Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Complicou

A forma equivocada como a administração municipal tratou o projeto que propunha a correção da planta de valores para correção do IPTU, além de provocar enorme desgaste e abalar a credibilidade do chefe do executivo, praticamente inviabilizou a aprovação da proposta ainda este ano. Embora o prefeito tenha anunciado a criação de uma comissão para estudar alterações no projeto, não existe clima para que o reenvio da mensagem ao legislativo em 2017. A saída é dar um passo atrás, corrigir o IPTU de forma linear, quem sabe com índice pouco acima da inflação, e tocar o barco, empurrando o assunto para o ano que vem.

Levantamento

O que a administração deveria fazer agora é pensar em colocar em prática o geoprocessamento ou até mesmo utilizar dados que foram levantados em governos anteriores para iniciar um novo cadastramento dos imóveis, se preciso contratando algumas dezenas de estagiários para esse trabalho. Segundo cálculos, a medida poderia representar um aumento de receita auferida com o IPTU de no mínimo 20%. Trabalho demorado, mas que rende e coloca o proprietário do imóvel na parede uma vez que terá que pagar por qualquer aumento de metragem feita na sua construção, além de detectar residências que foram construídas e ainda não estão averbadas no cadastro de imóveis, com o proprietário pagando o imposto apenas sobre o terreno.

Fogo amigo

A desinformação a respeito do projeto de IPTU retirado da Câmara chegou ao ponto de o vereador Marcelo Heitor, tido como um vereador da bancada da situação, apresentar formalmente um pedido de informações sobre o projeto ao executivo. E após o projeto ter sido retirado de pauta postou nota nas redes sociais dizendo que o prefeito tomou a atitude “após a apresentação do seu requerimento com o pedido de informações”.

Pesou na decisão

Sérgio Azevedo concedeu várias entrevistas afirmando que o projeto de correção da planta de valores do IPTU seria defendido e detalhado na audiência pública de sexta-feira, pelo engenheiro Mizael de Mendonça, da Secretaria de Planejamento. Só ficou sabendo que o engenheiro não assumiria tal responsabilidade na manhã de sexta-feira. A informação foi a gota d’água para que o prefeito decidisse pela retirada e segundo consta em nenhum momento o profissional, que já foi secretário e diretor do DME em administrações anteriores, se dispôs a desempenhar a função que em condições normais caberia ao próprio secretário da pasta.

Novos tempos

Ainda sobre o episodio do IPTU, ficou claro que estamos vivendo novos tempos e hoje as redes sociais se transformaram em uma ferramenta mais poderosa até que os veículos tradicionais de comunicação. A capacidade de articulação e mobilização através dessa nova ferramenta tecnológica não permite mais que os governos tomem atitudes sem antes discuti-las com a população.

Isenções

Uma das revisões que se torna necessária nesta época de vacas magras, são as isenções a determinados setores que não recolhem o imposto. A começar pela Associação Atlética Caldense. Qual a motivação principal que leva o clube particular a não recolher o imposto municipal? Este é apenas um exemplo, mas existem também imóveis considerados como patrimônio histórico que não estão sendo conservados, mas o proprietário goza do mesmo benefício. A época não permite certos paternalismos que beneficia alguns setores em prejuízo de toda a população.

Sem saída

Cálculos dos oposicionistas indicam que o governo municipal, sem os recursos que esperava arrecadar com o aumento do IPTU terá que tomar atitudes drásticas e até mesmo rever algumas de suas promessas, entre elas o pagamento do piso nacional do magistério. Segundo análise da oposição, isso vai acrescentar ao município uma despesa superior a R$ 20 milhões ao ano, caso o benefício seja concedido de uma só vez.

Homenagem

Muito bela a homenagem prestada pelo maestro Agenor Ribeiro e alguns músicos, no velório do ex-prefeito Sebastião Navarro com a execução de músicas eruditas. Navarro sempre prestigiou este tipo de música, tanto assim que na sua primeira gestão criou o Festival Internacional de Música de Verão e no segundo mandato, em parceria com o maestro Agenor, o espetáculo Sinfonia das Águas, evento que infelizmente não teve continuidade nesta gestão.

Avenida

Antes do sepultamento, algumas autoridades se despediram do ex-prefeito Sebastião Navarro usando a palavra para destacar suas qualidades. Um deles foi o prefeito Sérgio Azevedo dizendo que vai encaminhar para a Câmara Municipal um projeto de lei mudando o nome da Avenida Alcoa para Avenida Sebastião Navarro Vieira Filho. Como este tipo de homenagem por lei só pode ser feito um ano após o falecimento, o prefeito disse que a intenção é fazer isso em 2019. A proposta, no entanto, esbarra na Lei Orgânica Municipal que não permite este tipo de alteração.

Cirurgias suspensas

Depois do Hospital da Santa Casa que desde o dia 13 último suspendeu cirurgias de oncologia por falta de pagamento por parte do Governo do Estado, agora, segundo reportagem da EPTV, o Centro de Oncologia do Hospital Bom Pastor, em Varginha também cancelou o atendimento de novos casos de tratamento de câncer para pacientes de outros municípios. O motivo é o mesmo, uma dívida do Governo do Estado. Por mês, o hospital Bom Pastor recebia 1250 pacientes, sendo que a capacidade é para atender 980. A EPTV procurou a Secretaria Estadual de Saúde, que informou que está previsto para os próximos dias o acerto de parte do valor devido aos municípios e que, havendo o repasse do recurso, não há justificativa para a paralisação do atendimento.

Na Veja

A notícia está na revista Veja edição desta semana: “Homem de confiança da então presidente Dilma Rousseff, o deputado Odair Cunha (PT-MG) foi devidamente recompensado pelos serviços ao PT como relator da CPI do Cachoeira, em 2012. Nos meses subsequentes ao fim da comissão, o petista deixou o chamado baixo clero da Câmara para eleger-se presidente do PT em Minas Gerais. Com o comando do partido, conseguiu um novo mandato em 2014 na esteira da campanha de Fernando Pimentel, governador mineiro. Agora, a Procuradoria-Geral da República revela que ele também foi capturado pela teia da Lava-Jato. O parlamentar, que atualmente ocupa o cargo de secretário de Estado no governo de Minas, embolsou 150?000 reais desviados dos cofres da Confederação Nacional do Transporte (CNT), entidade mantida por recursos de contribuições sindicais. Mas não foi o único golpe. O destino final do dinheiro, segundo o ex-vereador petista e delator Alexandre Romano, foi a eleição do diretório estadual do PT mineiro”.

www.nacionalinn.com.br/                                                                                   www.coopocos.com.br/

www.tvpocos.com.br                                                       www.cristaissaomarcos.com.br

Rádio Polli, 5 anos no ar! Junto com você!

ESGOTO NOS RIOS

Levantamento da Agência Nacional de Águas (ANA) mostra que 45% do esgoto gerado no país não recebem tratamento, sendo que 27% sequer são coletados. Isso significa que diariamente 5,5 mil toneladas de dejetos são jogadas in natura, principalmente nos rios.

TROCA-TROCA PARTIDÁRIO

Um em cada quatro deputados da atual legislatura já trocou de partido. Desde janeiro de 2015, foram 124 dos 513, ou 24,17%. Deles, 31 mudaram mais de uma vez. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou o partido de Michel Temer por filiar deputados cobiçados por sua sigla.

CANDIDATA

Valéria Monteiro, ex-apresentadora do Fantástico, que hoje mora em Campinas (SP) e é produtora de televisão, quer se lançar candidata à Presidência da República. Postou vídeo no Facebook, onde avisando que está procurando partido.

UM & OUTRO

A comparação é de Veja: em Curitiba, figurões como Lula, Eduardo Cunha e outros 105 investigados foram condenados a 1.634 anos de cadeia. Em Brasília, onde são investigados cerca de 250 políticos, apenas seis respondem a processo e nenhum foi condenado.

DESEMPREGO

O estoque de emprego formal – com carteira assinada – em Minas Gerais apresentou redução em agosto de 2017, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Os números mostram que 9.445 postos de trabalho foram encerrados no estado, uma variação de -0,24%, frente ao estoque acumulado no mês anterior.

SEM CARTEIRA

A OAB/RJ vai cassar, em dois meses, a carteira de advogada de Adriana Ancelmo. O processo está em curso. Adriana já foi ouvida em casa para apresentar sua defesa.

ADVERTÊNCIA

A “suspensão temporária” da filiação do ex-ministro Antônio Palocci por 60 dias, anunciada pelo PT, é um gesto que o partido fez, segundo petistas ilustres, para tentar reverter sua decisão de fechar acordo de delação premiada na Lava Jato.

DESCONFORTO

Embora publicamente tente não alimentar a polêmica causada pelo boquirroto general Antônio Hamilton Mourão, o comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas, não esconde, entre os próximos, o desconforto causado pelo subordinado durante palestra para uma entusiasmada claque maçônica.

TELEFONES

Sem conseguir acessar os dados dos telefones apreendidos na operação cujos alvos foram, entre outros, o senador Aécio Neves, sua irmã Andréa Neves e o senador Zezé Perrella, a PF pediu autorização ao STF para levar os equipamentos aos Estados Unidos, onde o fabricante pode dar uma forcinha. A PGR está sendo consultada.

INVESTIMENTO MENOR

O governo investiu 69% menos em saneamento básico neste primeiro semestre ante o mesmo período do ano passado, de acordo com dados oficiais. Caiu de R$ 900 milhões para R$ 279,6 milhões. Houve reduções ainda em investimentos em energia (32,6%), transporte (39,3%) e comunicações (12,4%)

EM CASA

Após fechar o acordo de delação premiada, o operador Lúcio Funaro acredita que poderá passar o Natal em família. Mas está entusiasmado mesmo é com um cálculo que daria a ele a condição de seguir para o regime  semiaberto já em janeiro de 2018.

DISPUTADA

Dilma Rousseff foi convidada pelos governadores do Piauí, Wellington Dias (PT), e do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), para ser candidata a senadora em suas chapas à reeleição na ano que vem. Deu de ombros.

NAS REDES

Geraldo Alckmin está contratando uma turma para azeitar sua participação nas mídias sociais. Hoje, Alckmin é quase invisível ali. A equipe será paga pelo partido.

A SITUAÇÃO DA UNACON

Amigos da Santa Casa, desde o dia 13 de Setembro a nossa Unidade de Alta Complexidade em Oncologia, a UNACON, não está mais recebendo novos pacientes para tratamento. Fomos obrigados a tomar essa decisão devido à situação financeira do Hospital.

Atualmente, mais de 90% dos atendimentos realizados pela Santa Casa são feitos pelo SUS, que utiliza há muito tempo uma tabela de valores completamente defasada. Conhecido como SUBFINANCIAMENTO DO SUS, essa tabela remunera apenas 60% do custo dos serviços prestados, ou seja, para cada procedimento que custa R$100,00, recebemos R$ 60,00.

Isso, por si só, já causa um enorme problema financeiro. Mas temos outro tão grave quanto: o Extrapolamento.

No caso da Oncologia, o hospital é contratado para realizar um determinado numero de cirurgias por um valor fixo. Ocorre que o Hospital realiza um numero de cirurgias muito além do contratado para atender aos pacientes e não possui garantia de recebimento desse serviço prestado além do contratado.  Esse serviço prestado além do contratado é o “extrapolamento”.

O extrapolamento da UNACON já ultrapassou UM MILHÃO de reais e se continuar crescendo descontroladamente os nossos mais de 9 mil pacientes atualmente em tratamento na unidade podem ser diretamente prejudicados por falta de medicamentos, exames e equipe médica. Essa mesma situação se repete de forma até mais grave na Urgência e Emergência, que já acumula um prejuízo somente até agosto desse ano acima de TRÊS MILHÕES de reais. O mesmo acontece também nos 17 leitos de UTI.

É por isso que não tivemos alternativa imediata que não a paralisação do recebimento de novos pacientes e estamos buscando arduamente uma solução para que o hospital tenha garantia de recebimento pelos serviços prestados e os atendimentos possam ser retomados o mais breve possível.

Neste difícil momento, mais do que nunca, precisamos do apoio de toda a população, instituições representativas e poder público na busca de uma solução rápida e definitiva para o problema do financiamento da Santa Casa de Poços de Caldas. A saúde pública e a população não podem continuar sofrendo como estão.

Vacinação antirrábica é finalizada com resultado 13% superior

Realizada desde o dia 19 de agosto, a 30ª Campanha de Vacinação Antirrábica imunizou 19.145 animais, 2.184 a mais do que os vacinados na campanha de 2016, quando foram imunizados 16.961 cães e gatos. O resultado mostra crescimento de 13% no número de animais vacinados na comparação com a campanha anterior. “Estamos muito satisfeitos com o resultado, até porque o Estado determina que sejam vacinados pelo menos 80% dos animais imunizados no ano anterior, mas como o ano passado vacinamos menos do que o esperado, então trabalhamos com a meta de 18 mil animais e superamos este número em mais de mil animais”, comemorou Jorge Miguel Ferreira do Lago, coordenador da Vigilância Ambiental.

Com postos itinerantes, a Campanha de Vacinação Antirrábica passou pelas regiões leste, oeste, sul e central da cidade, pela zona rural, com vacinação no Córrego Dantas e também diretamente nas propriedades de outras comunidades, além dos dois pontos fixos: Hospital Veterinário da PUC e AAPA – Associação de Amigos e Protetores dos Animais, na zona Sul. A vacinação foi finalizada nesta quinta-feira, 21, com o trabalho de visitas domiciliares, em que equipes da Vigilância Ambiental vão às residências previamente cadastradas. “Nós fazemos este trabalho para um público bem pequeno, para pessoas que têm dificuldade de locomoção e portanto não conseguem levar os seus animais até os pontos de vacinação e para pessoas que têm muitos animais, o que também inviabiliza essa ida aos pontos”, explicou Jorge.

Dos 19.145 animais vacinados este ano, foram 17.141 cães e 2.004 gatos. Do número total, 2.422 foram animais da zona rural. O coordenador da Vigilância Ambiental orienta os proprietários de cães e gatos que não foram imunizados. “Não é recomendado que o animal fique mais de dois anos sem ser imunizado contra a raiva. Por isso, quem tem cão ou gato que não tomou a vacina este ano e nem no ano passado, deve levar este animal a um veterinário para a imunização”.

A Campanha deste ano contou com a parceria da PUC, por meio da participação de 40 alunos, estudantes de Medicina Veterinária que foram os vacinadores. Profissionais da secretaria de Saúde: agentes de endemias, técnicos de enfermagem e enfermeiros atuaram no apoio, com registro estatístico, controle da temperatura das doses e preparo para aplicação das vacinas. “É muito importante ter o suporte de todos os profissionais da Secretaria de Saúde, além dos apoiadores de outras secretarias e instituições, em ações tão relevantes como esta. Nossas equipes fizeram uma campanha organizada, a população atendeu ao chamado e participou de forma expressiva. Esta imunização é indispensável, para evitar a incidência da raiva, tanto nos animais, quanto nos humanos”, avaliou o secretário de Saúde Carlos Mosconi.

A 30ª Campanha de Vacinação Antirrábica, realizada pela Secretaria de Saúde, através das Vigilâncias Ambiental e Epidemiológica, teve, além da parceria da PUC Poços de Caldas, o apoio das Secretarias de Serviços Públicos, Esportes, Educação, Defesa Social e Promoção Social; da AAPA – Associação de Amigos e Protetores dos Animais; do IMA – Instituto Mineiro de Agropecuária; da Paróquia São Judas Tadeu e da Empresa Circullare. “O apoio de cada um foi fundamental para este resultado. Este ano também tivemos muito mais divulgação da Campanha, desde os preparativos, durante toda a realização e agora na finalização. Esse reforço na comunicação foi fundamental para que a população tomasse ciência e pudesse participar, levando os animais para imunização”, finalizou Jorge.

Estudantes do PMJ confeccionam troféus do FET

Integrando as ações propostas para a 28ª edição do Festival Estudantil de Teatro – FET, nas últimas duas semanas foram realizadas oficinas dirigidas para a confecção dos troféus de cerâmica para ao festival.

As oficinas tiveram o objetivo de integrar alunos do Programa Municipal da Juventude – PMJ Centro Social Urbano e João Monteiro para que pudessem participar mais efetivamente do festival, além de complementar o processo formativo desenvolvido pelo ator e professor de teatro, Giovanni Dias.

Na primeira semana, a arte-educadora Daniela Alvisi realizou um breve relato sobre a história do teatro grego, contando como surgiu e a função do teatro culturalmente. Depois foi realizada a modelagem e iniciado o processo de secagem das peças. Já nesta segunda semana foi a vez do acabamento com tinta e verniz.

“A Secretaria Municipal de Educação realmente acredita nas práticas artísticas e nos seus processos educativos. Elas irão acontecer cada vez mais sistemáticas ao longo do trabalho em ações parecidas como essa”, finalizou Daniela.

Os troféus serão entregues aos elencos inscritos para a mostra que ocorrerá de 02 a 06 de outubro, no Teatro Benigno Gaiga. 24 espetáculos de escolas municipais, estaduais e particulares de Poços e região serão apresentados nas modalidades infantil, infanto-juvenil e juvenil.

Tenha você também a sua rádio