18 anos trabalham de 4 a seis horas durante a semana e se a lei dos aprendizes for seguida não haverá empresa interessada em renovar o convênio que mantém com o Lions Clube de Poços de Caldas Urânio, que administra a Guarda-Mirim. Foi uma das melhores coisas criadas na gestão do presidente Odair Camilo e serviu para dar trabalho e orientação a 14 mil jovens até hoje.

Segundo informou o presidente da Cãmara Municipal, Antonio Carlos Pereira, na sessão ordinária desta terça-feira será apresentado requerimento assinado pelos quinze vereadores que compõem o legislativo, propondo a realização de uma audiência pública para tratar do assunto.

A presidência da Casa irá convidar para participar desta audiência um representante do Ministério Público do Trabalho na busca de uma solução para que a Guarda Mirim permaneça em atividade.

Oportunidade de emprego

O diário oficial do município publicou portaria convidando artistas em geral a apresentarem propostas para a contratação dos personagens natalinos Papai Noel, Mamãe Noel e dois duendes para trabalhar no período que antecede o Natal, estando programadas doze apresentações com duração de duas horas cada uma. Os interessados devem procurar a secretaria de turismo.

Ponto facultativo

Através do Decreto 12.762, o prefeito Sérgio Azevedo decretou ponto facultativo nos órgãos da administração direta e indireta nos dias 5 de novembro, em alusão ao Dia do Servidor Público e no dia 16 de novembro em virtude do feriado nacional do dia 15 referente a Proclamação da República.

BLOG 15-OUT-2018

Com força...

O ex-vereador Luiz Carlos Pena e Silva (Lical), declarou ao blog que na próxima eleição virá com força e não pretende mais uma simples cadeira de vereador. Quer ser candidato a vice e disse que já avisou o presidente do PTB, Waldir Miguel sobre essa pretensão de ser o vice do candidato a prefeito Ércules Tassinari.

O mesmo objetivo tem seu colega, ex-vereador João Batista Cioffi, que também já avisou a direção do partido. Pelo visto, os cabeças brancas do PTB não querem nem ouvir falar em renovação. Problema sério para o presidente e para os cabeças pretas, liderados pelo jornalista Rodrigo Costa.

Refundação

O movimento dos cabeças brancas, no entanto, vai contra a avaliação do comando nacional do partido que já fala em refundar a legenda depois que a bancada de petebistas na Câmara cair de 19 para 10 deputados. Por aqui a legenda vem caindo a cada eleição e hoje nem conta com representante no legislativo municipal. De novo até agora, o que o PTB mostrou foi a expressiva votação para deputado estadual de Ulisses Guimarães, que, por sinal, o presidente da legenda Waldir Miguel, nunca tinha ouvido falar.

Os 20 mil votos contabilizados por Ulisses nesta eleição se deve ao prefeito Sérgio Azevedo que abraçou a sua candidatura, ao candidato Carlos Mosconi e ao profissionalismo da dupla Thiago Biagioni e Celso Donato que coordenou a campanha. Os cabeças brancas não ajudaram em quase nada.

Enfraquecido

Pelo seu lado, o PSDB nacional e regional terão que juntar os cacos no pós-eleição para ver o que sobrou do partido que junto com o PT e MDB foram dizimados pelo PSL de Bolsonaro, em nível nacional e por Romeu Zema, do Partido Novo” no estado, embora ainda não tenha acontecido a votação do segundo turno.

Pior que os três – PT, MDB e PSDB – só mesmo o Rede que está próximo de desaparecer do mapa politico se não conseguir concretizar a fusão com o PV. Por essas e outras o prefeito Sérgio Azevedo e os cabeças pensantes do seu governo, que já não conta mais com Carlos Mosconi, deveria sentar com o pessoal do DEM que saiu fortalecido da eleição e traçar planos para o futuro.

Junto com esses, quem também afundou foi o PSB, dos ex-prefeitos Paulinho Courominas e Geraldo Thadeu. Este último, por sinal, foi o mais prejudicado com a “rasteira” aplicada pelo comando nacional da legenda no ex-prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda.

De volta ao passado...

Passada a eleição, quem reapareceu no pedaço todo alegre e serelepe foi o ex-deputado Geraldo Thadeu que marcou presença no pianos bar da Caldense, ao lado de um grupo de amigos. Há quem diga que está nos planos de Geraldinho se candidatar a prefeito na próxima eleição. O ex-prefeito foi derrotado nas duas últimas eleições que participou e nessa decidiu “colaborar com a cidade”, ficando fora da disputa.

Em Belo Horizonte

Primeiro suplente da bancada do PTB na futura composição da Assembleia Legislativa e com uma votação superior a outros 25 candidatos eleitos, Ulisses Guimarães estará hoje em Belo Horizonte para uma conversa com o ex-presidente da Assembleia e candidato derrotado ao Senado, Dinis Pinheiro.

O papo entre os dois deve girar em torno da candidatura de Jair Bosonaro a presidente, a quem o partido já declarou apoio, mas, principalmente sobre a adesão a candidatura de Romeu Zema, cuja articulação nos bastidores junto a prefeitos e lideranças regionais está entregue a Dinis.

Se o candidato do Partido Novo for eleito, a chance de Ulisses assumir cadeira na Assembleia é real, segundo conversa preliminar com o próprio Dinis que pelo andar da carruagem, será gomem forte no futuro governo.

Um bom motivo

Por falar em Bolsonaro, o prefeito Sérgio Azevedo tem um bom motivo para declarar apoio ao candidato do PSL neste segundo turno. É que o todo poderoso na área econômica do candidato, Paulo Guedes, em uma das suas declarações levantou a possibilidade, caso o candidato seja eleito, de promover a desoneração da folha de pagamento por parte das empresas, o que incluiria também as prefeituras que ainda mantém o regime celetista e recolhem mensalmente 20% da folha ao INSS.

Uma economia aproximada de R$ 4 milhões por mês, mais que o suficiente para que o município promova o equilíbrio das suas finanças, saindo do vermelho. A ideia de Paulo Guedes para cobrir o rombo que isso provocaria na Previdência é eliminar algumas isenções tributárias, responsável por um rombo de R$ 400 bilhões ao ano.

Exonerados

Em atendimento a uma ação do Ministério Público, a prefeitura de Guaxupé terá que exonerar todos os aposentados, cerca de 180 servidores, que ainda estão na ativa, prestando serviços para a prefeitura. A exoneração atende a norma imposta pelo regime estatutário, que não permite ao aposentado continuar no cargo depois de se tornar beneficiário do INSS.

Como na prefeitura de Poços o regime continua sendo celetista, não existe essa exigência, embora os servidores tenham se beneficiado da redução da jornada de trabalho de oito para seis horas diárias, uma das vantagens oferecidas no regime estatutário.

Se a regra valesse por aqui pelo menos 800 servidores (boa parte com altos salários) seriam exonerados por já estar recebendo a aposentadoria do INSS. Como a lei não permite a dispensa dos servidores aposentados que estão na ativa pela CLT eles tem direito a permanecer em seus cargos até completar 75 anos de idade.

Decepção

Entre os candidatos da terra, a votação que mais decepcionou foi a do ex-prefeito Eloisio Lourenço, que não atingiu oito mil votos, ficando abaixo da sua colega do PT, a vereadora “Ciça” que somou mais votos que ele em Poços de Caldas.

A votação do ex-prefeito em Alfenas, sua terra natal e onde seu irmão é vice-prefeito também foi decepcionante. Por lá, o candidato mais votado foi o médico de Poços, Marcos Eduardo, que obteve mais que o dobro dos votos dados a Eloisio.

Como não foi eleito e está condenado em primeira instância por improbidade administrativa, se a sentença for confirmada pelo Tribunal de Justiça, Eloisio entra para a lista dos fichas-sujas, se tornando inelegível pelos próximos oito anos.

 Avaliação

Passada a eleição o governo municipal deveria contratar nova pesquisa junto a um instituto de credibilidade para avaliar as ações do governo nesta metade do governo e indagar dos munícipes o que eles esperam para a segunda metade e quais as suas principais reivindicações.

A pesquisa serviria para nortear os próximos passos da administração e também para saber quais os setores do governo que não estão correspondendo às expectativas. Se bem que pelo menos em algumas pastas já é nítido o fraco desempenho, como nas de turismo, promoção social, desenvolvimento, planejamento e defesa social.

Rodapé

Hoje é dia do “Poços em Debate”. A partir das 20 horas, ao vivo, podendo ser assistido nesta página e no facebook nas páginas da TV Elo e Rádio Polli.

BLOG 12-OUT-2018

Trevo volta a ser iluminado

Depois de permanecer por mais de dez anos desativada, a iluminação do trevo no Marco Divisório, divisa entre os estados de Minas e São Paulo, foi reativada na noite de ontem, após um entendimento entre o Departamento de Estradas de Rodagem e o Departamento Municipal de Energia Elétrica que aguardava a cessão do equipamento instalado para assumir sua manutenção.

Com a intermediação do vereador Antonio Carlos Pereira e a boa vontade e esforço na solução do problema demonstrado pelo diretor técnico do DME, Alexandre Postal e pelo engenheiro Fernando Carneiro Ferreira, responsável pelo Departamento de Estradas de Rodagem, o entrave burocrático foi removido e o trevo voltou a ser iluminado.

Com a iluminação, a visibilidade melhorou para os motoristas que trafegam pelo local durante a noite, evitando acidentes e proporcionando melhor orientação aos turistas na visualização das placas indicativas colocadas às margens do trevo.

O acionamento da iluminação agradou também os moradores do bairro que há muito aguardavam por essa melhoria. O prefeito Sérgio Azevedo, acompanhado pelo secretário de governo Celso Donato, pelo presidente da Câmara Antonio Carlos Pereira, e o diretor do DME, Marcelo Loichatte, junto com Nivaldo Moraes, estiveram presentes ontem no local para prestigiar a iluminação que foi reativada após o equipamento passar por reforma feita pela distribuidora de energia.

Fim das coligações

Quem pretende disputar vaga no legislativo municipal na próxima eleição deve ir analisando em qual partido pretende se filiar porque a próxima será a primeira eleição proporcional sem as chamadas coligações proporcionais. Com isso cada partido para fazer um vereador terá que atingir sozinho, o coeficiente, ou voto de legenda que é encontrado através da soma dos votos válidos dividido pelo número de cadeiras.

Os candidatos dos partidos nanicos é que estarão expostos a risco de não eleger vereador onde o candidato poderá até ser bem votado e ficar de fora se o partido não alcançar o número mínimo de votos exigidos pelo coeficiente.

Página virada

Para a ex-presidente da Câmara, Regina Cioffi, a eleição de domingo é página virada, ela já planeja o futuro politico como candidata a vereadora na eleição de 2020. A candidata absorveu bem a derrota e disse que a campanha foi mais um aprendizado para continuar defendendo o que entende seja o melhor para a população, principalmente na área da saúde. Segundo Regina, ganhar ou perder faz parte do jogo politico, o importante é participar.

Faturando

Ontem pela manhã, policiais rodoviários estavam fazendo blitz na Avenida Mansur Frahya, no trevo de acesso ao ginásio poliesportivo, multando veículos com documentação irregular e quem trafegava com o farol apagado.

Motoristas que residem na cidade (nem todos) tem conhecimento de que aquele trecho, desde o acesso ao ginásio até o Bortolan, faz parte da Rodovia 267. Já os turistas ou motoristas que residem fora, não são informados uma vez que não existe nenhuma sinalização avisando que as avenidas fazem parte do trecho urbano de uma rodovia.

Como estamos próximos do fim de ano fica a impressão que a determinação para os policiais apertarem a fiscalização nas rodovias do estado partiu do governador Fernando Pilantrel, o petista que quebrou o estado e está sem dinheiro para pagar o 13º do funcionalismo.

Fim de férias

Na próxima segunda-feira o secretário de Serviços Públicos, Thiago Biagioni reassume o cargo após o período de férias em que o secretário passou coordenando junto com Celso Donato, a campanha dos candidatos Ulisses e Mosconi. Segundo consta, alguns abacaxis depositados em sua mesa aguardam a volta do secretário para ser descascados.

Convite recusado

Segunda-feira à noite, na residência do ex-secretário de saúde, Carlos Mosconi, aconteceu uma reunião entre o comando da campanha, os candidatos e o prefeito, para avaliar o resultado da eleição. Todos concordaram que apesar da não eleição de Mosconi e Ulisses, a campanha foi bem feita e o resultado foi altamente positivo na cidade com as votações históricas alcançadas pela dupla de candidatos.

O prefeito aproveitou a oportunidade para convidar Mosconi a reassumir o cargo na secretaria de saúde. O ex-deputado agradeceu, mas recusou dizendo que pretende se dedicar a família e aos seus negócios pessoais.

Apesar de parecer uma missão impossível, ainda existe um fio de esperança de uma vitória de Anastasia e se isso acontecer, Mosconi com certeza vai abandonar o descanso para assumir cargo no estado.

Já Ulisses disse que vai a Belo Horizonte nesta segunda-feira onde se reunirá com o comando do PTB no estado e também com o candidato a senador derrotado Dinis Pinheiro. Como primeiro suplente, e dono de uma votação maior que 23 deputados eleitos, não será surpresa se Ulisses assumir a cadeira na Assembleia, dependendo das articulações com o futuro governador.

Na reunião de segunda-feira, uma coisa ficou decidida, o grupo continuará unido e preparado para uma possível reação que poderá brotar dentro do próprio governo municipal com o chamado fogo amigo.

Dinis vai apoiar Zema

Magoado com o candidato Antonio Anastasia a quem acusa de ter protegido durante a campanha Rodrigo Pacheco e Carlos Viana, o ex-presidente da Assembleia Legislativa e candidato derrotado ao Senado, Dinis Pinheiro deve declarar apoio ao candidato Romeu Zema neste segundo turno.

Dinis já trabalha pelo candidato do Partido Novo e vem mantendo contatos com prefeitos e candidatos a deputado que ficaram na suplência com objetivo de ampliar o leque de apoio a Romeu Zema com a promessa de que se o empresário for eleito eles serão prestigiados no futuro governo.

Animado

Ontem pela manhã, o chefe do executivo Sérgio Azevedo. e o presidente da Câmara Antonio Carlos Pereira, estiveram reunidos no gabinete por mais de duas horas para fazer um balanço das eleições e traçar estratégia com vistas aos projetos que estão tramitando no legislativo.

Pereira disse que sentiu o prefeito animado e confiante, mesmo com a derrota dos seus candidatos a deputado e com as dificuldades financeiras que a prefeitura está enfrentando, parte delas por culpa do governador caloteiro.

Na bronca...

Pelo menos por enquanto, até que baixe a temperatura, não é conveniente chamar para o mesmo café o líder do governo na Câmara, Alvaro Cagnani e o oposicionista Paulo Tadeu. A acalorada discussão entre os dois durante a votação do projeto de lei que concede anistia a construções irregulares mexeu com os nervos do vereador tucano.

Lá e cá...

O prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil combinou com o seu vice, Paulo Lamac, da Rede, que precisava reeleger Iran Barbosa deputado. Durante a campanha o vice, além de não ajudar, ainda trabalhou contra, pedindo votos para uma candidata do seu partido e não para o candidato do prefeito. No dia seguinte a eleição, Kalil despediu o vice da secretaria de governo e outros 100 ocupantes de cargos indicados por ele.

Por aqui o acordo prévio não existiu, mas o vice-prefeito, o vereador do partido e os ocupantes de cargo no governo bem que poderiam ter ajudado na campanha. Não pediram votos e também não entregaram um “santinho” dos candidatos apoiados pelo prefeito. 

Tamo juntos...

O prefeito Sérgio Azevedo já mandou recado para o deputado eleito Mauro Tramonte, avisando que pretende “sentar praça” em seu gabinete na Assembleia toda vez que for a Belo Horizonte e pretende convidá-lo a participar das audiências em que for recebido pelo governador, vice, ou secretário de estado, seja lá quem for.

Na análise do chefe do executivo, acompanhado do deputado que foi eleito com meio milhão de votos, as portas do governo se abrirão mais facilmente quer seja no governo do Anastasia ou do Zema.

Mauro já respondeu, através do seu porta-voz em Poços, Demilton Vacarelli, que estará à disposição e que o prefeito será sempre bem vindo ao seu gabinete.

Morador ilustre

Nas conversas de esquina e barzinhos da Vila Togni, o assunto não é outro a não ser o sucesso do seu ilustre morador, Mauro Tramonte que deixou a Vila para brilhar em Belo Horizonte e agora vai virar deputado, eleito com a maior votação da história na Assembleia de Minas.

E Mauro não esquece os amigos, sempre que está na cidade, embora tenha transferido residência para o Jardim Novo Mundo, marca presença no bairro para rever os amigos.

Rodapé

Voltamos na segunda, até lá, e que Nossa Senhora Aparecida abençoe a todos.

 

BLOG 11-OUT-2018

Iluminação do trevo será reativada

Graças a intervenção do presidente da Câmara Municipal, Antonio Carlos Pereira, a iluminação do trevo da BR 267, no Marco Divisório será reativada esta noite, eliminando o risco de acidentes e oferecendo melhor orientação aos motoristas que chegam a Poços de Caldas por Águas da Prata.

Por causa de uma pendência entre o DME e o Departamento de Estradas de Rodagem, que é o órgão do Estado responsável pela manutenção da rodovia, a iluminação permaneceu desligada por muitos anos, deixando o local escuro durante a noite e com isso deixando os motoristas desorientados.

O vereador convidou representante das duas partes envolvidas no problema para uma reunião e foi nesta conversa que a pendência que impedia o retorno da iluminação foi removida. O acionamento da iluminação está marcado para o início da noite desta quinta-feira, com a presença do prefeito Sérgio Azevedo.

Tramonte vai manter escritório em Poços

Segundo informação do diretor do jornal Folha Popular, Demilton Vacarelli, que foi um dos coordenadores da campanha em Poços de Caldas, o deputado estadual eleito com mais de meio milhão de votos, Mauro Tramonte, irá adaptar o imóvel onde funcionou o seu comitê de campanha para servir como escritório regional de representação depois que tomar posse no cargo. O objetivo é ficar mais próximo dos eleitores e autoridades municipais de Poços e região.

Demilton reforça o que já foi dito pelo apresentador, que mesmo trabalhando em Belo Horizonte, quer manter linha direta com a cidade e auxiliar a administração junto ao governo do estado em tudo aquilo que for possível.

Por seu lado, o prefeito Sérgio Azevedo já adiantou que irá contar com a ajuda do deputado poços-caldense e espera manter ligação permanente com ele nas reivindicações do município junto ao governo.

Novo alvo

Pelo que se viu na primeira reunião da Câmara no pós-eleição, o secretário Thiago Biagioni deve se tornar o alvo preferido dos vereadores de oposição daqui prá frente. Motivo: sua participação na coordenação da campanha dos candidatos a deputados apoiados pelo prefeito e seu crescimento politico que pode levá-lo a sonhar mais alto na eleição de 2020.

Vice eleito

Enquanto o candidato Ulisses Guimarães, apoiado pelo prefeito não conseguiu se eleger, embora tenha ultrapassado a marca dos 48 mil votos, em Pouso Alegre, o vice-prefeito, conhecido como Dr. Paulo, conquistou vaga na Assembleia com 46 mil votos. Questão de partido e coeficiente eleitoral.

Ainda em Pouso Alegre. O deputado petista Odair Cunha que tem residência fixa por lá, não passou dos 3 mil votos. O seu concorrente do DEM, Bilac Pinto, somou 7 mil. Mesmo assim os dois acabaram sendo eleitos.

No muro...

A direção nacional do PSDB decidiu que o partido ficará neutro no segundo turno, sem manifestar apoio a nenhum dos dois candidatos (Bolsonaro e Haddad), ou seja, manteve a tradição de permanecer em cima do muro.

Reunindo a tropa

Não é apenas o grupo que comanda o governo municipal que está procurando se fortalecer para chegar com musculatura na eleição municipal de 2010. Pelos lados da oposição, segundo confidências de um petista que sabe das coisas, existe decepção com as derrotas do ex-prefeito Eloisio, do governador Fernando Pimentel e da ex-presidente Dilma Rousseff, mas alguma satisfação pela não eleição dos candidatos a deputados apoiados pelo prefeito.

Na avaliação do grupo de oposição a derrota dos dois candidatos enfraquece o governo e a situação pode ficar pior ainda se Anastasia for derrotado no segundo turno, o que está próximo de acontecer. Para os oposicionistas, é hora de trabalhar e torcer pela eleição de Romeu Zema e depois tentar reunir o máximo possível de lideranças, a começar pelo MDB, para reconquistar o poder municipal em 2020.

Como a vereadora Ciça foi mais votada que Eloisio nesta eleição, seu nome é o mais cotado para disputar a prefeitura, até porque o ex-prefeito corre sério risco de se tornar inelegível se o Tribunal de Justiça do Estado confirmar sentença de primeira instância onde ele está condenado por improbidade administrativa.

Contas de campanha

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) referentes à  prestação de contas da vereadora Maria Cecilia Opipari, a “Ciça”, candidata derrotada a deputada federal, ela tinha um teto de gasto na campanha até o limite de R$ 2,5 milhões. À sua disposição R$ 542.688,46 mas gastou deste total R$ 265.981,49. Do recurso liberado para a candidata, 99,9% pertence ao Fundo Eleitoral. Mesmo assim a candidata colocou na campanha R$ 3.484,01 do próprio bolso e de pessoas físicas recebeu doações no total de R$ 1.472,00. A candidata não fez nenhuma doação do recurso do Fundo Eleitoral para outras candidatas do mesmo partido.

A “turma” do sete

Votação em Poços dos chamados candidatos da terra: “Ciça” 7.810; Tramonte 7.706; Marcos Eduardo 7.647; Eloisio 7.590. Já dá para formar um grupo na próxima eleição, a “turma dos sete”.

PTB com Bolsonaro

Como era esperado, o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) aderiu a campanha de Jair Bolsonaro (PSL) neste segundo turno. O diretório de Poços soltou nota oficial comunicando que vai seguir a decisão do diretório nacional. Aliás, no primeiro turno, Bolsonaro já era o preferido no QG central do partido, na rua Barros Cobra.

Pegou mal...

Não foram apenas os institutos de pesquisas que ficaram mal e quebraram a cara com o resultado das eleições no primeiro turno. Os videntes também caíram do cavalo e entre eles está o famoso Carlinhos, que diz ter previsto a morte do presidenciável Eduardo Campos na eleição passada. Carlinhos garantia que o vencedor seria Alvaro Dias que ao final acabou perdendo até para o folclórico cabo Daciolo.

No Canal Aberto

Com muita alegria participamos ontem, desta vez para falar sobre o resultado das eleições, do Canal Aberto, na TV Poços, programa líder de audiência no horário ao lado do apresentador Antonio Carlos Pereira e da jornalista Ivonete Door.

BLOG 10-OUT-2018

Projeto que regulariza imóveis é aprovado

Por oito votos favoráveis e quatro contrários, a Câmara Municipal aprovou ontem durante sessão ordinária, o Projeto de Lei Complementar que autoriza a Prefeitura a proceder a regularização do uso, desmembramentos e edificações e dá outras providências.

O projeto de autoria do executivo provocou debates em plenário, mas ao final com os votos contrários dos vereadores Gustavo Bonafé (PSDB) e Professor Carlos Roberto (PSC),  que haviam solicitado permissão (negada) para se ausentar da votação, acabou sendo aprovado. Na comissão de Justiça, os dois vereadores votaram favorável, embora com restrições, ao parecer da vereadora Ligia Podestá, pela aprovação do projeto.

Olho aberto

Foi só o blog publicar declaração do ex-prefeito Paulinho Courominas onde ele disse que está desiludido com o PSB pela traição que fizeram com o ex-prefeito de BH, Márcio Lacerda e quer devolver o comando da legenda em Poços, para crescer o olho de certo vereador que aguarda apenas o ex-prefeito entregar o partido para procurar a direção regional e se propor reorganizar e fortalecer a sigla em Poços de Caldas com a filiação de novas lideranças.

Novos rumos

Após conquistar quase 50 mil votos e acabar na primeira suplência do partido para a Assembleia Legislativa, Ulisses Guimarães também não faz segredo de um desapontamento com a direção nacional e no âmbito regional do seu partido, o PTB, por não ter auxiliado em nada na sua campanha. Nos próximos dias pretende viajar até a capital mineira para reclamar pessoalmente.

Por outro lado, o ex-prefeito de Caldas não economiza elogios ao seu irmão Elias e a dupla Celso Donato e Thiago Biagioni que coordenou a campanha em Poços de Caldas. Foram responsáveis diretos pela expressiva votação que obteve, superando a casa dos 20 mil votos.

Os quatro já traçam planos para o futuro e não passa pelo projeto politico de Ulisses voltar a disputar a prefeitura de Caldas ou cargos majoritários em Poços.

Bastidores de campanha

Como Pimentel está fora da disputa pelo governo após ser derrotado no primeiro turno, começaram a pipocar versões de fatos ocorridos nos bastidores da campanha que teriam provocado o afastamento de dez integrantes do chamado grupo duro que acompanhava o petista desde o início do governo.

Um dos afastados foi o deputado e secretário de governo Odair Cunha que se afastou com a desculpa de que precisava fazer campanha e foi esperto, porque conseguiu se reeleger e segurar um mandato parlamentar por mais quatro anos. Segundo essas versões, um dos atritos foi causado pela ex-presidente Dilma que insistiu em ser candidata ao Senado, que era o desejo de Pimentel. Como a ordem veio do “chefão” atrás das grades, Pimentel teve que recuar.

Outro fato aconteceu no dia 27 de setembro, quando o comando da campanha temia que Anastasia pudesse vencer a disputa no primeiro turno. A decisão foi comprar pacotes de mensagens de apoio ao candidato Romeu Zema para fazê-lo crescer nas pesquisas e com isso provocar a realização do segundo turno.

Deu errado, Zema cresceu além do previsto, acabou ultrapassando Pimentel e também Anastasia e venceu a eleição.

Mancada da ACIA

O jornalista Wiliam de Oliveira revelou ontem, durante o programa “Poços em Debate”, que quando da visita dedo candidato Romeu Zema a Poços de Caldas, alguns apoiadores da sua campanha procuraram a direção da Associação Comercial propondo um encontro do candidato com empresários para que Zema apresentasse seu projeto de governo e ouvisse sugestões.

Para surpresa do grupo a diretoria da Associação respodeu que só aceitaria recebê-lo se fosse um encontro privado, sem a presença da imprensa. A reunião acabou acontecendo em um restaurante com um grupo de empresários, apoiadores e filiados ao Partido Novo. Zema esteve também com o presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio.

O interessante é que o candidato tem apoio das associações comerciais de todo o estado além de entidades representativas do agronegócio. Se por acaso Zema vier a ser eleito, será que a diretoria da ACIA continuará mantendo distância do futuro governador?

Hotéis mudam de dono

Uma fonte ligada ao sindicato de hotéis garantiu para o blog que os hotéis São Francisco e Lancaster, da família Blasi foram adquiridos pela Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo. Em se confirmando a transação que girou em torno de R$ 13 milhões, esta é uma excelente noticia para o turismo tendo em vista que os hotéis estão desativados e o prédio do Lancaster por algum tempo abrigou a secretaria de saúde.

Na Câmara

Os vereadores continuam batendo recorde na apresentação de requerimentos com pedidos de informações endereçados ao gabinete do prefeito. Na reunião ordinária de ontem foram a plenário 21 requerimentos nesse sentido, sendo 8 deles de autoria do vereador Paulo Tadeu.

Entre os requerimentos está o do vereador Marcelo Heitor que deseja saber como andam os preparativos para a decoração e os festejos de Natal e outros três de autoria de Gustavo Bonafé que deseja saber como andam os processos administrativos no setor de Vigilância Sanitária, Serviços Públicos e Meio Ambiente.

Mauro Ivan pediu informações sobre a limpeza de galerias de águas pluviais, enquanto que o Professor Carlos Roberto quer saber sobre o serviço de manutenção na Estrada do Bianucci. O líder da situação Alvaro Cagnani deseja informações sobre os motivos que levaram a abertura de um enorme buraco na Av. Ubirajara Machado de Morais.

Paulo Tadeu quer detalhes sobre o acompanhamento pré-natal por parte do Sistema Público de Saúde; como anda a reforma nas instalações da Secretaria Municipal de Projetos e Obras Públicas, e o porque da interrupção dos serviços de gastroenterologia, ultrassom transvaginal e elaboração de laudos de raio-X, na Unidade Básica de Saúde do Jardim Itamaraty.

Lucas Arruda, da Rede sugere a possibilidade de estudos para a conversão dos motores da frota de veículos públicos para o gás natural veicular e pede informações  sobre cães de grande porte, sem focinheira, soltos nas ruas pelos seus donos e que avançam sobre os pedestres.

Efeito retardado

Como era previsto, passada a eleição, as bombas de efeito retardado no governo municipal estão começando a estourar, no setor de finanças onde a crise é cada vez maior. Ontem a empresa responsável pela coleta de lixo paralisou o serviço alegando atraso no pagamento. Felizmente o problema foi solucionado em pouco tempo, sem prejuízo para a coleta.

Candidatos de fora

A contagem final dos votos em Poços de Caldas para candidatos a deputado com outro domicilio eleitoral aponta como os dois primeiros mais votados para a Assembleia Leandro Genaro, do PSD com 2.032 votos, seguido de Bruno Engler do PSL, com 1.278. Para federal, os primeiros mais votados foram Stefano Aguiar com 2.321 votos, seguido do cabo Junio, do PSL, com 1.532. Sem falar no tal Pedrinho de Alfenas que levou de Poços 3 mil votos e não conseguiu se eleger.

Aécio Neves somou 599 votos e Odair Cunha, do PT, que na eleição passada recebeu votação próxima dos 10 mil votos, desta vez foi lembrado por apenas 599 eleitores.

A Rede derretendo...

Após o fraco desempenho nas urnas na eleição de domingo, o comando do Rede Sustentabilidade que não conseguiu vencer a cláusula de barreira, ficando sem tempo de tv e fundo partidário, correndo risco de ser extinta, analisa a possibilidade de fusão com o Partido Verde (PV). Se a fusão for concretizada, isso significa que em Poços de Caldas o novo partido terá como um dos seus dirigentes o empresário Paulo Molinari que hoje preside o Partido Verde na cidade. O que já seria um bom começo.

Traído pelo vice

Falando no Rede, quem está uma fera é o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS) que havia combinado com o seu vice e secretário de governo, Paulo Lamac (Rede) de que ambos apoiariam Iran Barbosa (MDB) na sua tentativa de reeleição para deputado estadual, mas o vice roeu a corda e passou a pedir votos para Ana Paula Siqueira, colega de partido.

Iran não conseguiu se reeleger enquanto que Ana Paula conquistou uma cadeira na Assembleia, onde será a única representante do Rede Sustentabilidade. Irritado, na segunda-feira, pelo Twitter, o prefeito anunciou a demissão do vice da secretaria de governo e de outros 100 ocupantes de cargos indicados por ele.

Rodapé

A convite do apresentador Antonio Carlos Pereira, estarei participando hoje do programa Canal Aberto, na TV Poços.

BLOG 09-OUT-2018

Mostrou força

Mesmo não conseguindo eleger seus dois candidatos a deputados, o prefeito Sérgio Azevedo sai desta campanha mais forte do que entrou. A expressiva votação de Carlos Mosconi (30 mil votos) e Ulisses (mais de 20 mil) também é resultado do seu trabalho à frente do executivo municipal nestes quase dois anos e também do papel que desempenhou na campanha quando procurou conscientizar os eleitores sobre a necessidade de a cidade voltar a eleger representantes na Assembleia e na Câmara Federal.

A não eleição de Mosconi e Ulisses se deve principalmente a baixa votação de outros candidatos dos seus partidos, no PSDB não se confirmou a votação que era esperada de Aécio Neves e de outros caciques tucanos detentores de mandatos na Câmara Federal, enquanto que pelos lados do PTB, legenda de Ulisses, alguns candidatos que tentavam a reeleição decepcionaram.

Um deles foi Dilzon Melo, de Varginha, que não foi reeleito e perdeu mais da metade dos seus votos comparados com a eleição de 2014, já o veterano Bráulio Braz, caiu de 90 para 50 mil votos. Uma votação um pouco maior de alguns tucanos e petenistas teria dado a vitória aos dois candidatos de Poços de Caldas.

Agora é olhar para a frente com a certeza de que a renovação veio para ficar em todos os níveis e a politica local está dizendo adeus as antigas lideranças para apostar na renovação representada pelo próprio prefeito, mais Ulisses Guimarães, Thiago Biagioni, Celso Donato, Gustavo Bonafé, Lucas Arruda e quem sabe Mauro Tramonte, que queiram ou não, pela condição de deputado estadual mais votado no estado, terá influência nas próximas eleições municipais.

Encolhendo

Pelos lados da oposição, hoje representada pelos dois vereadores petistas com assento na Câmara Municipal, a situação ficou ainda mais complicada diante da baixa votação registrada pelo ex-prefeito Eloisio que não confirmou aquela previsão sempre feita por políticos antigos de que qualquer ex-prefeito de Poços que se candidate a deputado tem garantido no mínimo 15 mil votos. O petista não chegou a oito mil, votação ridícula se comparada a Ulisses, ex-prefeito de Caldas que recebeu mais de 20 mil votos na cidade, mesmo não sendo conhecido por aqui até o início da campanha.

Com a derrota do governador Pimentel ainda no primeiro turno, de Dilma Rousseff para o Senado e a possível vitória de Bolsonaro para presidente no segundo turno, o PT em Minas deve murchar e em Poços voltar a ser um partido sem expressão, vivendo apenas das ações do vereador Paulo Tadeu que já não demonstra o mesmo entusiasmo de antigamente.

Mudando de barco

Interessante é observar alguns emedebistas que até ontem eram parceiros e defensores do governo Pimentel e que após o resultado de domingo começaram a demonstrar certa paixão pelo candidato ao governo Romeu Zema, como se fossem seus eleitores desde o inicio da campanha. Esão pegando carona para quem sabe descolar uma “boquinha” no governo caso o candidato do Partido Novo seja eleito.

Na lista

Eloisio é mais um a entrar para a lista dos ex-prefeitos que ao deixar a prefeitura se aventuraram, sem sucesso, na eleição de deputado. Fazem parte do time José Aurélio Vilela, Adnei Pereira de Morais, Paulinho Courominas e Paulo Tadeu. Apenas Sebastião Navarro e Geraldo Thadeu conseguiram se eleger depois de ter passado pela prefeitura e Luiz Antonio Batista não se candidatou.

Por falar em Eloisio, o resultado das urnas na zona sul foi uma espécie de troco no ex-prefeito que durante sua passagem pela prefeitura não fez absolutamente nada pelos bairros daquele setor. O petista perdeu feio por lá.

Articulações ilimitadas

Pelos corredores do legislativo nas conversas em off continua o zum-zum-zum sobre a sucessão na presidência da Casa. Além dos quatro vereadores que estão de olho no cargo (Bonafé, Lucas, Alvaro e Professor Carlos), a vereadora Ligia Podestá também pensa no assunto e sonda colegas para analisar a chance de virar presidenta.

Expectativa

Deve ser incluído na ordem do dia da sessão ordinária desta terça-feira na Câmara o polêmico projeto de lei encaminhado pelo executivo que propõe anistia a imóveis irregulares. A expectativa do gabinete é que o projeto seja aprovado em plenário por 8 votos contra 6.

O processado deve provocar acalorados debates em plenário tendo em vista o voto contrário, já declarado, do vereador Paulo Tadeu.

Descansando

E como ninguém é de ferro, depois da intensa maratona por todas as  regiões do estado durante a campanha, o campeão de votos para a Assembleia Legislativa, Mauro Tramonte, decidiu fazer as malas e viajar com a família para lugar incerto e não sabido. Durante uma semana vai descansar e recuperar as energias para reassumir seu programa na TV Record e naturalmente se preparar para a nova vida que começa em janeiro.

Votos fora não corresponderam

Para Carlos Mosconi, as cidades mais próximas de Poços, como Andradas, Bandeira, Caldas e Santa Rita de Caldas corresponderam a expectativa dos votos que estavam na sua projeção, porém, nos municípios mais distantes onde sempre obteve boa votação, com o seu afastamento pelo fato de ter permanecido quatro anos sem mandato, o número de votos não foi o esperado porque perdeu espaço para deputados no exercício do mandato. Na coligação, assim como aconteceu em 2014, Mosconi ficou com a terceira suplência.

Ontem ele participou do programa Canal Aberto, na TV Poços e mesmo com a derrota aparentava um ar de tranquilidade, tendo adiantado que não irá reassumir o cargo de Secretário Municipal de Saúde.

Quase impossível

A chance do candidato do PSDB, Antonio Anastasia vencer a eleição no segundo turno contra Romeu Zema é quase zero, até por causa do desânimo que tomou conta dos tucanos com a derrota de Alckmin e o segundo lugar de Anastasia no primeiro turno. Só mesmo um fato novo de grande repercussão poderá reverter o quadro e recolocar o senador no páreo. Fora disso, o melhor a fazer é enfiar a viola no saco e se preparar para uma derrota por uma larga diferença de votos. Fica o consolo de ter desalojado do governo os petistas Fernando Pimentel e a forasteira Dilma Rousseff.

Tamo junto

Mesmo integrando a coligação do tucano Antonio Anastasia que vai disputar o segundo turno com Romeu Zema para o governo, o PTB que tem como chefe maior em Poços o empresário Waldir Miguel, já sinalizou antes mesmo do primeiro turno que em caso de derrota do tucano, a segunda opção seria por Zema.

Em uma das visitas que fez a Poços de Caldas durante a campanha, o candidato do Partido Novo fez questão de bater um papo com o presidente do PTB e seu irmão de maçonaria, para uma conversa sobre as eleições. Vai dai que, dentro daquela máxima de que “si hay gobierno soy a favor” em caso de vitória o PTB de Poços será o primeiro a aderir ao novo governo.

Votos desperdiçados

Impressionante é verificar que pelo menos 3 mil votos em Poços fora dados ao candidato forasteiro Pedrinho de Alfenas e outro tanto a um pastor de igreja evangélica, sendo que nenhum dos dois tem ligação com a cidade, isso para ficar apenas nesses dois exemplos, mas teve muito mais votos desperdiçados com os candidatos paraquedistas.

Encolhendo

Como resultado do fraco desempenho nas urnas, o PSDB perdeu 25 cadeiras na Câmara Federal e o MDB 31. Já o Rede, PTC, PMN, PRP, PV, Avante, PSTU, PCB, PRTB, DC, PCO, PPL, Patriota, Pros e PMB a partir de agora estão fora do Fundo Partidário. Já o Partido Novo deixa de receber, mas não depende de dinheiro público.

A melhor cobertura

A Rádio Web, Canção de Boiadeiro, do advogado criminalista Wanderlei de Melo, um apaixonado pelo rádio marcou presença na eleição de domingo recebendo durante todo o dia em seu estúdio pessoas ligadas a imprensa, políticos e convidados para comentar o andamento das eleições. Até repórter na cobertura externa a rádio manteve nos principais pontos de votação. Segundo Wanderlei, a cobertura das eleições através do rádio ao vivo, foi a realização de um sonho de muitos anos.

Rodapé

Perguntinha básica: como ficam os institutos de pesquisas diante do resultado no primeiro turno das eleições em Minas?

BLOG 08-OUT-2018

Tramonte é eleito com meio milhão de votos

O poços-caldense apresentador de tv, Mauro Tramonte (PRB), foi eleito deputado estadual com 516.390 votos, segundo 99% das urnas apuradas e será o único candidato da terra a representar Poços de Caldas na Assembleia Legislativa. Ulisses Guimarães, do PTB ficou na primeira suplência com 48.295 e Carlos Mosconi também na primeira suplência do PSDB com 65362 votos.

Dentro do previsto

A votação dos candidatos apoiados pela administração municipal ficou dentro da projeção feita por Celso Donato e Thiago Biagioni, responsáveis pela coordenação da campanha. Mosconi obteve 29.571 votos e Ulisses 20.870, um pouco mais do calculado pela coordenação de campanha, o que demonstra acerto na estratégia adotada para esta eleição. Esta foi a maior votação que o tucano registrou em Poços de todas as eleições que disputou.

O problema é que sem mandato nos últimos quatro anos Mosconi perdeu parte da base na região, enquanto que Ulisses por estar filiado ao PTB necessitava de uma votação um pouco maior e acabou na apuração das últimas urnas perdendo a vaga para Braulio Braz que somou 51.656 votos no total. Ulisses foi o 53º mais votado no estado.

Votação de ex-prefeito decepcionou

Votação decepcionante foi a do ex-prefeito Eloisio Lourenço que esperava somar entre 40 a 50 mil votos no total e obteve apenas 24.292 no geral. Em Poços de Caldas o petista não passou de 7.590 votos, ficando abaixo até da vereadora “Ciça” que como candidata a deputada federal somou 7.647 votos na cidade. Na soma geral a vereadora alcançou 11.290 votos.

Situação complicou

Embora tenha mostrado força, com as expressivas votações alcançadas na cidade pelos candidatos Mosconi e Ulisses, o prefeito Sérgio Azevedo só contará na Assembleia Legislativa com a ajuda de um deputado estadual (Mauro Tramonte) e mesmo assim considerando que sua base eleitoral está na região metropolitana de Belo Horizonte onde explodiu de votos ultrapassando a casa do meio milhão (em Poços sua votação não chegou a 6 mil).

Para o segundo turno o quadro é de pessimismo com Anastasia correndo sério risco de uma derrota para Romeu Zema. O resultado deste primeiro turno não foi bom para a cidade que pode festejar apenas o fato de ter se livrado do governador Pimentel que durante os quatro anos de mandato deu clara demonstração de não gostar da cidade.

Zema foi o único candidato ao governo a visitar Poços de Caldas (duas vezes) durante a campanha. Em uma dessas visitas foi recebido pelo prefeito em seu gabinete.

Cotado para presidente

Encerrada a votação, segundo noticiário politico da capital, já começaram as articulações com vistas a escolha do próximo presidente da Assembleia Legislativa e o poços-caldense Mauro Tramonte, com a votação histórica de mais de meio milhão de votos já é nome citado nas conversas de bastidores..

Outros candidatos

O médico Marcos Eduardo Andrade, que na eleição passada somou 52.439 obteve votação menor nesta eleição, somou apenas 32.008. Regina Cioffi 7.221 e Gabriel Vilas Boas 2.492.

Decepção e elogio

Falando para uma emissora de rádio o ex-prefeito Paulinho Courominas disse que a “puxada de tapete” em Márcio Lacerda, que era pré-candidato ao governo do estado pelo seu próprio partido foi uma vergonha e uma rasteira do comando central do partido, o PSB, se isso não tivesse ocorrido a disputa pelo governo teria um cenário diferente.

Mostrando-se decepcionado com os dirigentes da sigla, o ex-prefeito disse que pretende devolver o comando do PSB em Poços de Caldas e buscar outro caminho junto com seus companheiros de politica.

Perguntado sobre o que acha da atual administração, fez vários elogios ao prefeito Sérgio Azevedo que para ele vem fazendo um bom governo dentro das circunstâncias, principalmente pela falta de recursos.

Troféu porcolino

Muitos locais, principalmente próximos as zonas de votação e ponto de ônibus amanheceram ontem forrados de “santinhos” e cola com o nome dos candidatos. O troféu porcolino deve ser entregue aos dois candidatos petistas, Ciça e Eloisio que sujaram as ruas com a maior quantidade de papéis que não serviu para nada porque choveu e a papelada ficou molhada, servindo apenas para entupir bueiros e dar mais trabalho para o pessoal da limpeza pública.

Zema a surpresa do primeiro turno

Romeu Zema Neto é a grande surpresa nas urnas neste primeiro turno. Desbancou não só o seu principal concorrente que era o governador Pimentel como passou também Anastasia e por uma diferença expressiva o que o coloca como amplo favorito para vencer as eleições no segundo turno. Zema foi o único candidato ao governo a visitar Poços de Caldas durante a campanha e esteve na cidade por duas vezes mantendo contatos com alguns empresários que são seus apoiadores, além do pessoal ligado a agricultura.

O candidato do Partido Novo que abandonou João Amoêdo, candidato do seu partido para ficar com Bolsonaro viu seus índices de preferência do eleitorado crescer nas pesquisas depois de participar do debate da TV Globo onde suas propostas agradaram ao eleitor.

Algumas falas de Zema durante suas entrevistas:

Nós não somos só um partido político, nós somos uma ideia para fazer uma sociedade diferente. Eu quero ser o primeiro governador que vai morar na sua própria residência em vez de morar em um palácio. A monarquia já acabou há 130 anos, e os políticos ainda se consideram parte da nobreza da corte. Eu sempre digo que exemplo vem de cima, quem está comandando o navio tem que ser o último a deixar o navio, tem que ser responsável por toda tripulação e passageiros, e o que nós temos visto no Estado é o contrário. Então eu só vou receber meu salário quando todo funcionalismo e aposentados estiverem com o salário em dia. Nós queremos seriedade e moralidade, porque falta esse comprometimento dos políticos.

Sobre a quebradeira do Estado, Zema diz que Isso só chegou onde chegou devido a irresponsabilidade e descaso do atual e de governos anteriores. Isso é fruto de uma mentalidade que reina entre os políticos de sempre, e isso nós queremos quebrar. Primeiro, nós vamos extinguir todos os tipos de privilégios e mordomias que existem. Hoje nós temos excesso de cargos e secretarias, Minas tem 21 secretarias e nós queremos nove. Na Câmara de Uberlândia cada vereador tem 15 assessores, em Poços de Caldas, cada vereador tem um, então nós temos muita ineficiência. Nós vamos ter condição de cobrar mudanças, então vou cortar muita gente, mas não vou cortar médicos, nem professores, nem policiais. Vou parar de maltratar quem investe no Brasil, quem emprega e quem gera riqueza. Porque hoje o Estado de Minas é o estado mais complexo em termos tributários, tem não só a maior carga tributária, como as leis mais complexas. Em vez de ter três pessoas para apurar o ICMS, tem oito pessoas, e fica muito mais sujeito a erros. Queremos uma coisa justa. Outro ponto, eu vou incrementar a atração de empresas para Minas, hoje Minas só tem perdido empresas, que estão indo para fora do Estado, porque são maltratadas aqui..

Rodapé

Não há mais que se falar em golpe. Dilma agora foi cassada pelos eleitores.

BLOG 07-OUT-2018

Candidatos encerram campanha com passeatas

O centro da cidade teve ontem uma manhã agitada por ser o último dia de campanha eleitoral. Os candidatos a deputado Carlos Mosconi, Ulisses Guimarães, Regina Cioffi e Eloisio Lourenço junto com seus apoiadores e cabos eleitorais carregando bandeiras, cartazes e distribuindo “santinhos” e “colinhas” percorreram as ruas centrais tentando despertar a atenção dos eleitores e ganhar votos. O prefeito Sérgio Azevedo, ao lado da esposa, acompanhou os candidatos apoiados pela administração, marcando presença também o presidente da Câmara, Antonio Carlos Pereira.

Assembleia Legislativa

Apesar da demanda do eleitor brasileiro por caras novas na política, as campanhas curtas e de difícil financiamento tendem a refrear a taxa de renovação na Assembleia Legislativa de Minas Entre deputados com mandato, as chances de sucesso eleitoral são quase 20 vezes maiores do que entre candidatos que não estão no exercício da função. Concorrem à reeleição 63 deputados estaduais, três a menos do que em 2014, o que não deverá representar grande mudança nos índices da última década.

Câmara Federal

Na Câmara Federal, dos 613 deputados, 305 estão tentando a reeleição para mais quatro anos de mandato. Com o criação do Fundo Eleitoral, quem já tem mandato também leva enorme vantagem na disputa. Segundo cálculo de analistas, o quociente eleitoral para a Câmara dos Deputados em Minas Gerais deve girar em torno de 190 mil votos, ou seja, esse é o mínimo de votos que o partido vai necessitar para fazer um deputado. Poucos são os candidatos que superam sozinho essa marca. Na eleição passada, dos 53 deputados eleitos na bancada mineira, apenas cinco conseguiram essa marca.

Pimentel correndo risco

As duas últimas pesquisas com as intenções de voto para o governo de Minas mostram o candidato do PSDB, Antonio Anastasia, já garantido na disputa do segundo turno. Já em relação à segunda vaga há uma indefinição entre quem deve disputar com o tucano.

Aparecem tecnicamente empatados o governador Fernando Pimentel que concorre à reeleição, e Romeu Zema (Novo) que cresceu nos últimos dias e ameaça terminar na frente do petista. Enquanto o tucano aparece com 32% nas duas pesquisas, Pimentel aparece recuperando dois pontos percentuais no Datafolha de 21% para 23%, no Ibope ele faz o caminho contrário, saindo de 22% para 20%. No entanto, as variações de ambos os institutos estão dentro da margem de erro que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Já Romeu Zema apresentou crescimento nas duas pesquisas. No Ibope ele veio de 10% no levantamento de 2 de outubro para 18% neste sábado. No Datafolha de deste mês ele registrou 15% e agora está com 19% das intenções de voto.

Campanha da dupla Mosconi-Ulisses foi bem feita

Depois de ter coordenado com sucesso a campanha vitoriosa do prefeito Sérgio Azevedo, a dupla formada por Celso Donato (Presidente do PSDB) e Thiago Biagioni, repetiu nesta campanha o mesmo trabalho, com dedicação e profissionalismo, e segundo eles, existe muita confiança na vitória dos candidatos Carlos Mosconi e Ulisses Guimarães na eleição deste domingo.

Celso chega a arriscar um palpite. confia numa votação histórica do ex-deputado Carlos Mosconi, próxima dos 30 mil, o que seria sua maior votação já registrada por ele em Poços a maior até agora somou 28.500 votos. Na eleição passada, Mosconi obteve apenas 16.500 votos porque teve como concorrente Geraldo Thadeu que alcançou praticamente a mesma votação do tucano. Celso diz que num cálculo mais otimista o candidato a deputado federal pode chegar próximo dos 35 mil, pelo menos, diz ele, “o trabalho que desenvolvemos durante a campanha foi com este objetivo”.

Quanto ao candidato a deputado estadual, Ulisses Guimarães, o otimismo também é grande. Junto com seu companheiro de coordenação na campanha, Thiago Biagioni, ele acredita que a votação do jovem candidato deva ficar entre 10 a 15 mil votos, superior a projeção feita inclusive pelo prefeito Sérgio Azevedo.

Por não ser muito conhecido em Poços, embora tenha nascido, estudado e mantenha residência fixa na cidade, e se formou em medicina veterinária na PUC, Ulisses ainda era desconhecido da maioria do eleitorado. Foi durante a campanha que ele ficou apresentado aos eleitores e isso se deve muito ao prefeito Sérgio Azevedo que abraçou a sua candidatura, afirmou Celso.

O presidente do PSDB e Secretário de Governo lembra que o trabalho foi realizado na esperança de repetir o sucesso da última eleição municipal e com objetivo único de eleger representantes da cidade na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal. “A administração precisa de apoio em Belo Horizonte e Brasília para reivindicar melhorias para a cidade”, disse.

Celso revela que o segredo de ter feito uma campanha bem sucedida foi o fato de ele cuidar da definição da estratégia política, marketing, comunicação e mobilização, enquanto que o Thiago desempenhou a parte executiva com muita sabedoria e competência.

O secretário de governo lembra que além de sugerir ao prefeito as gravações em vídeos para as redes sociais pedindo votos para os candidatos, ainda o convenceu da necessidade de escrever e assinar carta endereçada aos eleitores falando da necessidade de a cidade eleger deputados.

O resultado do trabalho da dupla será conhecido na apuração dos votos e o que se espera é que o eleitorado poços-caldense tenha entendido a mensagem de que para a cidade progredir e se desenvolver, é necessário eleger deputados comprometidos com a cidade e não aqueles que aparecem por aqui apenas em época de eleição.

O presidente dos tucanos aproveita a oportunidade para agradecer a todos aqueles que estiveram juntos na campanha e que se esforçaram ao máximo para convencer os eleitores e apoiar os candidatos ligados ao governo.

Presidente do PTB pede votos para Ulisses

Ao lado do candidato a deputado estadual Ulisses Guimarães, do seu irmão e dos dirigentes do PTB Jovem, Rodrigo Costa e Laura Tassinari, o empresário Waldir Miguel publicou nas redes sociais apelo aos eleitores de Poços de Caldas para que votem em candidatos da terra e de preferência em Ulisses que é filiado ao partido, e apoiado pela administração municipal.

Locais de votação

No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o eleitor pode fazer a consulta. A opção está na página principal. Basta inserir o número do título de eleitor. Para quem esqueceu o registro do documento, uma alternativa é preencher nome, nome da mãe e data de nascimento. O sistema apresenta número do título, seção, zona, endereço e município.

BLOG 06-OUT-2016

Poços com chance de eleger deputados

Dizem que das urnas de votação, bumbum de bebê e cabeça de juiz ninguém sabe o que pode sair. Isso, no entanto, não impede alguns palpites sobre o resultado das eleições de amanhã a respeito dos candidatos a deputado da terra, mesmo na base do achismo e de projeções internas feitas pelos coordenadores de campanha.

Pelo que vimos e ouvimos durante a campanha, dificilmente a cidade permanecerá sem representação na Assembleia Legislativa do Estado onde muitos já dão como certa a eleição do apresentador da TV Record, Mauro Tramonte, poços-caldense que deve aparecer na lista dos mais votados em todo o Estado.

A dúvida maior é saber quem será o candidato que vai somar mais votos no colégio eleitoral de Poços de Caldas. Lembrando que nem sempre o mais votado aqui consegue se eleger, na eleição passada, por exemplo, Mosconi e Geraldo receberam boa votação mas não se elegeram.

Desta vez para a Assembleia Legislativa temos vários candidatos com chance de vitória além de Mauro Tramonte que tem como principal base eleitoral e região metropolitana de Belo Horizonte. Estão no páreo para ser eleitos e sair de Poços como majoritários, pela ordem, os candidatos Ulisses Guimarães, Regina Cioffi, Marcos Eduardo e Eloisio Lourenço.

Exceção feita a Tramonte que tem base eleitoral garantida na capital, os demais dependem de votos em cidades da região.

Rejeição

Entre esses candidatos, a situação mais complicada parece ser a do ex-prefeito Eloisio Lourenço que por não ter feito uma boa administração foi derrotado na tentativa de reeleição e neste momento carrega também a rejeição contra o PT, que tomou conta do país e deve prejudica-lo nesta tentativa de se eleger deputado estadual.

Além disso Eloisio viu sua área de trabalho na campanha ser reduzida porque Odair Cunha decidiu de última hora ser candidato à reeleição para a Câmara Federal e para isso teve que fazer dobradinha com o deputado Ulisses Gomes, de Itajubá.

Por estar condenado por improbidade administrativa em primeira instância, Eloisio corre sério risco de se tornar um fecha-suja caso o Tribunal de Justiça do Estado confirme a sentença. Se isso acontecer estará decretado o fim da sua carreira politica.

Futurologia

Pelos lados da situação, ainda no campo da futurologia, a eleição de Ulisses Guimarães do PTB, que teve a candidatura a deputado estadual abraçada pelo prefeito Sérgio Azevedo, vai significar uma vitória do prefeito que terá no petebista mais um grande aliado para reivindicar recursos do governo estadual.

Em caso de derrota, Ulisses continuará parceiro do grupo e deve ser aproveitado em algum cargo no Estado caso se confirme a vitória do tucano Anastasia.

Câmara Federal

No que diz respeito a disputa por vaga na Câmara Federal, Carlos Mosconi deve receber excelente votação em Poços até porque seus concorrentes são fracos eleitoralmente, a começar pela vereadora Maria Cecilia Opípari que entrou na disputa a pedido de Odair Cunha apenas para somar votos para a legenda.

Tanto é verdade que o deputado de Pouso Alegre, que na eleição passada levou de Poços dez mil votos, agora não apareceu e nem fez campanha na cidade para não atrapalhar a candidatura da vereadora cujos votos, de forma indireta, vai  colaborar para a sua reeleição.

Preocupação no ninho

O repentino crescimento da candidatura do empresário Romeu Zema nas pesquisas eleitorais, dobrando o percentual na intenção de votos, deixou preocupado o segundo colocado Fernando Pimentel, e mais que ele, a cúpula da campanha do PSDB que teme a possibilidade de Zema Ultrapassar o governador e se tornar adversário de Anastasia no segundo turno.

Considerado um adversário mais difícil de ser batido por representar o novo, Romeu Zema, que é filiado exatamente no Partido Novo possui baixa rejeição o que pode complicar a vida do tucano. Ontem, Anastasia afirmou que se o candidato for ele, a estratégia de campanha não sofrerá alteração.

Desprestigiada

A falta de lideranças politicas de expressão na politica deixou Poços de Caldas fora do roteiro dos candidatos a cargos majoritários nesta eleição, ao contrário das outras quando a cidade era visitada durante a campanha pelos candidatos ao governo do Estado e até para a Presidência da República.

Durante a campanha, apenas Romeu Zema, candidato ao governo do Estado visitou a cidade para fazer campanha e o fez por duas vezes. O resultado destas visitas deve ser sentido nas urnas com uma boa votação em Poços para o representante do Partido Novo.

Na mosca

O governo municipal lançou ontem o programa Poços Mais Segura, cujo objetivo principal é oferecer a população melhoria na área de segurança pública, um setor que vem preocupando a população com o aumento da violência causado principalmente pelas ocorrências de furtos, roubos e assaltos.

Em boa hora a administração municipal está reforçando o policiamento ostensivo com rondas e blitz que serão feitas pelos guardas municipais que passarão a atuar em parceria com a Policia Militar, Policia Civil, Comissariado de Menores, juizes, conselheiros tutelares. Todos unidos para oferecer mais segurança aos moradores que de algum tempo para cá estavam se sentindo desprotegidos diante da ação dos marginais, cada vez mais atrevidos, invadindo residências, agredindo pessoas idosas e praticando assaltos à qualquer hora do dia.

Ao priorizar a segurança dos munícipes, a administração acerta na mosca e marca um gol, fazendo por merecer elogios pela feliz iniciativa que segundo explicações do prefeito será feita com o dinheiro que será economizado com o aluguel da sede da Guarda Municipal que voltou para o prédio da antiga estação ferroviária, de onde nunca deveria ter saído, com a colaboração da empresa concessionária da zona azul que colabora com a instalação de totens com câmeras de monitoramento eletrônico e com a estratégia de descentralizar os guardas municipais que estarão atuando com base nas zonas sul, leste e oeste da cidade, além da base central.

DMAE deve assumir coleta de lixo e aterro

Seguindo o que dispõe lei federal, no que diz respeito a gestão integrada do saneamento básico, que é quando o serviço municipal se responsabiliza além da água e esgoto também pela a coleta de lixo e o gerenciamento do aterro, o DMAE deverá assumir no início do próximo ano os dois serviços que hoje são gerenciados pela Secretaria de Serviços Públicos

Para o secretário Thiago Biagioni, a transferência dos serviços para o DMAE será um alívio para a sua secretaria que já cuida de outras funções ligadas a limpeza pública e agora, após as alterações introduzidas no serviço de coleta do lixo, inclusive com a economia de milhões diante do que era gasto na administração passada, além da implantação da coleta seletiva em toda a cidade, o DMAE não terá dificuldade para dar continuidade ao serviço.

BLOG 05-OUT-2018

Reflexo no futuro

As cabeças pensantes do ninho tucano estão confiantes e fazendo um grande esforço para eleger a dupla Mosconi-Ulisses deputados e também por uma vitória expressiva do candidato ao governo Antonio Anastasia na cidade para mais tarde poder cobrar do futuro governador os recursos que a cidade necessita.

Ao mesmo tempo reforçam o grupo com algumas lideranças de expressão e esperam conquistar apoio também do PTB para chegar com força em 2020 e reeleger Sérgio Azevedo ou algum nome indicado por ele. O que parece certo é que o futuro vice não sairá mais da Rede, podendo ser indicado pelo DEM ou outro partido alinhado com a administração.

Até porque com o fracasso do partido de Marina Silva nesta eleição, dificilmente o partido sobrevive até a próxima eleição.

Apoio decisivo

Nos últimos dias o prefeito Sérgio Azevedo tem gravado vídeos diários pedindo votos para os candidatos a deputado Carlos Mosconi e Ulisses Guimarães. Segundo os números do  tracking, levantamento diário de intenção de votos que vem sendo feito pelo comando da campanha a estratégia tem funcionado porque o chefe do executivo continua bem avaliado junto a população, conseguindo com isso transferir votos para os dois candidatos que tem o seu apoio.

Raulina deve deixar o PSDB

A ex-vereadora e ex-secretária de Promoção Social, Raulina Adissi, que realizou excelente trabalho no campo social enquanto esteve à frente da secretaria no governo Paulo Cesar Silva, foi entrevistada ontem no programa Bôca Boa, da Master Web Rádio.

Entre outras coisas a ex-vereadora disse que pretende se candidatar novamente a uma cadeira no legislativo, porém descartou continuar filiada ao PSDB, embora esteja empenhada na campanha pela eleição dos deputados Carlos Mosconi e Ulisses Guimarães.

Faz-se necessário reconhecer que o prefeito Sérgio errou ao deixar de prestigiar quem já tinha apresentado um bom trabalho à frente do setor de Promoção Social para colocar em seu lugar alguém que, infelizmente não vem correspondendo à expectativa. Para comprovar isso é só dar um giro pela cidade e verificar o alto número de pedintes, drogados e desocupados que perambula pelas ruas.

Fora de foco

Falando nisso, o vice-prefeito Flávio Faria, que responde pela Secretaria de Desenvolvimento e Trabalho (Sedet), seria mais útil para o governo se procurasse Amélia Queiroz, diretora executiva da Agência de Desenvolvimento Regional da Região Leste Paulista e Sul de Minas e aprendesse com ela como se trabalha para atrair novas indústrias e como se planeja o futuro de uma cidade.

Daria uma colaboração mais efetiva para a administração se fizesse isso ao invés de ficar preocupado apenas com o varejo, fazendo papel de despachante e procurando lideres de bairros, papel que cabe aos vereadores.

Suspenso

Aquele site que diz pensar a cidade e que costuma fazer críticas ácidas contra a administração municipal e publicar ofensas aos políticos foi retirado do ar pelo facebook e não deve voltar ao ar tão cedo. Como tinha pouca audiência, ninguém está achando falta.

Não abre mão

O vereador Paulo Tadeu não esconde de ninguém que está trabalhando para ser o próximo candidato a prefeito pelo Partido dos Trabalhadores e não abrirá mão de participar da disputa para o ex-prefeito Eloisio, caso ele não seja eleito deputado. Se quiser concorrer, Eloisio terá que mudar de partido. Aliás, segundo amigos mais chegados, vontade é o que não falta ao ex-prefeito que no PT sempre foi um estranho no ninho.

Questão de família

O ex-vereador João Batista Cioffi diz que está torcendo muito pela vitória do candidato a deputado estadual pelo seu partido, o PTB, Ulisses Guimarães. No entanto, diz que seu voto será da irmã Regina, por questão de família e que mantém esperança de que ela também seja eleita deputada.

Assessoria parlamentar

Pelo menos dois cabos eleitorais torcem em dobro pela eleição dos seus candidatos a deputado, o que abriria a possibilidade de serem contratados para a assessoria parlamentar dos novos parlamentares. Um deles é Demilton Vacarelli, que coordena a campanha do apresentador Mauro Tramonte em Poços e o outro o ex-prefeito Paulinho Courominas que espera ter seu trabalho na campanha reconhecido pela dupla Mosconi-Ulisses.

Em alta

Se Thiago Biagioni já estava em alta pelo excelente trabalho que desenvolve à frente da Secretaria de Serviços Públicos, seu cartaz com a cúpula tucana e com o próprio prefeito Sérgio Azevedo aumentou ainda mais como coordenador da campanha dos candidatos Carlos Mosconi e Ulisses Guimarães. O moço está dando mostras que também conhece de campanha eleitoral e com a sua ajuda que com Geraldo Thadeu se elegeu três vezes para a Câmara Federal.

Zema sobe e garante segundo turno

O candidato ao governo de Minas Gerais pelo partido Novo, Romeu Zema, disparou seis pontos na corrida eleitoral e atingiu 15% das intenções de votos, conforme pesquisa Datafolha, divulgada nesta quinta-feira. O levantamento foi realizado nos dias 3 e 4 de outubro, depois do debate realizado pela TV Globo. Este foi o único confronto que contou com a participação de Zema. Com o índice, ele força um segundo turno. Por enquanto, Antonio Anastasia (PSDB) lidera com 31%. No último levantamento do instituto ele tinha 32%, indicando que houve transferência de votos do tucano para Zema.

Rejeição

Pimentel lidera quando o assunto é rejeição. Dos eleitores, 44% não votariam nele. Anastasia vem em segundo lugar, com 29%, seguido por Dirlene, com 15% e João Batista Mares Guia e Zema, empatados com 14%.

Datafolha: Bolsonaro tem 39%

O Instituto Datafolha divulgou nesta quinta-feira (4) nova pesquisa de intenções de voto para presidente da República. Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 39% das intenções de voto na disputa presidencial – votos válidos, descontados nulos e brancos. Fernando Haddad (PT) tem 25% e Ciro Gomes (PDT), 13% Geraldo Alckmin (PSDB) está com 9% e Marina Silva (Rede) tem 4% das intenções.

Pacheco é o segundo para o Senado

Nova pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira para o Senado em Minas Gerais mostra a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em primeiro com 27% das intenções de voto. Já a disputa pela segunda vaga segue embolada com Rodrigo Pacheco (DEM) com 19%, Jornalista Carlos Viana (PHS) com 16% , Dinis Pinheiro (SD) com 15% e Fábio Cherem (PDT) com 13%.

BLOG 04-OUT-2018

Reforçando o time

Depois de reincorporar os ex-prefeitos Paulinho Courominas e Geraldo Thadeu ao grupo que por muitos anos manteve o poder municipal, dirigentes do PSDB/DEM estão agora de ti-ti-ti com o empresário Paulo Molinari para que também retorne ao grupo cujo objetivo maior é se fortalecer para não dar chance a oposição na sucessão municipal em 2020.

Paulinho Corominas já trabalha (remunerado) na coordenação da campanha da dupla Mosconi-Ulisses, enquanto que Molinari, o conhecido “Maramba” usando da sua experiência como coordenador de várias campanhas eleitorais, dá alguns palpites sobre as “estratégicas” adotadas.

Quem também aderiu ao grupo é o presidente do PSD, Sérgio Krisanski que já participa até das carreatas e reuniões de apoio ao candidato tucano. Também já foi convidado e deve aceitar convite do presidente do DEM, Antonio Carlos Pereira, para trocar o partido do Kassab pelos Democratas.

Presidência da Câmara

Pelo menos quatro vereadores, Lucas Arruda (Rede), Professor Carlos Roberto (PSC), Alvaro Cagnani (PSDB) e Gustavo Bonafé (PSDB), demonstram interesse em disputar a presidência da Câmara no final do ano. As conversas ao pé-do-ouvido já começaram indicando que a disputa este ano será recheada de fortes emoções.

O atual presidente Antonio Carlos Pereira já manifestou desejo de também participar da disputa o que seria normal não fosse uma cláusula do regimento interno que impede a reeleição por mais dois anos. Nas esferas federal e estadual, assim como em centenas de municípios esse impedimento não existe mais e a reeleição é permitida.

Monotrilho preocupa vereador

O vereador Lucas Arruda apresentou requerimento aprovado em plenário, solicitando do prefeito que informe quais as reais condições da estrutura de concreto construída para o monotrilho, um projeto turístico que infelizmente não deu certo e hoje pode estar oferecendo riscos a população em virtude dos anos em que a estrutura está abandonada.

A preocupação do vereador tem razão de ser e embora o prefeito Sérgio Azevedo alimente esperança de que ainda possa aparecer algum investidor para recuperar o equipamento a verdade é que ele está obsoleto e sem nenhuma condição de ser colocado em funcionamento.

A melhor coisa a fazer é analisar o cancelamento da concessão e o desmanche da estrutura que acabou se transformando em um trambolho que agride o paisagismo da área central e da própria avenida João Pinheiro, além de suas estações intermediárias estar servindo de dormitório para mendigos.

Lá e cá...

Enquanto em Pouso Alegre o prefeito faz festa e solta foguete pela conquista de 30 milhões de reais para aplicar em obras de infraestrutura, com a cidade sendo selecionada entre mais de cinco mil municípios no programa “Avançar Cidades”, por aqui o prefeito Sérgio Azevedo reza e acende velas na esperança de conseguir alguns milhões para aplicar em obras de revitalização da Avenida João Pinheiro, medida paliativa e que não resolveria o problema dos congestionamentos nos horários de maior movimento na avenida.

Em Pouso Alegre o recurso será aplicado na abertura de uma nova via, ligando o bairro Faisqueira a BR 459, na altura do trevo conhecido como “Maria Fumaça”, desafogando o grande tráfego de veículos que hoje existe na região. Também estão previstas intervenções na rotatória da Avenida Perimetral com Avenida. Vereador Antônio da Costa Rios (frente ao Posto Tiger), além de obras de revitalização do grande centro.

Melhor seria se o chefe do executivo poços-caldense providenciasse logo o projeto para a abertura da via estrutural prevista no Plano Diretor que ligaria o centro da cidade, desde a estação ferroviária, aproveitando o leito da antiga linha férrea, passando pelo bairro Maria Imaculada até chegar a Rodovia do Contorno.

Como bem disse o ex-prefeito Luiz Antonio Batista, durante sua entrevista ao programa “Poços em Debate”, a cidade precisa de bons projetos para pleitear verbas junto aos ministérios. Sem eles, não adianta eleger deputados.

O ex-prefeito, em cuja gestão foi construída a Rodovia do Contorno, foi mais longe, afirmou que eleger deputados é importante, mas não resolve o problema, é preciso bons projetos e uma pressão constante do prefeito em Brasília e em Belo Horizonte para a liberação dos recursos.

Falou com a experiência de quem fez muitas obras durante sua passagem pela prefeitura, sem ajuda de deputado, quer seja na Câmara Federal ou na Assembleia Legislativa.

Sérgio Azevedo deveria seguir o mesmo caminho.

Quando o carnaval chegar

Enquanto a tal “revolução” prometida pela administração na área do turismo não chega e muito menos os R$ 50 milhões que o prefeito espera seja investido pela iniciativa privada nos pontos de passeio, o secretário da pasta planeja o carnaval de 2019. A seu pedido os artistas em geral estão convidados a apresentar propostas na secretaria para compor parte da programação artística que será programada para o próximo carnaval. Portaria nesse sentido foi publicada na edição de ontem do diário oficial.

Governador caloteiro

A Toyota do Brasil Ltda. conseguiu ontem, segundo notícia publicada hoje pelo jornal O Tempo, uma liminar na 4ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias da Comarca de Belo Horizonte para que o Estado de Minas Gerais devolva 564 automóveis do modelo Etios Hatch que não foram pagos. A decisão foi proferida pelo juiz Michel Curi e Silva, mesmo magistrado que no dia 13 de setembro obrigou o governo a devolver 337 veículos da General Motors (GM) que também não haviam sido pagos.

Nada programado

Lançado na gestão do prefeito Luiz Antonio Batista, o projeto “Centro Vivo”, que propõe a revitalização de toda a área central teve sequência nas administrações seguintes, incluindo as dos prefeitos petistas Paulo Tadeu e Eloisio Lourenço. Só que até agora, passados quase dois anos desta administração, nenhuma obra foi programada para dar continuidade ao projeto.

O que este governo fez foi construir inúmeras passagens elevadas para pedestres nas ruas centrais e está programando a construção de ciclovias cortando, na esperança de que com as bicicletas seja reduzido o número de carros no centro da cidade.

Quer participar

A ler nota na coluna sobre a intenção do presidente do DEM, Antonio Carlos Pereira, que pensa em “dar um gás” no partido, fazendo crescer o número de filiados com vistas a próxima eleição municipal, a vereadora Ligia Podestá disse que apoia integralmente a iniciativa do presidente da legenda e também deseja participar dela, até para evitar que algum filiado de última hora desembarque de outro partido querendo pegar carona para conquistar cargo na administração.

BLOG 03-OUT-2018

Agora vai?...

O prefeito Sérgio Azevedo fez questão de participar da reunião do CONDURT – Conselho de Desenvolvimento Urbano e Territorial – realizada segunda-feira à noite na Urca, para apresentação do esboço contendo as alterações propostas pela Secretaria de Planejamento para compor o projeto de lei com finalidade de promover a revisão do Plano Diretor. Se tudo correr como o planejado, a lei deve ser aprovada no segundo semestre do próximo ano, tendo em vista as audiências públicas que serão realizadas para ouvir a população assim como com entidades de classe. Ao final desta etapa é que o projeto será remetido para a Câmara Municipal quando será submetido a apreciação dos vereadores.

Só para lembrar, a novela se estende desde a administração do prefeito Paulo Cesar Silva que deixou para o final do seu mandato o encaminhamento para o legislativo que acabou não aprovando o projeto, recolhido depois pelo seu sucessor, Eloisio Lourenço que repetiu o erro, enrolou nos três primeiros anos e deixou a revisão do Plano Diretor para o apagar das luzes do seu governo.

A história se repetiu com o projeto sendo retirado de pauta e “empurrado” para esta administração, que o manteve engavetado até agora. Passados quase dois anos as etapas terão que ser refeitas a primeira delas, análise no Condurt, iniciada na segunda-feira.

Não agradou

Ao mesmo tempo e praticamente na mesma hora em que o esboço do projeto era apresentado aos membros do Condurt pelo prefeito municipal o empresário da construção civil e também ex-prefeito Luiz Antonio Batista, já tecia críticas ao seu conteúdo no programa “Poços em Debate”.

Segundo Luiz Batista, a maioria das alterações introduzida no projeto do ex-prefeito Eloisio não mudou coisa alguma, mas em compensação, uma delas, a que só permite construção de prédios de quinze andares em áreas ainda não loteadas, portanto, sem infraestrutura, foi considerada ridícula. A mesma opinião tem o engenheiro e ex-secretário de Planejamento, Ércules Tassinari.

Esse é um dos pontos que deve gerar muita polêmica.

R$ 30 milhões para Mobilidade Urbana

Enquanto a prefeitura de Poços de Caldas aguarda a conclusão do Projeto de Mobilidade Urbana, a cargo da Universidade de Itajubá, contratada por R$ 600 mil para fazer o serviço, que ainda deve demorar meses para ser concluído, Pouso Alegre não só concluiu o seu plano como também foi beneficiada com um financiamento através da Caixa Econômica Federal no valor de R$ 30 milhões, liberados pelo Ministério das Cidades.

O recurso está de acordo com a Instrução Normativa que regulamenta a reformulação do Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana (Pró-Transporte) e a seleção da proposta foi aprovada por técnicos do ministério uma vez que cumpriu as etapas de enquadramento prévio e enquadramento de validação pelo agente financeiro dentro do programa Avançar Cidades.

            Pelo visto, em matéria de mobilidade urbana a gestão tucana de lá é melhor que a daqui.

Subiu a temperatura

Os motivos são desconhecidos, mas quem ouviu (ou assistiu) dia desses o bate-boca entre o titular da Secretaria de Planejamento e o secretário-adjunto diz que a temperatura subiu e só baixou quando os dois foram até o gabinete do prefeito para que ele decidisse qual deles estava com a razão.

Na Câmara

Parece que nestes dias que antecede as eleições os nervos andam à flor da pele, o clima esquentou também pelos lados do legislativo durante reunião na sala da presidência. Quem ouviu disse que o “pega” entre o presidente Antonio Carlos Pereira e seu colega Ricardo Sabino, que é o presidente da Comissão de Administração Pública foi prá valer e o presidente não teve alternativa a não ser “enquadrar” o jovem vereador do PSDB.

No governo

Na rádio pião, outra discussão que está “bombando” teria ocorrido entre o prefeito e o vice, Flávio Faria, que de umas semanas para cá, não faz outra coisa a não ser manter contatos políticos para fortalecer seu grupo com vistas a um possível rompimento com os tucanos após as eleições. Até ameaça de demissão de todos os cargos de confiança ocupados pelo pessoal da Rede dizem que aconteceu. Ao ser perguntado por um amigo como andam as coisas, Flávio Faria respondeu que estão caminhando “muito mal” e citou uma série de fatos que estão acontecendo no governo com as quais não concorda.

Derretendo

Por falar na Rede, as pesquisas indicam que o número de partidos hoje existentes serão reduzidos à metade, caindo dos atuais 35 apenas para os 18 que devem superar, este ano, a chamada “cláusula de desempenho” (ou “de barreira”). Na opinião do ministro Gilberto Kassab, fundador do PSD,  PP e PT elegerão 50 deputados. PSDB, PSD e PR terão bancadas de 45 federais cada. A avaliação é que MDB elegerá só 40 deputados, DEM e PRB 36, PDT 29, PSB 25, PSL 18, PTB 17, SDD 11; Pros, Pode, PCdoB e Psol, 10. Já o Rede Sustentabilidade elegerá no máximo cinco deputados federais e a chance de ser extinto é real.

Pensando nisso...

Já o DEM, que tem se fortalecido em nível nacional, procura fazer o mesmo nos municípios. Em Poços, o presidente Antonio Carlos Pereira está articulando uma nova fase de crescimento da sigla e já pensa em reforçar o quadro de filiados com filiações de algumas lideranças em condições de disputar vagas na Câmara Municipal e quem sabe ocupar cargos de primeiro escalão no próximo governo.

Não passa pela cabeça do presidente abrir mão do cargo, mas, se o fizer, o candidato mais forte para assumir o posto é seu amigo Antonio Donizete Albino, o “Capacete”, suplente de vereador que obteve mil votos na última eleição e que demonstra interesse em ser o presidente da sigla, caso Antonio Carlos deixe o comando da legenda. O que está descartado, e não seria aceito em nenhuma hipótese é entregar o partido para algum dos novos filiados.

Clima de campanha

Nos últimos dias aumentou o clima de campanha na cidade, principalmente na área central onde moças empunhando cartazes e bandeiras e distribuindo os famosos “santinhos” tentam convencer os eleitores a voltar nos candidatos da terra, principalmente. Quem está marcando presença em todas as esquinas é a candidata a deputada estadual Dra. Regina Cioffi que apesar de estar visitando dezenas de cidades da região encontra tempo para fazer corpo a copo com os eleitores no centro da cidade.

Sucesso na apresentação da orquestra

Alcançou pleno sucesso, com o auditório do espaço cultural da Urca completamente tomado, a apresentação da Orquestra Sinfônica de Poços de Caldas que é dirigida pelo maestro Agenor Ribeiro. Foi a primeira apresentação após ser afastada a ameaça de desmanche da orquestra por falta de apoio do governo municipal.

Para que isso não ocorresse, o vereador e presidente da Câmara, Antonio Carlos Pereira teve papel fundamental, interferindo junto ao chefe do executivo para que o município voltasse a patrocinar a orquestra, garantindo a sua continuidade.

Tanto o maestro como o presidente da orquestra e principalmente os músicos devem muito ao vereador que com muita habilidade interferiu para que as partes chegassem a um acordo.

BLOG 02-OUT-2018

Vereadores voltam atrás e assinam parecer

Os vereadores Gustavo Bonafé e professor Carlos Roberto voltaram atrás na intenção de se manter afastados da votação do projeto de lei que regulariza edificações e decidiram assinar, na Comissão de Justiça da qual são membros, o parecer da vereadora Ligia Podestá, que é favorável ao projeto encaminhado a Câmara pelo executivo.

Como o processado não foi formalizado em tempo, não deve ser incluído na ordem do dia da sessão ordinária desta terça-feira, e sim, na reunião da próxima terça, no dia 4, para ser votado em caráter de urgência. Com a decisão dos dois vereadores que fazem parte da base de sustentação do prefeito na Câmara tudo leva a crer que o projeto será aprovado.

Violência muda rotina dos moradores

O elevado número de roubos e assaltos a residências, assim como o preocupante número de ocorrências que registram agressões físicas contra pessoas idosas nos bairros, está levando população a uma sensação de insegurança, mesmo no interior das residências onde eles se trancam e evitam sair às ruas sem necessidade. Quando o fazem, por precaução, procuram se cercar de todos os cuidados para não serem surpreendidos pelos marginais que andam disfarçados, vestindo bonés ou blusa com capuz para esconder o rosto.

Drogas

A maioria dos furtos, roubos e assaltos envolvem adolescentes ou jovens viciados em drogas que roubam de tudo, até mesmo fios elétricos, tomadas e objetos de pouco valor, para com a venda obter dinheiro e sustentar o vício.. A declaração de um empresário da construção civil, que registrou nada menos que oito ocorrências de furtos em um prédio que está construindo no bairro Elvira Dias é uma mostra do que virou nossa cidade, conhecida antes como uma das poucas em que se podia andar pelas ruas a qualquer hora do dia ou da noite sem nenhum receio.

Depois de por oito vezes tentar completar a parte elétrica no prédio e ter todo material furtado (fios, espelhos, tomadas, etc.) o empresário chegou à conclusão que a única saída para continuar a obra seria contratar vigias para um turno de plantão durante as 24 horas do dia.

Rede de vizinhos

A chamada rede de vizinhos onde os moradores se inscrevem e trocam mensagens pelo WhatsApp ao detectar qualquer ato suspeito, é uma boa iniciativa da Policia Militar que normalmente acompanha o diálogo entre os moradores pela rede social, interferindo na conversa quando alguém denuncia algo suspeito. O programa até que funciona, porém, o problema se repete, a viatura chega, os policiais fazem a revista nos suspeitos e quando encontra algum com a posse de droga leva para a delegacia. Minutos depois o grupo está reunido novamente, com a presença daquele que foi preso.

É um constante enxugar de gelo, mesmo com a apreensão quase diária de drogas e traficantes, enquanto os viciados permanecem poucas horas detidos na delegacia de onde saem para praticar novos furtos  e com o dinheiro comprar droga que são encontradas com alguma facilidade nas conhecidas bocas de fumo, espalhadas por toda a cidade.

A situação chegou a tal ponto pelos lados da Vila Togni que os moradores, antes de sair ou entrar em casa enviam mensagens para os vizinhos mais próximos para se certificar se próximo a sua residência não está passando ou parado algum suspeito.

Ou seja, nos dias de hoje os cidadãos de bem estão reféns em suas próprias casas com trancas, cadeados e câmeras de vigilância por todo lado, enquanto os marginais estão soltos, aguardando a próxima vítima.

Cidadão “americano”

“Eu sempre quis ser americano. Sei que são politicamente horrorosos, mas musicalmente esses caras habitam algum outro planeta.”

“Eu prefiro ser o imitador dos norte-americanos que sempre fui. O que tento fazer desde sempre é isso, imitar os norte-americanos.”

“Quando penso em escrever algo, imediatamente me vem o inglês. E eu só leio em inglês, o tempo todo. É muito raro eu ler alguma coisa em português.”

 “Eu não me sinto um representante da música brasileira de jeito algum. Não é isso o que eu quero para mim.”

“Sou parte de uma juventude que ficava muito ligada no que era feito na Inglaterra e nos Estados Unidos. Isso era algo natural. A ideia do nacionalismo acaba sendo limitadora para mim, mas entendo como sendo uma proteção de mercado.”

Essas frases foram extraídas de uma entrevista de página inteira com o cantor Ed Motta, publicada no caderno Cultura, do jornal Estado de São Paulo, edição do dia 30 e que mereceu fartos elogios por parte do atual secretário de cultura do município, que gastou 60 mil na contratação do cantor para o show de abertura do Julhofest. Em várias oportunidades o cantor já deu mostra de que não gosta dos brasileiros e nem do Brasil, e se dependesse da sua vontade seria americano.

Se gosta tanto assim dos Estados Unidos, porque não muda prá lá e leva junto o secretário, um petista enrustido que arrumou uma boquinha no governo tucano?

Prefeito de Alfenas é condenado pela Justiça

Em decisão datada do dia 26 de setembro, o juiz titular da Segunda Vara da Comarca de Alfenas proferiu sentença em Ação Civil Pública impetrada pelo Ministério Público, contra o prefeito Luiz Antonio da Silva, o “Luizinho”, filiado ao partido dos Trabalhadores (PT), condenando o politico a perda da função pública, acusado de danos ao erário.  Na mesma ação a Justiça condenou junto com o prefeito, Daniel de Carvalho e a Projectum Comunicação Studio de Áudio e Video Ltda:

A) Ao ressarcimento integral do dano ao Município de Alfenas, solidariamente, no valor de R$ 258.047,25, devidamente atualizados desde a data do fato até o efetivo pagamento.

B) A perda da função pública e suspensão dos direitos políticos pelo prazo de 05 (cinco) anos.

C) Condenar os requeridos Luiz Antônio da Silva, Daniel de Carvalho e Projectum Comunicação Studio de Áudio e Vídeo LTDA, ao pagamento de multa civil de uma vez o valor do dano.

D) Condenar os requeridos Luiz Antônio da Silva, Daniel de Carvalho e Projectum Comunicação Studio de Áudio e Vídeo LTDA, à proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio-majoritário, pelo prazo de dez anos.

E) Ao pagamento das custas e despesas processuais.

Pela cidade

O prefeito Sérgio Azevedo e a ex-vereadora e candidata a deputada estadual, Regina Cioffi deram um belo exemplo de amor à cidade. Mesmo estando em lados opostos nesta eleição, ao se encontrarem pelo centro, Sérgio não pensou duas vezes para cumprimentar a candidata e tirar foto ao seu lado, desejando boa sorte, dizendo que torce para que ela conquiste vaga na Assembleia Legislativa. “Será mais uma representante em Belo Horizonte para trabalhar pela cidade”, disse o prefeito.

BLOG 01-OUT-2018

Prefeito de Campestre é condenado

O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG) condenou o atual prefeito de Campestre, Nivaldo Donizete Muniz a pena de cassação do mandato em ação movida contra ele pelo Ministério Público.

Segundo o relator da sentença, proferida em apelação criminal pelo relator do processo, Desembargador Edson Feital Leite, Donizete foi condenado a pena de dois anos de reclusão, substituída por medida restritiva com a perda da função pública, ficando inelegível pelo prazo de cinco anos.

Como não há mais espaço para análise de culpabilidade no Tribunal, a determinação da Justiça é para que a execução da pena provisória seja cumprida de imediato.

Otimismo entre os tucanos

Reina alegria e muita confiança pelos lados do governo municipal e entre os tucanos que demonstram confiança em uma vitória nas urnas com a provável vitória de Anastasia para o governo do estado e a eleição dos dois candidatos a deputado apoiados pelo prefeito Sérgio Azevedo, Carlos Mosconi para a Câmara Federal e Ulisses Guimarães para a Assembleia Legislativa.

Como o apresentador Mauro Tramonte já pode se considerar eleito com uma das votações mais expressivas entre os candidatos a deputado, a cidade não deve permanecer sem representação em Belo Horizonte e Brasilia na próxima legislatura e ainda existe boa chance de Regina Cioffi chegar à vitória, dependendo da votação que alcançar em outras cidades. Concorrem tamém com alguma chance Marcos Eduardo, Dr. Amauri e Eloisio Lourenço.

Neste vale a pena torcer pelo quanto mais, melhor.

Carreata foi sucesso

A carreata dos candidatos Mosconi e Ulisses com presença do prefeito na tarde de sábado foi coroada de pleno êxito com quase 300 veículos que saindo da área de estacionamento do estádio municipal tomaram toda a Avenida João Pinheiro, rumo a zona suil.

Segundo os organizadores, durante o trajeto deu para notar que as pessoas recebiam com alegria os candidatos fazendo sinal de positivo enquanto muitas agitavam bandeiras e cartazes.

No conjunto habitacional a receptividade foi tamanha que o candidato a deputado Ulisses Guimarães só deixou o bairro por volta das oito horas da noite.

Bolsa de apostas

Na bolsa de apostas do pedaço da gorjeta, os candidatos a deputado estadual Mauro Tramonte (PRB) e Ulisses Guimarães (PTB) estão sendo os mais citados entre os candidatos da terra para sair de daqui como majoritários. No segundo time estão Eloisio Lourenço (PT), Regina Cioffi (PHS) e Marcos Eduardo (Podemos).

Equipe técnica

No decorrer da semana, falando durante uma reunião de representantes das centrais sindicais no estado, o senador e candidato ao governo Antonio Anastasia disse que se for eleito irá montar uma equipe “esmagadoramente” técnica, capaz de apresentar resultados no curto prazo e que os políticos vão aplaudir.

Um dia antes desta fala o governador esteve em Guaxupé, onde também se fez presente o prefeito Sérgio Azevedo. Não se sabe, no entanto, se o chefe do executivo poços-caldense foi quem deu esta sugestão ao candidato.

Leis inconstitucionais

Por recomendação do Ministério Público de Minas Gerais, Coordenadoria de Controle de Constitucionalidade, o prefeito Sérgio Azevedo terá que revogar as leis de números 7.569/2002 e 8.154/2005, que estabelecem normas para a instalação de antenas de telefonia no perímetro urbano.

A recomendação atende representação encaminhada para a Coordenadoria pelo Promotor de Justiça, Dr. Sidnei Boccia, para que fosse feita uma análise sobre a constitucionalidade das referidas leis municipais. A análise comprovou as leis contrariam normas de telecomunicações, estabelecidas pela da União, a quem cabe legislar sobre o assunto, através do Ministério das Telecomunicações.

Como as normas estabelecidas pelo município foram julgadas irregulares, o prefeito, com autorização legislativa, terá que anular as duas leis, a primeira delas (7.569/2002) da gestão do prefeito Paulo Tadeu e a segunda na gestão do seu sucessor, Sebastião Navarro.

Manifestação pró Bolsonaro

O radialista e militante ativo nas redes sociais pela candidatura do presidenciável Jair Bolsonaro e o promotor de eventos Stéfano Valente comandaram também no sábado à tarde e com saída do estádio municipal uma extensa e animada carreata em prol do candidato do PSL.

Não decolou

O candidato ao Senado pelo Distrito Federal, empresário Fernando Marques (Solidariedade) vai mal nas pesquisas onde nem aparece entre os primeiro cinco colocados que tem a ex-jogadora de vôlei Leila(PSB) na frente com 25%, em seguida vem Cristovam Buarque (PPS) e Izalci (PSDB), ambos com 22%; Chico Leite (Rede), 15%; e Wasny (PT), 13%.

Mesmo sendo o candidato mais rico entre todos os candidatos nesta eleição (patrimônio estimado em R% 668 milhões) Fernando Marques não emplacou na politica. Só para lembrar, o ex-prefeito Geraldo Thadeu desistiu da candidatura a deputado federal para trabalhar na campanha do empresário que atua no ramo de medicamentos como dono da indústria farmacêutica União Quimica.

Na corrida da ADEFIP

Quem participou da 1ª Corrida da Adefip neste domingo, foi o candidato a deputado estadual Ulisses Guimarães, que sempre praticou corrida e basquete, esportes da sua preferência. Ele reafirmou com Whellington Guimarães, secretário de esportes, o compromisso em relação aos seus projetos que incentivam a prática esportiva no intuito de melhor a saúde, promover a socialização, a competição saudável e melhorar a perspectiva de vida como um todo de crianças, jovens e adultos.


Tenha também o seu site. É grátis!